conecte-se conosco


Carros e Motos

Ferrari F8 Tributo, sucessora da 488 GTB, é revelada. Estará no Salão de Genebra

Publicado


Ferrari F8 Tributo será uma das principais do Salão de Genebra 2019, entre 7 e 17 de março, na Suíça
Divulgação

Ferrari F8 Tributo será uma das principais do Salão de Genebra 2019, entre 7 e 17 de março, na Suíça

A novíssima Ferrari F8 Tributo é revelada para se apresentar no Salão Automóvel de Genebra 2019, que será aberto ao público entre 7 e 17 de março. Em 2015, quando a marca de supercarros lançou a 488 GTB como substituta do 458 Italia, o alvoroço foi tremendo. Para o evento deste ano, o 488 passará o bastão para a novidade, que traz como destaque o motor V8 biturbo mais poderoso já feito pela Ferrari.

LEIA MAIS: Lamborghini Hucaran Evo surge em nova versão Spyder no Salão de Genebra 

Desenvolve 720 cv e 73,4 kgfm com o seu motor V8 de 3,9 litros sobrealimentado. A nova Ferrari F8 Tributo do Salão de Genebra 2019  conta com a mesma configuração da Ferrari Pista, mas tem 50 cv e 1 kgfm a mais que a Ferrari 488 GTB que sai de linha. COm isso, acelera até 100 km/h em 2,9 segundos , e até 200 km/h em 7,8 segundos. A novivade chega aos mesmos 340 km/h da Pista.

Leia mais:  A nova de Elon Musk: Tesla vai liberar patentes para concorrentes

LEIA MAIS: Skoda Kamiq europeu antecipa as características do futuro SUV médio da VW

O que mais destaca a nova Ferrari do Salão de Genebra 2019?


Outro motivo para que conseguisse esse desempenho se deve à uma redução de peso. Perdeu bons 40 quilos e agora pesa apenas 1.330 kg, com todas as opções leves incluídas. Além disso, tem uma aerodinâmica 10% mais eficiente. Tudo isso promete uma melhora brutal ao virar tempos em pista.

LEIA MAIS: VW antecipa imagens e detalhes do novo SUV T-Roc R, atração do Salão de Genebra

O visual reestilizado não é apenas mais elegante do que nunca, mas também abre caminho para uma nova linguagem de design da equipe de Maranello em alusão ao modelo 308 GTB original, dos anos 80. Como se não bastasse, a rica herança da Ferrari é visível também na parte de trás, onde a tampa do motor Lexan faz tributo à icônica F40.

LEIA MAIS: Audi revela a nova linha de novos carros híbridos para o Salão de Genebra 2019

Leia mais:  Saiba detalhes como ficará a nova geração da picape Fiat Strada

Com o lançamento da F8 Tributo , o interior agora traz saídas de ar redondas e um novo volante. Os controles também são novos, assim como as laterais das portas e a tela sensível ao toque de sete polegadas no lado do passageiro. É só ver o quão belo é o seu interior, algo que certamente os visitantes do Salão de Genebra 2019 deverão apreciar bastante.


Para saber de mais novidades, siga o iG Carros nas redes sociais do Facebook e do Instagram

Fonte: IG Carros
Comentários Facebook
publicidade

Carros e Motos

Pioneiro no Brasil, VW Golf “Mk3” inovou em segurança

Publicado

por

source

Motor Show

VW Golf arrow-options
Divulgação

VW Golf da terceira geração foi a primeira a chegar ao Brasil oficialmente, em meados dos anos 90

Como parte da contagem regressiva para o lançamento do novo Golf, a Volkswagen começou a relembrar na Europa os destaques de cada uma das gerações do modelo. Lançado na Europa em 1991, o Golf de terceira geração foi o primeiro a chegar oficialmente ao Brasil e inovou com uma série de equipamentos de segurança.

LEIA MAIS: VW Golf ganha três versões de despedida da atual 7ª geração

O VW Golf Mk3, como é popularmente conhecido, foi o primeiro a contar com airbags frontais e a opção das bolsas infláveis laterais. Outra novidade foi o motor VR6, o primeiro seis cilindros usado no hatch. O carro vendido na Europa foi ainda o primeiro equipado com freios ABS de série em todas as versões.

VW Golf arrow-options
Divulgação

VW Golf III vinha com airbag duplo de série, algo que seria obrigatório nos modelos nacionais a partir de 2014

No Brasil, o Golf Mk3 foi lançado em 1994. Importado do México, era trazido inicialmente apenas na versão esportiva GTI de duas portas, que trazia um motor 2.0 de 115 cv. No ano seguinte, a linha cresceu com a adição da versão de luxo GLX (que trazia o mesmo motor do GTI) e do básico GL, equipado com um motor 1.8 de 90 cv e que, curiosamente, foi trazido da Alemanha em seu primeiro ano no mercado brasileiro. Uma raridade eram as versões GTI VR6 , que traziam o motor 2.8 de 174 cv.

Leia mais:  Jeep Renegade e Compass entrarão para lista dos carros híbridos plug-in

LEIA MAIS: Avaliamos o VW Golf GTE, versão híbrida com autonomia de até 900 km

A terceira geração do VW Golf hatch ficou em linha até 1997 (Europa) e 1999 (México). Já o conversível Cabrio seguiu até 2002, tendo recebido um facelift para ficar parecido com o hatch de quarta geração. No mercado brasileiro, o Mk3 foi substituído em 1998 pelo Mk4, que inicialmente era importado mas acabou se tornando o 1º a ganhar produção local.

Fonte: IG Carros
Comentários Facebook
Continue lendo

Deixe sua Opinião

Como você define o governo de Mauro Mendes, até agora ?

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana