conecte-se conosco


Esportes

Filho de Michael Schumacher tem o mesmo estilo do pai, diz chefe da Ferrari

Publicado


Mick Schumacher usando as cores da Ferrari
Reprodução / Fórmula 1

Mick Schumacher usando as cores da Ferrari

O novo chefe da Ferrari, Mattia Binotto, afirmou nesta sexta-feira (27) que o filho do heptacampeão mundial de Fórmula 1 Michael Schumacher, Mick Schumacher
, possui o mesmo estilo de trabalhar do pai.

Leia também: Michael Schumacher pode realizar sonho anos após grave acidente de esqui

Binotto está desde 1995 na escuderia italiana e trabalhou em diversas funções na Ferrari
, como por exemplo engenheiro de motores da equipe de testes. O dirigente também conhece bem as características de Schumacher
, que chegou na equipe em 1996 e conquistou cinco títulos mundiais.

“A primeira vez que eu o vi em Maranello depois de muitos anos, quando ele voltou, não achei que ele era parecido com Michael [em termos de aparência]. Mas a maneira como ele se comporta é muito parecida: como ele aborda o que faz e como ele se interessa pelo carro, pelas discussões com os engenheiros”, disse Binotto.

“Mesmo quando ele está em Maranello, ele está sempre na oficina olhando o carro, falando com os mecânicos. E acho que nesse sentido ele é muito parecido com o pai”, continuou o suíço naturalizado italiano.

Leia mais:  Multa de R$ 48 milhões pode colocar Arena do Corinthians, em Itaquera, no Serasa

Leia também: Fórmula 1 chega à marca de 1000 corridas , relembre curiosidades e números

O chefão da Ferrari preferiu não realizar comparações sobre o piloto, já que Mick foi recentemente promovido da Fórmula 3 europeia para a Fórmula 2. No entanto, Binotto avaliou que o primeiro teste na Ferrari do filho de Schumacher
foi “positivo”

Comentários Facebook
publicidade

Esportes

Martine Grael e Kahena Kunze estarão em Tóquio 2020

Publicado

por

As campeãs olímpicas Martine Grael e Kahena Kunze garantiram, no último final de semana, a participação na próxima edição dos Jogos Olímpicos. A vaga, em Tóquio, na disputa da classe 49er FX de vela, foi garantida no mundial realizado em Geelong (Austrália).

As brasileiras, que ficaram com o ouro nos Jogos do Rio (2016), carimbaram o passaporte para Tóquio ao terminarem o mundial na 12ª posição.

Além de Martine e Kahena, o final de semana também foi de classificação olímpica para Marco Grael e Gabriel Portilho. Eles defenderão o Brasil na classe 49er ao encerrarem o Mundial de Geelong na 13ª posição.

Edição: Fábio Lisboa

Comentários Facebook
Leia mais:  Destaque do Palmeiras na estreia, Scarpa espera ser titular contra o Melgar
Continue lendo

Deixe sua Opinião

Como você define o governo de Mauro Mendes, até agora ?

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana