conecte-se conosco


Mato Grosso

Escolas Técnicas passam a ofertar cursos de atualização e aperfeiçoamento profissional

Publicado

A partir deste semestre, as escolas técnicas de Mato Grosso irão ofertar cursos de Formação Inicial Continuada (FIC), além de outras opções com carga horária menor de aperfeiçoamento e atualização profissional. Em razão da escassez de mão de obra qualificada, a proposta da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secitec) é atuar como aliada das empresas na formação de profissionais.
 
De acordo com a coordenadora de Educação Profissional e Tecnológica da Secitec, Bruna Figueiredo, a educação técnica é um poderoso vetor de promoção social, que possibilita a cidadania do público, ampliando possibilidades e criando condições de desenvolvimento econômico.
 
 “O FIC possibilita ao estudante o ingresso imediato no mundo do trabalho, e com a sua conclusão, o aluno poderá solicitar aproveitamento de estudos em cursos técnicos afins. É importante destacar que há mais de 10 anos a população a população contando com os serviços prestados pelas nossas escolas”.
 
Com uma dinâmica mais flexível, a duração destes cursos varia entre 40 e 150 horas, não sendo uma exigência ter completado o Ensino Médio, dependendo da proposta do curso. Nestes cursos de atualização e aperfeiçoamento o aluno terá a oportunidade de ampliar suas competências profissionais.
 
Bruna afirma que no Estado muitas escolas já estão oferecendo esses cursos, a exemplo da cidade de Canarana, que abriu vagas em janeiro deste ano para a primeira turma do curso de aperfeiçoamento em ‘Manejo de Culturas Agrícolas Regionais’.
 
“Há cursos técnicos para todos os segmentos da economia e o mercado de trabalho reconhece a capacidade do aluno em desenvolver seu conteúdo na prática, por meio de estágios onde o contato com a futura profissão é efetivo”, destaca a coordenadora.
 
Bruna ressalta que o crescimento econômico requer melhorias na infraestrutura, e isso só é possível com trabalhadores qualificados. Para quem busca recolocação no mercado de trabalho, ou pretende ingressar em uma nova área sem a formação em universidade, esses cursos podem oferecer a qualificação adequada, de acordo com o interesse do aluno.
 
Nesse cenário, a educação técnica ganha destaque por criar um profissional destinado a atender à necessidade do mercado interno, pois conhece a realidade local da empresa que o emprega, e isso faz com que o profissional técnico seja cada vez mais valorizado.
 
Informações complementares
 
• Requisitos de acesso: pode ser por idade, nível de escolaridade; experiência, determinada área; comprovação de vínculo (interesse de formação junto aos parceiros);
• Carga Horária: mínima de 40 horas e máxima de 150 horas;
 
É importante destacar que prefeituras, associações e sindicatos poderão apresentar suas demandas junto às escolas, para possa ser validada, caso haja professores disponíveis para o atendimento. Além disso, as escolas, por meio das coordenadorias de integração com a comunidade, poderão organizar 

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
Leia mais:  Cine Teatro traz mostra com filmes premiados em festivais internacionais
publicidade

Mato Grosso

Campeão mato-grossense será conhecido no próximo domingo na Arena Pantanal

Publicado

por

Sede dos jogos realizados na Capital desde o início do campeonato estadual, a Arena Pantanal recebe no próximo domingo (21), às 15h, a partida decisiva entre Cuiabá Esporte Clube e Operário Várzea-grandense (CEOV). Os portões serão abertos a partir das 13h.

Para deixar o estádio em condições de funcionamento, a Secretaria de Estado de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel/MT) está tomando as providências necessárias que vão desde a manutenção do gramado ao atendimento das exigências sanitárias.

“Nossa operação consiste inicialmente no cuidado e preparo do gramado nos dias que antecedem os jogos, na higienização dos pontos de comercialização de alimentos, na vistoria de banheiros, vestiários das equipes e de arbitragem e demais setores utilizados”, explica o superintendente de infraestrutura esportiva da Secel, Maurício Dias de Mendonça.

O superintendente também esclarece que nenhum alimento é manipulado no local. “As áreas destinadas à venda de comidas e bebidas são higienizadas. Porém, para atender os requisitos da vigilância sanitária, os alimentos já chegam prontos à Arena”.   

O segundo e último confronto da final terá entrada gratuita para mulheres e crianças. Para os demais torcedores, os ingressos custarão R$ 5 (meia) e e R$ 10 (inteira). Os valores foram definidos pelo Dourado, como é conhecido o time de Cuiabá, por ser mandante dessa partida de volta. Os ingressos estarão à venda a partir desta quinta-feira (18), nas bilheterias do Ginásio Aecim Tocantins. 

Leia mais:  Escolas estaduais recebem mais R$ 3 milhões para alimentação escolar

Por ter vencido o Operário por 2 a 0 no primeiro jogo da final, o Dourado abriu vantagem na disputa, precisando apenas de um empate para levantar o troféu de campeão mato-grossense 2019. Além disso, o clube da Capital chega de forma invicta à final.

Já o tricolor várzea-grandense – que também chegou invicto à decisão e só perdeu no primeiro duelo da fase final no último domingo – segue acreditando até o último minuto na possibilidade do título estadual. Para isso, conta com o apoio da torcida que estará nas arquibancadas  incentivando o time. 

Torcedores do Cuiabá ocuparão os setores Oeste e Sul da Arena, e a torcida operariana ficará no setor Norte. A equipe da Secretaria Adjunta de Esporte e Lazer também se organiza para ajudar no controle de acesso e orientação aos torcedores, uma das determinações do Juizado Especial do Torcedor – JET.

Campeonato Brasileiro Feminino A-2

Na quinta-feira (22), às 20h, a Arena Pantanal receberá a partida da terceira rodada do Campeonato Brasileiro Feminino série A2. As meninas do Operário F.C, de Várzea Grande, enfrentam o Atlético-AC.

Leia mais:  Mais antiga unidade da Polícia Militar tem novo comandante

O Brasileirão Feminino A-2 garante o acesso para a série A-1 aos semifinalistas do torneio. Nesta primeira fase, o Operário disputa com outras cinco equipes do Grupo 2, do qual faz parte.

Jogos Universitários no Ginásio Aecim Tocantins

O Ginásio Poliesportivo Aecim Tocantins, que também faz parte do Complexo Arena Pantanal, sediará as partidas de handebol da edição dos Jogos Universitários Mato-grossenses (JUM’s) 2019 – Cuiabá 300 anos.

De 19 a 21 de abril, mais de 600 atletas, que representam 13 universidades/campus do Estado, participam da competição. Além do handebol, que será disputado no Ginásio Aecim Tocantins, os Jogos Universitários Mato-grossenses contam ainda com as modalidades de futsal, voleibol, basquetebol, badminton, xadrez e tênis de mesa.

Agendamento de eventos no Complexo Arena Pantanal

Os interessados devem buscar informações no site: www.esportes.mt.gov.br/-/use-o-complexo-arena-pantanal. Ou ainda no telefone: (65) 3613-4947.

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana