conecte-se conosco


Esportes

Floyd Mayweather diz que está negociando lutas no UFC por 1 trilhão de dólares

Publicado


Floyd Mayweather retornou ao ringue em 2017 para luta contra Conor McGregor e se aposentou novamente
Reprodução

Floyd Mayweather retornou ao ringue em 2017 para luta contra Conor McGregor e se aposentou novamente

Aos 41 anos, Floyd Mayweather pode fechar um contrato com o UFC para três ou quatro lutas. A informação veio do próprio ex-boxeador americano durante o programa de talk show Cold as Balls, apresentado por Kevin Hart.

Leia também:  Mesmo com derrota no UFC 234, Anderson Silva é ovacionado por público

“Vou chegar a um acordo com o UFC agora. É claro que eu quero. Seria provavelmente três ou quatro lutas, um trilhão de dólares (R$ 3.7 trilhões, na cotação atual) se eles aceitarem”, disse Floyd Mayweather .

Os rumores de que o ex-pugilista migraria para o MMA surgiram após o americano enfrentar Conor McGregor, lutador do UFC, em agosto de 2017. Os dois fizeram um combate válido pelo peso-médio-ligeiro (69,85 kg), em um evento realizado em Las Vegas. Mayweather venceu o irlandês no 10º round por TKO.

Apesar da declaração de Floyd, o UFC não confirmou nenhum contrato ou conversas com o ex-boxeador.

Leia mais:  Surfista havaiano é suspenso após trocar socos com brasileiro; assista

Leia também:  Brasileira será primeira mulher a nadar da Bolívia ao Peru pelo lago Titicaca

Filho e sobrinho de boxeadores, Floyd começou a lutar ainda criança. Apelidado de ‘Pretty Boy’, entre 1993 e 1995 ele venceu o torneio ‘Luvas de Ouro’ e teve um recorde amador de 84 vitórias e seis derrotas.

Em 1998 Floyd começou sua carreira profissional e, ate a sua aposentadoria, somou 51 vitórias (28 por nocaute) e nenhuma derrota. Foi 12 vezes campeão mundial em cinco categorias diferentes e ganhou diversos prêmios de melhor lutador.

De acordo com a revista Forbes , Mayweather se aposentou sendo o atleta que mais gerou dinheiro no mundo. Em um de seus retornos da aposentadoria, na luta contra Conor McGregor , ele faturou 200 milhões de dólares, a maior quantia de sua carreira.

“A minha vida é excelente. Fiz investimentos com sabedoria. Eu tenho dinheiro suficiente para viver bem o resto da minha vida, posso comprar o que quero para o que me resta”, comentou o atleta durante o programa.

Leia também:  Acusado de matar a namorada, lutador foge após ‘bobeira’ da polícia nos EUA

Leia mais:  Juventus vence Manchester United em volta de Cristiano Ronaldo ao Old Trafford

Apesar de aposentado, Floyd Mayweather ainda faz lutas exibição. A última foi contra o japonês Tenshin Nasukawa, em dezembro de 2018, em que o americano venceu em 139 segundos de luta.

Fonte: IG Esportes
Comentários Facebook
publicidade

Esportes

Ver o futebol brasileiro virou motivo para castigo e tortura

Publicado

por

– Filho, você está de castigo . Quem mandou tacar fogo no lixo. Isso não se faz. E outra coisa: suas notas estão péssimas na escola e a diretora reclamou dizendo que você fez xixi no pátio. Eu me reuni com sua mãe e decidimos uma punição adequada. Não adiantou ficar trancado em casa por uma semana, nem não comer doce, nem perder seus brinquedos. Agora a coisa ficou séria. Você vai ter de ver o jogo todo do São Paulo . Os noventa minutos. Segundo por segundo.

– Esse castigo não, papai. Prefiro estudar matemática. Aquele Jucilei é muito ruim. Não quero. Buáááááááááááá. E o técnico. Tem o nome da minha sala. Jardim da infância.

– É Jardine, garoto. E ele saiu. Infelizmente. Com ele a tortura seria maior. Ainda bem que o Diego Souza continua, pelo menos isso. E tem mais, viu? No domingo você vai assistir o Corinthians . Completinho. Até os acréscimos.

Leia também: Cimatti – Você já voltou para sua escola?

Leia mais:  Campanha na internet pede retomada de buscas por avião onde estava Emiliano Sala

– Mas, papi…

– Mas, nada. O Carille vai fechar o time pra você não dar uma risadinha. Retrancar mesmo. O Avelar na esquerda. Do jeito que eu gosto, como foi contra o Avenida, no quase vexame histórico. Parece que o Araos vai ser titular. Manoel e Henrique. E, se desgrudar os olhos da TV por um milésimo de segundo, eu tiro o videogame também.

– Aí já é demais.

Leia também: Análise IMPERDÍVEL da derrota do São Paulo na Libertadores

– Fica quieto. Porque sábado tem o Palmeiras . Lucas Lima e Borja em campo. E outra: Deyverson fora. Não vai ter mau exemplo. Assim você não se inspira nele pra fazer bobagens na escola. Vai ver esse também.

– E o Santos , pai. Posso ver?

– Claro que não. Já disse: não é pra ter prazer. É pra sofrer. O Santos tem um técnico que gosta de jogar bola. Você não vai ver futebol. Vai ter sofrimento. É castigo, não centro de diversões.

Leia mais:  Flamengo divulga boletim dos atletas internados e um deles recebe alta do CTI

Leia também: Jornal coloca Militão no Real Madrid

– Mas…

– Calado! Já pro quarto! Se reclamar mais ainda tem o Campeonato Carioca, o Mineiro, o Gaúcho. Vai ter de assistir Botafogo e Bangu. O Brasil inteiro de muita grossura e chutão.

– Buuuuuuuáááááááááááá. Buuuuuuuuááááááááá.

Olha aí, amor. Ainda reclama do castigo . Nem mandei ver o Guarani ou a Ponte Preta. Na próxima ele vai ter de assistir a coletiva de imprensa do Roger Machado. Sem mimimi e sem chororô. Aí vai ver o que é bom pra tosse.

Fonte: IG Esportes
Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana