conecte-se conosco


Esportes

Famoso por causa de Messi, menino afegão foge de casa após ameaças do Talibã

Publicado


Murtaza roubou a cena em amistoso disputado em Doha, no Catar, e se encontrou com Messi
Divulgação

Murtaza roubou a cena em amistoso disputado em Doha, no Catar, e se encontrou com Messi

A família do pequeno Murtaza Ahmadi, fã do craque argentino Lionel Messi, precisou fugir de sua residência, na província de Ghazni, no Afeganistão, por conta de novas ameaças feitas pelo grupo extremista Talibã. 

Leia também: Briga entre Messi e Piqué escancara crise no vestiário do Barcelona

Em entrevista à rede de notícias “BBC”, a família do menino confirmou a fuga para a capital Cabul e disse que Murtaza começou a receber constantes ameaças após ter virado sensação mundial por ter se encontrado com Messi
.

“Homens armados vieram e nos disseram: ‘Vocês ficaram ricos, nos entreguem o dinheiro que o Messi lhes deu ou nós levaremos seu filho’”, revelou Shafiqa, a mãe de Murtaza Ahmadi
.

Ela também informou que, na pressa de fugir do Talibã
, ninguém da família conseguiu levar seus objetos pessoais, inclusive a camisa da Argentina autografada que Messi dera para seu pequeno fã.

Leia também: Pep Guardiola revela que ‘nunca na vida’ pediu a contratação de Lionel Messi

Leia mais:  Mãe de CR7 o defende de estupro: “Quando ela foi lá, não era pra jogar cartas”

“Sinto saudades do Messi, espero vê-lo novamente”, disse Murtaza, que atualmente está com sete anos de idade.


Murtaza Ahmadi  ficou conhecido por usar uma camisa de Messi feita com sacola plástica
Reprodução

Murtaza Ahmadi ficou conhecido por usar uma camisa de Messi feita com sacola plástica

O menino e sua família fazem parte da minoria étnica hazara, que é perseguida pelos membros do grupo extremista. Dois anos atrás, eles haviam fugido para o Paquistão, mas foram forçados a voltar pela falta de dinheiro.

Murtaza ficou famoso mundialmente ao ser fotografado com uma camisa do astro do Barcelona feita com sacola plástica.

Leia também: Ex-preparador argentino defende Messi: “Deveria ter se naturalizado espanhol”

Em janeiro de 2016, o pequeno recebeu uma camisa oficial da seleção da Argentina autografada por seu ídolo. Além disso, ele também realizou seu sonho de encontrar Lionel Messi
em um jogo festivo realizado no Catar.

a onclick=”ga(‘send’, ‘event’, ‘365 Scores’, ‘clicked’, ‘http://m.onelink.me/ce4a522a’,1,’true’);” href=”http://m.onelink.me/ce4a522a” title=”Clique e baixe o 365Scores para ter resultados, dados, notícias, tempo real, vídeos e muito mais” target=”_blank”

Clique e baixe o 365Scores para ter resultados, dados, notícias, tempo real, vídeos e muito mais

Comentários Facebook
publicidade

Esportes

Martine Grael e Kahena Kunze estarão em Tóquio 2020

Publicado

por

As campeãs olímpicas Martine Grael e Kahena Kunze garantiram, no último final de semana, a participação na próxima edição dos Jogos Olímpicos. A vaga, em Tóquio, na disputa da classe 49er FX de vela, foi garantida no mundial realizado em Geelong (Austrália).

As brasileiras, que ficaram com o ouro nos Jogos do Rio (2016), carimbaram o passaporte para Tóquio ao terminarem o mundial na 12ª posição.

Além de Martine e Kahena, o final de semana também foi de classificação olímpica para Marco Grael e Gabriel Portilho. Eles defenderão o Brasil na classe 49er ao encerrarem o Mundial de Geelong na 13ª posição.

Edição: Fábio Lisboa

Comentários Facebook
Leia mais:  “Quando o Pelé estavabravo tínhamos a certeza de gols”
Continue lendo

Deixe sua Opinião

Como você define o governo de Mauro Mendes, até agora ?

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana