conecte-se conosco


Política

Europa já tem mais de 50 mil mortos por causa do novo coronavírus

Publicado

Balanço da agência de notícias France Presse indica que 85% das mortes aconteceram na Itália, Espanha, França e Reino Unido.

A pandemia do novo coronavírus já matou mais de 50 mil pessoas na Europa, segundo um balanço da agência de notícias France Presse (AFP) divulgado na manhã desta segunda-feira (6). Quase 85% dessas mortes aconteceram na Itália, Espanha, França e Reino Unido.

Com um total de 50.209 mortos e 675.580 casos oficialmente declarados, a Europa é o continente mais afetado pela pandemia de Covid-19. A Itália, com 15.877 mortos, e a Espanha, com 13.055, são os países mais afetados. A França registrou 8.078 mortes e o Reino Unido, 4.934.

No domingo (5), a Itália registrou 525 mortes por causa do novo coronavírus. O número foi o mais baixo em duas semanas.

A Espanha registrou 637 mortes nas últimas 24 horas, o quatro dia consecutivo de queda nos óbitos e o menor número de mortos em 13 dias. As medidas obrigatórias de confinamento, que começaram em 14 de março, foram prorrogadas até o dia 25 de abril.

Leia mais:  Vereadores participam do lançamento da obra do barracão do pequeno produtor

Desde a entrada em vigor do estado de emergência, os quase 47 milhões de espanhóis vivem confinados em suas casas. Estão autorizados apenas a irem trabalhar, na impossibilidade de fazê-lo de forma remota, ou sair para realizar atividades básicas, como comprar comida ou remédios.

Moradores confinados da cidade de Ronda, na Espanha, no dia 5 de abril de 2020 — Foto: Jon Nazca/ReutersMoradores confinados da cidade de Ronda, na Espanha, no dia 5 de abril de 2020 — Foto: Jon Nazca/Reuters

Comentários Facebook
publicidade

Mato Grosso

A cada três dias, um veículo é incendiado por falta de manutenção na rodovia 163

Publicado

por

Um incêndio a veículo é registrado a cada três dias, em média, na BR-163/MT, colocando em risco a segurança de quem trafega pela rodovia e prejudicando o meio ambiente. A situação poderia ser evitada com a realização da manutenção preventiva antes de seguir viagem. Desde o início do funcionamento dos serviços operacionais da Rota do Oeste, em setembro de 2014, as equipes atenderam mais de 800 ocorrências desta natureza, 52 delas somente este ano, de 1º de janeiro a maio.

Com a aproximação do período de estiagem em Mato Grosso e o consequente aumento no número de queimadas no estado, o gerente de Operações da Concessionária, Wilson Ferreira, chama a atenção para a situação e reforça aos motoristas a importância da manutenção veicular, especialmente quando for percorrer longas distâncias.

“A incidência de registros não é irrisória e chama a atenção a exposição ao perigo, tanto do motorista quanto de terceiros. Como estamos no período mais seco do ano, devemos ficar mais atentos, pois a vegetação fica mais seca e a umidade do ar muito baixa, o que pode agravar a situação em um caso de incêndio a veículos às margens da rodovia, especialmente com as características da BR-163, que conta com vegetação intensa”, explica.

Leia mais:  Cidadão que pedir nota fiscal vai poder abater porcentagem na hora de pagar IPVA

Na maioria dos casos, as chamas nos veículos são provocadas por curto circuito e problemas na parte elétrica. Situações que poderiam ser sanadas em uma revisão veicular de rotina ou antes de seguir viagem. Ferreira alerta ainda sobre a importância de os motoristas recorrerem a empresas que oferecem serviço especializado e de qualidade para evitar transtornos.

“A instalação de equipamentos e acessórios adicionais também podem resultar em sobrecarga do sistema elétrico e iniciar um incêndio. Por isso, a orientação é sempre procurar um profissional de confiança para evitar um problema maior, como ficar parado na rodovia ou mesmo correr o risco de ter o veículo danificado pelas chamas”, orienta.

Atendimentos – Se durante a viagem pela BR-163 o motorista perceber fumaça no motor do veículo, a recomendação é estacionar em local seguro, se afastar do veículo e acionar as equipes da Rota do Oeste para adotar as providências cabíveis. Os serviços da Concessionária podem ser solicitados por meio do 0800 065 0163, nas bases de atendimento ao usuário ou nas praças de pedágio.

Leia mais:  ALMT debate mediação escolar com especialistas em educação inclusiva

A empresa dispõe de viaturas de inspeção, caminhões pipa e unidades de atendimento médico ao longo dos 850,9 quilômetros sob concessão. Os serviços prestados são custeados pelo valor arrecadado nas praças de pedágio, sem qualquer cobrança adicional ao motorista.

Comentários Facebook
Continue lendo

Deixe sua Opinião

Como você define o governo de Mauro Mendes, até agora ?

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana