conecte-se conosco


Carros e Motos

Flagra! Novo Ford EcoSport é visto camuflado antes da estreia

Publicado


Nova geração do Ford EcoSport roda disfarçado antes da apresentação oficial, no ano que vem, na Europa
Reprodução/FordCarblog

Nova geração do Ford EcoSport roda disfarçado antes da apresentação oficial, no ano que vem, na Europa

A nova geração do Ford EcoSport
terá tudo novo. O carro passará a adotar a mesma linha adotada pelos rivais VW T-Cross e Citroën C4 Cactus, ambos com uma área frontal menor, aproximando-se do estilo de um crossover, com mais apelo esportivo. As imagens do site americano FordCarblog mostram que novo modelo será bem diferente do atual.

 LEIA MAIS: Ford EcoSport surgirá totalmente renovado e mais moderno em 2020

Apesar dos disfarces, as imagens revelam que o novo moelo terá alta linha de cintura, perderá o estepe na traseira em todas as versões e ficará mais parecido com um hatch médio com certo apelo aventureiro. Na frente, assim como no Fiesta vendido na Europa, a ampla grade do radiador está entre os destaques, bem como os faróis que dão ideia de terem saído de um esportivo. 

Na traseira, as lanternas em posição elevada e o estreito vidro traseiro lembram o estilo arrojado que começou a se espalhar entre os SUVs
a partir da chegada do Range Rover Evoque, no final da decada passada. As mudanças serão tantas que cogita-se até que o carro pode mudar de nome, passando a se chamar Puma.

Leia mais:  Projeção mostra como deverá ficar a nova geração do Hyundai Tucson

LEIA MAIS: Ford EcoSport Titanium: como anda o modelo 1.5 com pneus “run flat”?


Traseira do novo Ford EcoSport terá mais apelo esportivo e não terá estepe acoplado em nenhuma versão
Reprodução/FordCarblog

Traseira do novo Ford EcoSport terá mais apelo esportivo e não terá estepe acoplado em nenhuma versão

De qualquer forma, por dentro, haverá mais espaço para cinco ocupantes e suas respectivas bagagens, além de uma dose de sofisticação extra. Entretanto, o sistema multimidia será apenas uma versão aperfeiçoada do SYNC 3 utilizado atualmente pela Ford, com tela sensível ao toque e compatibilidade com Android Auto e Apple Cart Play. 

Mais detalhes do novo Ford EcoSport


Traseira do novo Ford EcoSport vai contar com linha de cintura alta, o que reforça seu aspecto de crossover
Reprodução/FordCarblog

Traseira do novo Ford EcoSport vai contar com linha de cintura alta, o que reforça seu aspecto de crossover

 Quanto aos novos ajustes, ainda conforme o FordCarblog, o novo crossover
deverá se destacar a suspensão com maior capacidade de absorver as irregularidades do piso sem prejudicar a estabilidade para condizer com o maior apelo esportivo do carro. Amortecedores hidráulicos e sistema multibraço na traseira deverão fazer parte do conjunto. 

Na parte mecânica, pelo menos nas versões que serão vendidas na Europa, o novo Ford EcoSport deverá contar com motor 1.5, a diesel, com cerca de 120 cv e 1.0 EcoBoost, que chegou a ser vendido no Fiesta feito no Brasil, capaz de render 125 cv, com gasolina. E no sistema de transmissão poderá estar disponível câmbio automático ou manual, ambos de seis marchas, com tração integral oferecida apenas como opcional.

Leia mais:  Mitsubishi Pajero Sport: novo SUV é “brucutu” cheio de tecnologia

LEIA MAIS: Saiba detalhes sobre o lançamento do Ford Ecosport, primeiro SUV de sucesso

Na Europa, o mais provável é que o carro seja mostrado em 2020. No mercado americano, porém, se chegar a ser aprovado, o carro chegará apenas no ano seguinte, como modelo 2022. No Brasil, espera-se que o novo Ford EcoSport
seja apresentado apenas no final do ano que vem, durante o Salão do Automóvel, no São Paulo Expo. 

Fonte:  FordCarblog

Comentários Facebook
publicidade

Carros e Motos

Laboratório afirma ter remédio contra Covid

Publicado

por

pcional e pode salvar vidas após ser aprovado pela agências reguladoras. Nós estamos trabalhando dia e noite para que esse produto seja aprovado e disponibilizado ao público”, disse Henry Ji em comunicado aos investidores.

Os testes foram conduzidos em laboratório, com o vírus in vitro. Agora, a Sorrento pretende pedir aos agentes reguladores da saúde nos Estados Unidos prioridade na liberação do medicamento, para que o remédio chegue o mais rápido possível à população.

De acordo com o laboratório, a fábrica em San Diego tem capacidade para produzir 200 mil doses do medicamento por mês. Antes mesmo da aprovação da droga, a Sorrento vai produzir 1 milhão de doses.

O anúncio foi bem recebido na bolsa Nasdaq, onde a empresa é listada. As ações da Sorrento estavam em alta de 161% na bolsa americana de tecnologia.

Comentários Facebook
Leia mais:  Skoda Kamiq europeu antecipa características do futuro SUV médio da VW
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana