conecte-se conosco


Entretenimento

Filósofo esloveno vê antifeminismo em desfecho de Daenerys em “Game of Thrones”

Publicado

Slavoj Žižek, prestigiado filósofo esloveno, aproveitou o final de “Game of Thrones” para fazer uma crítica reflexiva, em sua Coluna no Blog Boi Tempo , sobre a última temporada da série e deixou claro a insatisfação, principalmente, com o desfecho de Daenerys (Emilia Clarke).

Leia também: George R. R. Martin fala sobre desfecho da série de livros de “Game of Thrones”


Game of Thrones
Divulgação

Daenerys em “Game of Thrones”

O pensador ressalta que a indignação pelo fim decepcionante de ” Game of Thrones ” é além do enredo ruim, mas também pela psicologia ruim, que transforma a personagem de  Emilia Clarke em Rainha Louca e, segundo ele, não se justifica em termos da trajetória da personagem.

Leia também: Os problemas com Bran, o quebrado, como Rei ao fim de “Game of Thrones”

filósofo  diz ainda que os espectadores insatisfeitos têm um problema com embate do conflito interno entre Daenerys e os Stark. “Ela combina a rejeição de uma transformação radical com um velho tema antifeminista verificado nas obras de Hegel, Schelling e Wagner”, escreve ele. 

Leia mais:  Com Iza confirmada, Lollapalooza Brasil divulga horário das atrações

Slavoj ainda fez questão de criticar a postura que foi dada a personagem em seu diálogo com Jon Snow (Kit Harington). Segundo ele, o ponto mais baixo do diálogo é o momento em que a Mãe dos Dragões diz a Jon que se ele não consegue amá-la enquanto rainha, que reinaria o medo, classificando como um arquétipo embaraçosamente vulgar da mulher sexualmente insatisfeita que explode em fúria destrutiva.

Insatisfeito com o desfecho da personagem, principalmente com as explosões assassinas dela, ele reflete que tais ações são justificáveis quando o enredo é escrito por dois homens. “Rainha tresloucada é rigorosamente uma fantasia masculina”, garante Žižek.

Leia também: Como fica o hábito de ver séries depois do fim de “Game of Thrones”?

Ele ainda faz uma ponte entre Cersei (Lena Headey) e Daenerys, observando que, na série, ainda que a boa vença, o poder corrompe a mulher. Slavoj ainda cita o desaparecimento de Arya (Maisie Williams) e a permanência de Sansa (Sophie Turner), concluindo que marginalização das mulheres é um momento chave da lição liberal-conservadora geral do último episódio de ” Game of Thrones “.

Leia mais:  Nasce Raduan, filho de Laila e Jamil em “Órfãos da Terra”

Fonte: IG Delas
Comentários Facebook
publicidade

Entretenimento

Filme “Tubarão” terá exibição com trilha sonora ao vivo no MIS

Publicado

por

source

Os fãs de “Tubarão” (1975), clássico de Steven Spielberg, já podem comemorar, porque no próximo domingo, 22 de setembro, o longa vai ganhar um especial no Museu da Imagem e do Som (MIS), em São Paulo.

Leia também: Os dez melhores piores filmes de tubarão já produzidos

arrow-options
Divulgação/ Columbia Pictures do Brasil

“Tubarão”

No Cinematographo do museu, a trilha sonora de “ Tubarão ” vai ganhar força ao ser reproduzida ao vivo pelo Koogu, projeto instrumental desenvolvido pelos músicos Henrique Geladeira, Gustavo Rocha e Daniel Garça.

Leia também: Dez filmes com tubarão para assistir depois de “Megatubarão”

O evento consolida a parceria entre o MIS e a Sony Pictures Home Entertainment, a fim de se trazer grandes clássicos da sétima arte à programação do museu, na intenção de resgatar a atmosfera das primeiras sessões de cinema.

Primeiro single de João Diniz

João Diniz arrow-options
Duh Marinho

João Diniz

Na última terça-feira (17), João Diniz, nova revelação do samba, lançou seu primeiro single, Gosto tanto de você, com direito a videoclipe em preto e branco; assista:

Leia mais:  “Gostaria de ganhar igual a Eliana”, diz Patricia Abravanel a Silvio Santos

Filho de Mauro Diniz, um dos cavaquinistas mais requisitados do meio, o gosto pelo ritmo é de família, pois João Diniz também é neto do sambista e compositor Monarco. Vale ressaltar que o cantor ainda tem Zeca Pagodinho como um de seus padrinhos na música.

Ronnie Von abre sua mansão

Na próxima sexta-feira (20), às 15h30, na TV Aparecida , Ronnie Von recebe Claudete Troiano em sua mansão, na capital paulista. Além de apresentar a residência, com direito a horta e criação de peixes e aves, ele também bateu um papo com a apresentadora.

Ao lado da esposa, Kika, Ronnie falou sobre sua história familiar, as superações pessoais, as paixões, carreira artística e sobre fé. Declarando que “um homem sem fé não é nada”, ele recebeu da apresentadora e da equipe da emissora, uma imagem de Nossa Senhora Aparecida.

À vontade, ele ainda se rendeu ao fogão junto com a filha Alessandra Von, que atualmente integra o time de culinaristas do programa apresentado por Claudete Troiano, e preparou um prato especial, que será revelado somente durante o programa “Santa Receita”. 

Leia mais:  Netflix deve se unir a grandes estúdios em órgão de regulamentação do cinema

Leia também: Ronnie Von diz que Gazeta não teve coragem de assumir falta de dinheiro

The Doors na série “Álbuns Clássicos”

The Doors arrow-options
Divulgação/ Curta!

The Doors

A musicalidade nesta Coluna não é exclusividade de “ Tubarão ”, porque na próxima segunda-feira (23), às 23h, o rock psicodélico de The Doors chega a série “Álbuns Clássicos”, no canal Curta! . A produção traz à tona o álbum de estreia da banda, em 1967, e conta com depoimentos dos ex-integrantes do do grupo – Ray Manzarek, Robby Krieger e John Densmore, além de imagens de arquivo que ajudam a contar a história da formação da banda e da gravação de cada faixa desse primeiro álbum.

Fonte: IG Delas
Comentários Facebook
Continue lendo

Deixe sua Opinião

Como você define o governo de Mauro Mendes, até agora ?

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana