conecte-se conosco


Mato Grosso

Família pula de Hilux em movimento para pedir socorro a polícia militar

Publicado

Um casal e suaa filha de seis anos foram vítimas de roubo seguido de sequestro na noite de quarta-feira (28.11), no bairro Módulo 5, em Juína (a 732 km de Cuiabá). Depois que roubarem diversos produtos da casa, os cinco criminosos saíram da casa em uma picape Hilux da família, levando as vítimas como reféns. Quando passavam em frente à delegacia, o casal pulou do veículo em movimento, junto com a filha, e entrou gritando por socorro aos policiais. A família teria sido abordada quando chegava em casa.

Os policiais saíram em buscas para encontrar os suspeitos. Nas imediações da Rua Aripuanã, suspeitos em outro veículo que daria apoio aos criminosos, trocaram tiros com uma equipe da Força Tática.

A casa da namorada do suspeito Cristian Willian da Silva Rosa, 21 anos, que mora no bairro, também foi cercada na tentativa de localizar os indivíduos. Ela revelou que teria visto ele em companhia de outros rapazes nesse mesmo dia e informou onde o namorado mora.

Leia mais:  Começa fase de entrevistas para Planejamento Estratégico da Segurança Pública

No endereço estavam alguns dos suspeitos, e no local havia várias pichações alusivas a facção criminosa e o nome de Willian e Dalino, que se trata de Dalino Marques da Silva, 21.

Na delegacia os suspeitos foram reconhecidos pelas vítimas, sendo os conduzidos Luiz Fernando da Silva Rosa, 20, Dalino Marques da Silva, e os foragidos (por meio de fotografias) Cristian Willian e André Flores de Oliveira, 23.

A Hilux da vítima foi localizada abandonada e o Palio dos suspeitos foi apreendido, nas proximidades da Rua Aripuanã e Juara. Comprovantes de pedágio da rodovia de Jangada estavam no Palio, o que, segundo o boletim de ocorrência, comprova que os autores do crime teriam ido de Cuiabá para a cidade, no veículo Palio roubado (conforme registros policiais).

Alguns pertences da família, como televisão de 42 polegadas, várias peças de roupas e três celulares foram recuperados. Outros não, como jóias, uma bota de couro de jacaré e uma motocicleta Honda Broz vermelha.

Foram apreendidos um revólver calibre 32 e uma mochila com chave de fenda, alicate e chave de boca.

Leia mais:  Segunda etapa da vacinação contra sarampo começa nesta segunda-feira (18)

Óbito

Após o roubo seguido de sequestro, alguns dos suspeitos fugiram se escondendo em uma área de preservação permanente que separa os bairros Módulo 5 e Módulo 6, em Juína. Policiais militares e civis cercaram á área para capturar os envolvidos, quando por volta das 4h30 da madrugada desta quinta-feira (29.11) visualizaram um deles, com arma. O suspeito resistiu entrando em confronto com a polícia, o que resultou em sua morte. Ele não foi identificado oficialmente, mas segundo amigos em redes sociais, trata-se de L.V.C.J.G.

Além do revólver 32, foram apreendidas quatro munições, sendo duas delas intactas que ficaram em poder do perito criminal. O armamento utilizado pelos policiais militares também foi apreendido para os encaminhamentos necessários.

Comentários Facebook
publicidade

Mato Grosso

Servidor é preso por roubar pneus novos utilizados em caminhões e retroescavadeiras

Publicado

Foram desviados pelo menos 12 pneus novos utilizados em caminhões e retroescavadeiras, causando um prejuízo de aproximadamente R$ 35 mil.

Um servidor público suspeito de desviar pneus de veículos da prefeitura de Barra do Garças, a 516 km de Cuiabá, prestou esclarecimentos na delegacia do município. Segundo a Polícia Civil, ele deve responder pelo crime de peculato.

As investigações começaram no dia 22 de março, quando o prefeito Adilson Gonçalves de Macedo registrou um boletim de ocorrência denunciando o suposto desvio.

O delegado Wilyney Santana Borges disse que várias buscas foram realizadas, até que o suspeito acabou confessando o crime. Em depoimento, ele contou que os pneus foram repassados para um comerciante como parte do pagamento na aquisição de um carro dele de luxo.

Os pneus desviados eram de veículos da Secretaria Municipal de Urbanismo.

De acordo com a polícia, nas investigações, foi apurado que pneus adquiridos para serem utilizados nas automóveis da secretaria foram desviados nos meses de novembro e dezembro de 2020, por um servidor  que exercia funções no setor de frotas da Secretaria Municipal do Meio Ambiente.

Leia mais:  Segunda etapa da vacinação contra sarampo começa nesta segunda-feira (18)

Segundo o delegado, os indícios apontados no inquérito indicam que foi possível constatar o desvio de pelo menos 12 pneus novos utilizados em caminhões e retroescavadeiras, causando um prejuízo de aproximadamente R$ 35 mil.

A Polícia Civil informou que o investigado pela venda dos pneus deverá responder ação penal pelo crime de peculato, vez que na época dos desvios, exercia o cargo de funcionário público. Já o comerciante que recebeu os pneus desviados, em troca de pagamento, responderá pelo crime de receptação.

A delegacia de Barra do Garças continua as investigações para saber se havia a conivência ou participação de outros servidores municipais, envolvidos no caso dos pneus desviados.

Por G1 MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana