conecte-se conosco


Carros e Motos

Flagra! Novo Renault Sandero é visto em frente de loja antes da estreia

Publicado

Renault Sandero preto arrow-options
Caue Lira/iG

Renault Sandero na frente de uma concessionária da marca. Rede começará a ser treinada na semana que vem


A Renault já revelou as duas primeiras fotos da linha 2020 do Sandero, que será apresentada oficialmente no fim do mês. Mas o carro ainda não havia sido visto na frente de uma das concessionárias da marca, como mostra a imagem feita pelo repórter de iG Carros, Caue Lira.

 LEIA MAIS: Renault resolve mostrar as primeiras fotos do novo Sandero antes da estreia

Conforme apuramos, o treinamento na rede começa na semana que vem e as primeiras unidades começam a chegar às lojas na primeira no início de agosto. No caso da foto acima, a versão do novo Renault Sandero é a 1.6 com câmbio manual. As que virão com a caixa automática CVT terão um novo logo na tampa traseira.  Dá para ver também as novas lanternas, que ficarão maiores e terão filete de LED.

Para ficar com aspecto mais sofisticado, o Sandero também terá LED nos faróis. E a frente receberá apenas novos detalhes na grade e no para-choque, assim como o sedã Logan. Este último passará a contar com uma inédita versão com apelo aventureiro, com vão livre do solo mais elevado, assim como a versão Stepway do hatch compacto. 

Leia mais:  Veja 5 sedãs médios seminovos pelo preço de compactos zero quilômetro

 Mais detalhes do novo Renault Sandero

Renault  Sandero azul arrow-options
Divulgação

Renault Sandero terá frente renovada, com filetes de LED nos faróis, entre as principais mudanças

O interior da dupla Logan e Sandero também deverá ter mudanças, como um novo volante multifuncional e acabamento um pouco mais caprichado para ganhar apelo na briga com rivais como VW Polo e Fiat Argo.

LEIA MAIS: Sandero RS: receita gourmet da Renault, mas com preço acessível

Além da opção do câmbio automático CVT, o conjunto mecânico deverá continuar o mesmo, o que inclui versões 1.0 (82 cv), de três cilindros e 1.6 (118 cv), ambos da família SCe, que funciona com suavidade e bom nível de eficiência. Também vai continuar sendo oferecido o Sandero RS 2.0, com motor de 150 cv e tempero apimentado, com aval do competente pessoal da Renault Sport, da França.

LEIA MAIS: Renault Sandero Stepway:  hatch aventureiro à espera de um “upgrade”

Mais detalhes da linha 2020 da dupla Renault Sandero e Logan serão divulgados no fim do mês, quando  vamos participar do lançamento da novidade. Portanto, fique ligado.

Leia mais:  Volkswagen aposenta de vez o câmbio automatizado I-Motion

Fonte: IG Carros
Comentários Facebook
publicidade

Carros e Motos

Yamaha revela criação elétrica que mistura de scooter, triciclo e patinete

Publicado

por

source

A Yamaha acaba de revelar um veículo que mistura moto, patinete e tricíclo. Com a filosofia da tecnologia Leaning Multi-Wheeled (LMW), o Tritown se baseia nas motos de três rodas apresentadas pela fabricante — como a Niken — por diversas vezes. Basta cutucar o guidão em uma direção ou outra para que a criação comece a se mover. Ou seja, praticidade e facilidade de dirigir são os seus maiores atributos. Os preços ainda não foram revelados e será voltado principalmente aos mercados da Europa e Japão.

LEIA MAIS: Comparamos os novos patinetes elétricos da Lime com os da pioneira Yellow

Yamaha Tritown arrow-options
Divulgação

Yamaha Tritown une as tecnologias desenvolvidas para as suas motos de três rodas com a micromobilidade

O triciclo da Yamaha possui um motor elétrico de 500 watts que recebe energia de uma bateria de íons de lítio de 380wh. Segundo a fabricante, o Tritown tem uma autonomia de até 32 km, com capacidade de ser recarregado por completo em menos de três horas. A velocidade máxima é de cerca de 25 km/h e pesa cerca de 40 kg. Mesmo que seja compacto, pode ser que não seja — apesar da proposta — tão fácil de ser levado no colo por aí.

Leia mais:  Renault resolve mostrar as primeiras fotos do novo Sandero antes da estreia

LEIA MAIS: Novas soluções de mobilidade geram debate sobre a necessidade do automóvel

Divisão de motos da BMW também investe na micromobilidade

BMW arrow-options
Divulgação

Outro patinete elétrico, desta vez que pode oferecer mais praticidade que o da VW: o BMW X2City

Entre outras marcas de motos, a BMW lançou, no início do ano, a nova geração do X2City, patinete elétrico , que pode chegar a 20 km/h e ser utilizado nas ciclovias europeias. A novidade já atende à nova legislação da Europa para esse tipo de veículo, por isso exige um impulso inicial de até 6 km/h para o motor elétrico entrar em funcionamento. Há, também, um pedal na que precisa ser pressionado algumas vezes para que a velocidade aumente. A autonomia é de 30 km.

LEIA MAIS: Conheça 5 apps de mobilidade no Brasil que valem a pena hoje em dia

De acordo com a BMW, uma carga completa no patinete leva cerca de duas horas e meia. E o veículo ainda oferece uma tomada USB para carregar o celular e conexão Bluetooth para futuros aplicativos. Já à venda na Alemanha, exige, tal como para as bicicletas elétricas , seguro e pode ser conduzido por quem tenha habilitação para pilotar ciclomotores. O preço é de 2.399 euros (cerca de R$ 10 mil), o que é certamente menos do que custará o crossoverzinho da Yamaha .

Leia mais:  Ducati Panigale V4 R, a moto mais cara do Brasil, acaba de chegar para encomenda

Fonte: IG Carros
Comentários Facebook
Continue lendo

Deixe sua Opinião

Como você define o governo de Mauro Mendes, até agora ?

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana