conecte-se conosco


Tecnologia

Falha de segurança vaza dados pessoais de alunos da Anhembi Morumbi

Publicado

Olhar Digital

Uma falha de segurança no sistema que gera boletos de mensalidade da universidade Anhembi Morumbi fez com que dados pessoais de alunos da instituição ficassem vulneráveis na internet.

Como modelos de computador simulam a propagação do coronavírus

A brecha foi relatada ao Olhar Digital  através de um e-mail enviado por um remetente que preferiu não se identificar.

Segundo a mensagem, informações como nome completo , endereço , telefone , data de nascimento e até mesmo a taxa mensal de pagamento dos clientes estariam ao alcance de terceiros na plataforma.

Campus Anhembi Morumbi arrow-options
Reprodução

Campus Anhembi Morumbi



A falha permitia a manipulação do ID dos boletos. Este código de identificação é emitido em ordem sequencial. Assim, com uma simples alteração do número no navegador era possível acessar qualquer outro documento gerado pelo sistema.

Um robô poderia, por exemplo, acessar, coletar e armazenar os dados de todos os alunos presentes nos arquivos dos boletos. O acesso ao portal requer apenas o CPF e a data de nascimento de um aluno ou ex-aluno da universidade.

Leia mais:  10 vezes em que Star Trek previu o futuro

Uber permite chamar carro por ligação telefônica

Em nota ao Olhar Digital , a Universidade Anhembi Morumbi disse que “apurou o caso e já tomou todas as medidas cabíveis para a correção”. A instituição também afirmou que “dedica investimentos e esforços redobrados na manutenção dos sistemas de segurança da informação, garantindo a confidencialidade dos dados acadêmicos, bem como de seu corpo discente, docente e administrativo.”.

O comunicado não esclarece se os alunos foram informados sobre a falha de segurança .

Comentários Facebook
publicidade

Tecnologia

Xiaomi lança trena a laser que pode medir até 40 metros de distância

Publicado

por

Olhar Digital

A Xiaomi é uma empresa conhecida principalmente por conta dos seus smartphones que alinham desempenho com preços mais acessíveis, sobretudo no Brasil . Porém, a marca possui uma variedade gigante de produtos, muitos existentes apenas em mercados alternativos, como Índia e a própria China .

Estoque do Xiaomi Mi 10 acaba em um minuto na China

Cama, capacete, mochila, bebedouro para gatos e diversos eletrodomésticos são apenas alguns exemplos. Agora, a empresa anunciou mais uma novidade: uma trena a laser .

Reprodução

O dispositivo é mais voltado para profissionais de obras e segmentos que necessitam medir distâncias longas e precisas . O Xiaomi Duka tem a capacidade de medir até 40 metros.

Anatel limita número de chips pré-pagos por CPF; entenda o motivo

Em comunicado, a empresa afirma que “não será mais preciso pedir ajuda para medir o seu quarto, algum objeto ou até mesmo ferramentas de trabalho. O novo dispositivo oferece medição precisa usando um laser de alta potência”.

Reprodução

A bateria do equipamento é surpreendente. Com 200 mAh, é possível fazer até 3.500 medições por carga. A trena é feita inteiramente de alumínio e, além de distância, é possível calcular o volume de salas , ângulos , diagonais e muito mais. O Xiaomi Duka vai ser vendido na China e na Europa com preço de 23 euros, aproximadamente R$ 111. Não há previsão para lançamento no Brasil .

Leia mais:  Conheça o BM10: um mini celular do tamanho de um pendrive

Comentários Facebook
Continue lendo

Deixe sua Opinião

Como você define o governo de Mauro Mendes, até agora ?

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana