conecte-se conosco


Polícia

Estelionatários que aplicavam golpe pela Internet são presos em Rondonópolis

Publicado

Assessoria | PJC-MT

A Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf) de Rondonópolis (212 km ao Sul) prendeu em flagrante, na tarde de quinta-feira (17.01), dois homens acusados de atuar no golpe de aplicados através de sites de compra e venda pela Internet. Os suspeitos, Bruno Siqueira Santos, 23, e Werik Adriel de Almeida Miranda, 19, foram atuados por estelionato.

A prisão dos suspeitos ocorreu após a equipe da Derf- Rondonópolis receber informações sobre um crime de estelionato, ocorrido na cidade de Imperatriz (MA), em que um senhor foi vítima de um anúncio falso de veículo postado em um site da Internet. A vítima negociou o veículo Toyota Corolla pelo valor de R$ 50 mil, fazendo a transferência do valor para uma conta da Caixa Econômica Federal.

Com base nas informações passadas pela vítima, os policiais da Derf conseguiram identificar a conta que estava em nome de Werick Adriel de Almeida Miranda. Nesta quinta-feira (17), o suspeito foi localizado dentro da agência bancária, no momento em que tentava sacar parte do dinheiro.

Leia mais:  Foragidos de operação de combate ao tráfico em Guarantã do Norte são presos no Pará

Com a prisão do acusado, os policiais chegaram ao suspeito Bruno Siqueira Santos, que é acusado de agenciar outros golpes semelhantes na cidade, sendo ele o responsável por gerenciar contas para o depósito do dinheiro, após a prática do golpe.

No celular de Werick, foi encontrada uma conversa com Bruno por meio do aplicativo WhatsApp, questionando se o saque do dinheiro foi concretizado. Questionado, Bruno confessou o crime e disse que já havia retirado parte do dinheiro da conta (R$ 14 mil), passando o cartão em dois estabelecimentos comerciais (R$ 7 mil em cada comércio).

Diante da situação, os suspeitos foram conduzidos a Derf de Rondonópolis, onde após serem interrogados foram autuados em flagrante por estelionato.

Comentários Facebook
publicidade

Polícia

PRF apreende 37.000 kg de adubo ilegal em Rondonópolis/MT

Publicado

Fiscais do MAPA colaboraram com a ocorrência

A Polícia Rodoviária Federal (PRF), com apoio de uma equipe do Ministério da Agricultura Planejamento e Abastecimento (MAPA), apreendeu uma carga de adubo sendo comercializada ilegalmente, em Rondonópolis.

Na manhã desta quinta-feira (17), a equipe PRF abordou o caminhão Scania/G 420 A4X2, de cor vermelha e placas de Rondonópolis, ao qual estavam acoplados dois semirreboques. O veículo foi abordado após o condutor, de 38 anos, efetuar um retorno proibido, no Km 208, da BR-364.

O condutor apresentou a documentação da carga, que segundo a Nota Fiscal, seria de varredura de adubo. Ao verificar a carga, os PRFs desconfiaram que a carga transportada não seria a descrita na documentação fiscal. A carga nos semirreboques estava acondicionada em bags e aparentemente não estava contaminada. Varredura de adubo apresenta contaminação por diversas substâncias e geralmente é transportada a granel.

O veículo foi conduzido até a Unidade Operacional da PRF, onde se encontravam os fiscais do MAPA que recolheram uma amostra do produto para análise. Através de consulta aos sistemas, foi constatado que a empresa que estava vendendo a mercadoria não possui registro de estabelecimento produtor, portanto não pode comercializar esse tipo de produto.

Leia mais:  Polícia Civil de Confresa prende mulher com 1,5 quilos de droga

Diante das circunstâncias, a ocorrência foi encaminhada para Polícia Civil, em Rondonópolis.

SECOM PRF MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana