conecte-se conosco


Polícia

Equipe da Polícia Civil de Porto Alegre do Norte é homenageada com moção de aplausos

Publicado

Assessoria | PJC-MT

Em reconhecimento ao brilhante serviço prestado em prol da Segurança Pública no município de Porto Alegre do Norte (1.125 km a Nordeste), a Delegacia de Polícia Judiciária Civil da cidade foi agraciada com “Moção de Aplausos” concedida pela Câmara Municipal de Vereadores.

A homenagem aconteceu na noite de quinta-feira (25.10), durante sessão solene realizada no plenário da Casa de Leis. Na ocasião, os investigadores e escrivães de polícia, acompanhados do delegado Marcello Henrique Maidame, receberam as honrarias.

Na entrega da “Moção de Aplausos”, foi destacado o relevante trabalho prestado diariamente pela Polícia Civil à sociedade, a qual desempenha papel importante na investigação de crimes e apuração de autorias, bem como nas outras atribuições como elaboração de boletins de ocorrência de qualquer natureza.

Durante cerimônia o delegado Marcelo Henrique Maidame agradeceu o reconhecimento, concedido pela Câmara Municipal de Porto Alegre do Norte, afirmando que a homenagem motivará ainda mais os policiais civis.

“Apesar das dificuldades apresentadas no dia a dia, os servidores trabalham empenhados dia e noite no cumprindo suas funções, combatendo crimes e protegendo os cidadãos”, destacou Marcelo Maidame.

Leia mais:  Ponto de venda de drogas é desarticulado e apreendidos 100 porções no bairro Lixeira

 

 

Comentários Facebook
publicidade

Polícia

Delegados de Mato Grosso ganham o maior salário do Brasil

Publicado

Um levantamento realizado pelo Sindicato dos Delegados de Polícia do Estado de São Paulo (Sindpesp) mostrou que os delegados de Mato Grosso são os que ganham o maior salário da categoria no país. O salário mensal de um delegado da Polícia Civil no estado é de R$ 24,5 mil.

Enquanto o salário dos delegados de Mato Grosso é o maior do país, o vencimento de escrivães e investigadores – as outras carreiras da Polícia Civil-, está bem longe do primeiro lugar.

Para os escrivães, profissionais responsáveis pelo registro de ocorrências e pela documentação das investigações, o salário é de R$ 5,5 mil, o 11º no ranking brasileiro.

Já para os investigadores, policiais que coletam provas sobre os crimes, localizam e interrogam suspeitos e mantém a segurança dos locais de investigação, o vencimento inicial é de R$ 5,5 mil, o 9º maior na comparação com o mesmo cargo em outros estados.

Dados da Polícia Civil mostram que no quarto trimestre de 2020 havia 400 cargos para delegados, porém, 158 estavam vagos. Já para escrivão de polícia, são 1,2 mil vagas, mas só 2.056 ocupados. E para investigador são 4 mil vagas, com 1.944 cargos vagos.

Leia mais:  Estelionatários que aplicavam golpe pela Internet são presos em Rondonópolis

Por ser uma carreira típica de Estado, ou seja, que não podem ser substituída por profissional contratado, os cargos da Polícia Civil só podem ser ocupados através de concurso público. No entanto, para conseguir benefícios com o governo federal durante a crise, o Estado se comprometeu a não criar novos gastos até 2022, o que incluem os concursos.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana