conecte-se conosco


Mato Grosso

Estudantes apresentam projetos de saúde, sustentabilidade e tecnologia

Publicado

Pesquisas nas áreas de saúde, sustentabilidade e tecnologia estão sendo expostas na XI Mostra Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação (MECTI) por alunos, representantes de 11 municípios, que foram selecionados para participar do evento em Cuiabá.

A coordenadora de Popularização da Ciência da Secretaria de Ciência Tecnologia e Inovação, Fernanda Paiva, explicou que o objetivo da mostra é estimular a iniciação científica dos alunos.

“O evento consiste em uma feira científica, onde as pesquisas estão sendo expostas pelos alunos das escolas da rede pública e privada do Estado e o projeto que tiver a maior pontuação irá ganhar uma bolsa de intercâmbio para os Estados Unidos, financiada pelo nosso parceiro Instituto Farmum”, afirmou Fernanda.

A mostra é dividida em três categorias “Ciências”, “Engenharia” e “Economia Criativa” e os seis melhores projetos serão premiados com notebook e tablets. Além disso, haverá premiação de 12 bolsas de Iniciação Científica Júnior (ICJ), financiadas pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Mato Grosso (Fapemat).

De Campo Verde, o aluno da Escola Estadual Alice Barbosa Pacheco, José Augusto Schmorantz, apresentou o “Alimentador Automático para Animais”, criado com peças recicláveis, utilizando um balde, um temporizador digital, um prato de microondas, dois joelhos e um cano de PVC.

Leia mais:  Procon-MT alerta que prazo para corte é 60 dias após notificação

“O dono do animal irá estipular quantas vezes ele irá se alimentar e qual será a quantidade. Fiz esse projeto pensando em evitar o desperdício de ração e na segurança alimentar do animal”, contou.

Outro projeto apresentado foi o “Babaçu: Alternativa de Complementação de Renda”, da estudante da Escola Técnica de Tangará da Serra, Ligia Apodonepá. “Esse fruto é completamente sustentável, desde as folhas da palmeira até a casca do coco, que, devidamente preparada, fornece um eficiente carvão, fonte exclusiva de combustível. Isso é uma nova perspectiva de vida, inclusive para os jovens, que até então não tinham muitas alternativas de trabalho na região”, pontuoou.

A mostra vai até sexta-feira (25.10), simultaneamente à 16ª Semana Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação, realizada pela Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (Seciteci), com entrada gratuita.

Comentários Facebook
publicidade

Mato Grosso

Servidor é preso por roubar pneus novos utilizados em caminhões e retroescavadeiras

Publicado

Foram desviados pelo menos 12 pneus novos utilizados em caminhões e retroescavadeiras, causando um prejuízo de aproximadamente R$ 35 mil.

Um servidor público suspeito de desviar pneus de veículos da prefeitura de Barra do Garças, a 516 km de Cuiabá, prestou esclarecimentos na delegacia do município. Segundo a Polícia Civil, ele deve responder pelo crime de peculato.

As investigações começaram no dia 22 de março, quando o prefeito Adilson Gonçalves de Macedo registrou um boletim de ocorrência denunciando o suposto desvio.

O delegado Wilyney Santana Borges disse que várias buscas foram realizadas, até que o suspeito acabou confessando o crime. Em depoimento, ele contou que os pneus foram repassados para um comerciante como parte do pagamento na aquisição de um carro dele de luxo.

Os pneus desviados eram de veículos da Secretaria Municipal de Urbanismo.

De acordo com a polícia, nas investigações, foi apurado que pneus adquiridos para serem utilizados nas automóveis da secretaria foram desviados nos meses de novembro e dezembro de 2020, por um servidor  que exercia funções no setor de frotas da Secretaria Municipal do Meio Ambiente.

Leia mais:  Sejudh inicia formação de novos servidores do Sistema Penitenciário

Segundo o delegado, os indícios apontados no inquérito indicam que foi possível constatar o desvio de pelo menos 12 pneus novos utilizados em caminhões e retroescavadeiras, causando um prejuízo de aproximadamente R$ 35 mil.

A Polícia Civil informou que o investigado pela venda dos pneus deverá responder ação penal pelo crime de peculato, vez que na época dos desvios, exercia o cargo de funcionário público. Já o comerciante que recebeu os pneus desviados, em troca de pagamento, responderá pelo crime de receptação.

A delegacia de Barra do Garças continua as investigações para saber se havia a conivência ou participação de outros servidores municipais, envolvidos no caso dos pneus desviados.

Por G1 MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana