conecte-se conosco


Esportes

Flamengo goleia Avaí por 6 a 1 diante de 69 mil torcedores

Publicado

No jogo que encerrou a 37ª rodada do Campeonato Brasileiro, o campeão Flamengo goleou o Avaí por 6 a 1 no estádio do Maracanã diante de 69.090 torcedores.

Com a vitória desta quarta a equipe da Gávea voltou a estabelecer novos recordes em uma edição do Brasileiro disputado por 20 clubes no formato de pontos corridos: É o maior pontuador (90), alcança o maior número de vitórias (28) e tem o melhor ataque (86 gols).

O jogo

O triunfo rubro-negro começou a ser construído aos 10 minutos de partida. Após cobrança de falta ensaiada, Rafinha recebe na ponta direita, cruza para a área, Lincoln domina e toca para o uruguaio Arrascaeta, que chega chutando de primeira.

Mas o Avaí deu a falsa impressão de que reagiria. Aos 21, Lourenço acerta um chute muito forte de fora da área para vencer o goleiro César.

Com o empate o Flamengo voltou a pressionar, e empatou aos 36 minutos do primeiro tempo com Diego. O camisa 10 fez um golaço ao acertar chute colocado da entrada da área.

Mas ainda faltava o gol dele, do artilheiro Gabigol. E dois minutos depois o camisa 9 chegou a seu gol de número 25 na competição. Após receber passe de Arrascaeta, Gabigol acerta cruzado de fora da área.

O quarto veio apenas na etapa final, aos 11 minutos, quando, após boa trama do ataque do Flamengo, a bola sobra limpa para Lincoln bater na saída do goleiro Vladimir.

Leia mais:  Brasil bate Montenegro e avança para segunda fase do Mundial de basquete invicto

Porém, o melhor estava por vir. Aos 38 minutos, o ataque do Flamengo faz uma bela troca de passes que termina com gol do jovem Reinier.

E ainda deu tempo para o jovem atacante do time da Gávea fazer mais um. Aos 42 minutos Rafinha cruza na medida para Reinier apenas escorar para dar números finais ao jogo.

Goleada palmeirense

Outra equipe que goleou em casa foi o Palmeiras. O time paulista recebeu o Goiás em São Paulo e triunfou por 5 a 1.

O Palmeiras abriu o placar aos 21 minutos. Após bela jogada individual, Lucas Lima tocou em profundidade para Zé Rafael tocar na saída do goleiro.

Cinco minutos depois o esmeraldino chegou a empatar com Rafael Moura em cobrança de pênalti.

Mas depois a equipe paulista tomou conta da partida. Aos 33 minutos Dudu recebe de Zé Rafael para bater de primeira e fazer 2 a 1.

O terceiro do Palmeiras saiu aos 24 minutos da etapa final. O jovem Gabriel Veron marcou após Jean tocar para o meio da área.

Aos 36 Verón atua como garçom para Dudu fazer o quarto.

Leia mais:  Romário “homenageia” 109 anos de Corinthians com provocação

E o mesmo Verón volta a aparecer aos 44, agora superando o goleiro Tadeu e dando números finais ao confronto.

Calvário do Cruzeiro

Quem continua vivendo um calvário é o Cruzeiro. A equipe mineira foi até Porto Alegre e foi derrotada por 2 a 0 pelo Grêmio.

Com isso chega à ultima rodada da competição ocupando a zona do rebaixamento. Para conseguir fugir da Segunda Divisão em 2020, no domingo o Cruzeiro precisa derrotar o Palmeiras, e torcer por um tropeço do Ceará, que enfrenta o Botafogo.

Nesta quarta, Ferreira abriu o placar aos 23 minutos do segundo tempo. Ele marcou após receber passe de Pepê.

E o mesmo Pepê deu números finais ao jogo aos 39 minutos em cobrança de pênalti.

Empate na Fonte Nova

O único empate do dia aconteceu no confronto entre Bahia e Vasco no estádio da Fonte Nova.

O atacante Gilberto abre o placar aos 44 minutos de jogo em cobrança de pênalti.

Mas, aos 39 do segundo tempo, Marrony deixa tudo igual.

No próximo domingo acontece a última rodada do Brasileiro, com todas as partidas realizadas às 16h (horário de Brasília).

Edição: Fábio Lisboa

Comentários Facebook
publicidade

Esportes

Fórmula 1 cancela GP Brasil este ano em Interlagos

Publicado

A Fórmula 1 cancelou hoje (24) o Grande Prêmio (GP) do Brasil que ocorreria em 15 de novembro. Será a primeira vez, desde 1973, que a corrida não será realizada no país. O anúncio feito nesta sexta-feira (24) por meio de nota oficial da  Fórmula One Management, organizadora do evento. 

Além do GP do Brasil no autódromo de Interlagos, também foram cortadas da temporada deste ano outras três provas: Canadá, Estados Unidos e México. As corridas estavam previstas para acontecer entre outubro e novembro, com exceção do GP do Canadá, que seriam em em junho.

O prefeito da cidade de São Paulo, Bruno Covas, comentou a decisão durante coletiva de imprensa sobre a situação da pandemia do novo coronavírus (covid-19), em São Paulo. Covas disse que a prefeitura vai respeitar a decisão dos organizadores da Fórmula 1. No entanto, ressaltou que a capital paulista, em novembro, estará em situação melhor do que nas cidades onde já ocorreram corridas este ano. Covas afirmou ainda que as tratativas pra renovação do contrato da Fórmula 1 em Interlagos no ano que vem continuam. O contrato termina este ano.

No início deste mês, o chefe da Mercedes, o austríaco Toto Wolff, já havia se pronunciado sobre a inviabilidade de realização do GP no país. Na ocasião, ele revelou o teor da conversa que teve com o diretor executivo da F1, o norte-americano Ross Brown, sobre o risco de realizar o GP no Brasil diante do descontrole da pandemia do novo coronavírus (covid-19) no país.

Leia mais:  Wayne Rooney marca gol antológico no futebol dos EUA; assista e aplauda

Por meio de mensagem publicada o Twitter, os organizadores comentaram a decisão.

“Com a pandemia da COVID-19 em curso, significa que, infelizmente, não será possível competir no Brasil, EUA, México e Canadá este ano. Esperamos voltar na próxima temporada para as Américas para fazer um show para nossos fãs apaixonados da região.” e ainda completou em nota publicada no site – “Também queremos prestar homenagem aos nossos incríveis parceiros nas Américas e esperamos voltar com eles na próxima temporada, quando mais uma vez conseguirem emocionar milhões de fãs ao redor do mundo.”

Por meio de nota oficial, a  assessoria de comunicação da empresa Interpub, responsável pelo GP Brasil, disse: “Sobre as notícias divulgadas hoje, 24/07/2020, dando conta do cancelamento do GP Brasil de Fórmula 1 e das demais corridas das Américas, comunicamos que não recebemos até o presente momento nenhuma comunicação oficial da Federação Internacional de Automobilismo e, dessa forma, não poderemos nos manifestar”.

A Fórmula 1 deveria iniciar em março, mas teve de ser adiada por causa da explosão de casos de covid-19 pelo mundo. Ao todo, 15 provas já foram afetadas pela insegurança sanitária, sendo que sete delas (Austrália, Mônaco, França, Holanda, Azerbaijão, Cingapura, Japão, Brasil, Canadá, Estados Unidos e México) foram canceladas. Já outras quatro provas acabaram adiadas (Bahrein, Vietnã, China e Espanha).

Leia mais:  Neymar: Barcelona tenta empréstimo de dois anos com obrigação de compra

Por outro lado, mais três circuitos foram confirmados para a temporada 2020. Em Nürburgring (GP da Alemanha), acontecerá em 11 de outubro. Já o de Portimão (GP de Portugal) aparece como novidade. Ele foi agendado para 25 de outubro, e será a primeira vez que o Circuito Internacional de Algarve sediará uma corrida de F1. O país não recebia um evento de Campeonato Mundial da categoria desde 1996. Por fim, o de Ímola (GP da Emilia Romagna) está marcado para 1º de novembro, na Itália.

Com o calendário revisado devido à pandemia, os organizadores da Fórmula 1 reiteraram o objetivo de completar o Campeonato Mundial com a disputa de 15 a 18 provas. Inicialmente era previsto 22 circuitos. O encerramento da competição deverá acontecer em dezembro, em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes Unidos.

Por Rafael Monteiro – Repórter da Rádio Nacional – Rio de Janeiro

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana