conecte-se conosco


Cidades

Estado tem 4,4 mil mortes e quase 50% das UTIs lotadas

Publicado

Mato Grosso contabiliza até esta segunda-feira (28) 4.468 mortes e 177.293 contágios pela covid-19. Dados do boletim epidemiológico da Secretaria de Estado de Saúde (SES) apontam que o estado tem 48,39% das Unidades de Tratamento Intensivo (UTIs) ocupadas. O número diz respeito ao índice total de uso, seja por pacientes com coronavírus ou outras doenças.

 

Ainda de acordo com o boletim, oito hospitais de Mato Grosso estão “no vermelho” por conta da taxa de uso de suas UTIs, que estão com 60% ou mais de seus leitos ocupados. Duas unidades médicas estão com as UTIs 100% lotadas.

Cuiabá, Rondonópolis e Várzea Grande seguem sendo as cidades mato-grossenses com maior número de casos. Porém, as mais altas taxas de mortalidade pela covid-19 no estado se concentram em cidades do interior.

 

Conforme o boletim, mais de 4,7 mil pessoas estão em isolamento domiciliar no estado, enquanto 649 pacientes seguem internados.

 

Em todo país, o Ministério da Saúde já notificou mais de 7,4 milhões de contágios, dos quais em cerca de 191,1 mil ocorrências as vítimas não resistiram e morreram por conta de complicações da doença.

Leia mais:  Estudantes com Fies podem suspender parcelas a partir de hoje

Comentários Facebook
publicidade

Cidades

Lotação das UTIs de hospitais particulares chega a 86% em MT

Publicado

Os hospitais particulares de Mato Grosso também estão próximos de não terem mais vagas de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para os pacientes com covid-19. A taxa de ocupação chegou a 86,5%, bem maior dos que os 70% de ocupação das UTIs públicas.

 

Em nota, o Sindicato dos Estabelecimentos de Serviços de Saúde do Estado de Mato Grosso (Sindessmat) afirmou que o número de pacientes internados em hospitais particulares por causa do novo coronavírus tem aumentado.

Em 8 de janeiro 80% dos leitos de UTI exclusivos para covid-19 estavam ocupados. Uma semana depois, em 15 de janeiro, essa taxa já era e 86,5%. Já a ocupação geral de leitos para covid-19 (enfermaria e UTI) está em 73%.

 

A situação é de alerta no estado, não só nos hospitais particulares como no Sistema Único de Saúde (SUS). Segundo secretário estadual de Saúde, Gilberto Figueiredo, apesar das UTIs públicas estarem com 70% de ocupação, o momento é de preocupação, pois na primeira onda da pandemia em 15 dias a taxa de ocupação saiu de 70% para 100%.

Leia mais:  Semob leiloar veículos apreendidos e não retirados; confira edital

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana