conecte-se conosco


Mato Grosso

Escola de Saúde qualifica 300 agentes para atuar em aldeias

Publicado

A Secretaria de Estado de Saúde de Mato Grosso (SES-MT), por meio da Escola de Saúde Pública (ESP-MT), iniciou na quarta-feira (13), a II Oficina de Elaboração do plano de qualificação de Agentes Indígenas de Saúde (AIS) e Agentes Indígenas de Saneamento (Aisan) para desempenhar o trabalho de prevenção de saúde nas aldeias.

Para realizar as oficinas e debater novas ideias, o evento conta com a participação do Ministério da Saúde e a cooperação de uma representante da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp).

Dados do Ministério da Saúde mostram que 4.263 representantes indígenas, atuam no sistema AIS e mais 1.706 estão atuando no Aisan. Por isso, é importante a realização do programa de formação, que tem o objetivo de qualificar, fortalecer e organizar os serviços de atenção primária nos Distritos.

Uma das coordenadoras da qualificação da Unifesp, Sofia Beatriz Machado de Mendonça, disse que “hoje é um momento especial, damos um passo para operacionalizar este curso dos Agentes de Saúde. Então, este é o momento de fazer os combinados, um momento de concretização, e principalmente, de alinhamento das ideias com participação de todos neste processo”, relatou.

Leia mais:  Leilão do Detran é finalizado com todos os veículos arrematados

A representante da Unifesp enfatizou que este tipo de curso cria uma ponte até os indígenas, garantindo uma proximidade no processo de trabalho, podendo modificar as práticas da realidade dos indígenas, garantindo uma qualidade do serviço.

A diretora da ESP- MT, Silvia Tomaz, relatou que este curso é especial pois “garante uma reflexão sobre à saúde da população indígena e envolve a participação deles na formulação de todo o desenvolvimento da formação”.

Serviços

A ESP/MT é o órgão executor da política de recursos humanos do Sistema Único de Saúde (SUS) no Estado, e está integrada ao Sistema Estadual de Ensino.  A unidade fica localizada na Av. Adauto Botelho, 552, Bairro Coophema. Para mais informações entre em contato pelo número: (65) 3613-2323.

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
publicidade

Mato Grosso

Operação conjunta apreende 432 kg de drogas e prende traficante procurado pela PF

Publicado

por

Uma operação conjunta entre Polícia Federal, Grupo Especial de Fronteira (Gefron) e Polícia Militar de Comodoro resultou na apreensão de 432,8 quilos de cocaína transportados em 10 fardos em duas caminhonetes S-10. Quatro pessoas foram presas e armas também foram apreendidas na manhã de terça-feira (19.03), em local de difícil acesso na zona rural do município.

A investigação da Polícia Federal era de que um avião pousaria com o carregamento no município de Comodoro (677 a Oeste de Cuiabá), às margens do Rio Guaporé. Entre os presos está Valter Antônio Sisconeto. Ele é investigado pela PF como um traficante da região, que usava rios e estradas vicinais para o transporte das drogas. O local onde foi feita a prisão fica a cerca de quatro horas da sede do município de Comodoro.

Foi necessário trator para tirar uma das caminhonetes apreendida

Além dele, também foram presos Gilmar Duarte da Silva, Alexandre Aparecido da Silva e Osmar. Com exceção de Alexandre, todos os outros três presos já haviam sido presos pela Polícia Federal em 2013 com um carregamento de 200 quilos de entorpecentes.

Leia mais:  Comitiva irá propor roteiro turístico ligando deserto do Atacama ao Pantanal

Além da droga, foram encontradas duas carabinas, um revólver, uma pistola .45 e várias munições. Em um sítio que o suspeito Valter Sisconeto (foto) utilizava como base foram encontradas mais armas e munições.

Os quatro foram levados para a sede da Polícia Federal em Cáceres e serão encaminhados para presídio do município.

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana