conecte-se conosco


Cidades

Emanuel Pinheiro entrega 100% do HMC e avança em 20 anos o SUS de Mato Grosso

Publicado

Uma noite que entrará para a história de Cuiabá. Assim pode ser definida a entrega da sexta e última etapa do Hospital Municipal de Cuiabá (HMC) – Dr. Leony Palma de Carvalho, que aconteceu nesta segunda-feira (18), com a presença maciça de autoridades municipais, estaduais e nacionais.

O HMC possui 315 leitos, sendo 178 de adultos, 20 leitos no Centro de Tratamento de Queimados (CTQ), 60 de Unidades de Terapia Intensiva (UTI), 38 de Emergência, 06 salas de cirurgia e 13 leitos RPA (recuperação pós-anestesia). Além disso, conta com ambulatório com mais de 13 das especialidades médicas mais procuradas pela Central de Regulação, exames como ultrassonografia, endoscopia, colonoscopia e radiografia, parque tecnológicos com equipamentos de última geração, moderno centro de imagens e ainda farmácias satélites.

Com essa capacidade instalada, o HMC passa a superar todos os hospitais públicos de Mato Grosso. Contabilizando apenas os leitos de UTI adultos do HMC, São Benedito e do antigo Pronto Socorro, Cuiabá sozinha passa a contar com 120 leitos, 20 a mais que todos os demais hospitais públicos do estado juntos.

Emocionado, o prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro, destacou que o momento era de reconhecimento e gratidão, por poder entregar a obra para o seu legítimo dono: a população. “Prometi um Pronto Socorro, e entrego o maior hospital de Mato Grosso para o povo da minha terra. Hoje colhemos os frutos de uma gestão para as pessoas mais carentes, que são os que mais precisam de mim como prefeito. Agradeço a todos que nos ajudaram a fazer este hospital se tornar realidade: Blairo Maggi, Wellington Fagundes , Pedro Taques, o ex-presidente de República, Michel Temer, e a todos que tiveram algum envolvimento. Também agradeço aos secretários de Saúde que antecederam o atual e ao Pôssas pelo brilhante trabalho. Não poderia deixar de mencionar também a equipe extraordinária que é a Comissão Pró-Implantação do HMC, que trabalhou incessantemente para chegarmos neste resultado”, disse Pinheiro.

Leia mais:  Prefeitura de Cuiabá convoca candidatos aprovados para as funções de TNE, TDI, ASG e Professor

O prefeito anunciou mais uma obra que será feita no espaço do HMC: a Praça da Gratidão, que terá placas com os nomes de Blairo Maggi, Wellington Fagundes e Michel Temer. “Esta praça será apenas uma pequena homenagem para aqueles que nos ajudaram a proporcionar uma obra tão importante não apenas para os cuiabanos, mas também para todos os mato-grossenses”.

O evento contou com um momento de fé, com a benção do padre Elilzo Marques de Oliveira, da Paróquia São João Bosco e do coronel Leovaldo Sales, pregador da Assembleia de Deus, que também faz parte do staff da Prefeitura, atuando como Secretário Municipal de Ordem Pública.

O vereador e presidente da Câmara Municipal, Misael Galvão abriu os discursos, reforçando que a noite desta segunda-feira havia chegado o momento tão esperado por toda a sociedade cuiabana e ressaltou a união do governo municipal e da bancada federal, que possibilitou a alocação de recursos para a construção e finalização do hospital.

O deputado federal Emanuel Pinheiro Neto ratificou a fala de Misael dizendo que a bancada de Mato Grosso é “unida, coesa e que busca ao máximo se esforçar para servir ao estado”. O parlamentar passou a fala para o também deputado federal Nelson Barbudo, que disse que “este é um momento de mudanças no Brasil e que estas transformações estão começando em Mato Grosso também”.

Leia mais:  Janaina: Botelho articula com novatos para Mesa mista; veja lista

O ex ministro Blairo Maggi e o senador Wellington Fagundes foram os grandes homenageados da noite, juntamente com o ex-presidente Michel Temer, que não pode comparecer ao evento. Blairo e Wellington foram os responsáveis por direcionar os recursos do Desafio Chave de Ouro para que o Hospital Municipal de Cuiabá pudesse ser concluído. Ambos receberam das mãos do prefeito Emanuel Pinheiro a Medalha Cuiabá 300 Anos, em agradecimento. Temer também foi agraciado com a honraria e foi representado pelo deputado federal Baleia Rossi.

Rossi, em seu discurso, agradeceu Pinheiro por não deixar uma obra tão importante como o HMC parar. Ele disse que feliz é o estado que possui uma bancada tão unida em prol dos interesses de sua população. “Emanuel Pinheiro é um exemplo de bom administrador. A prioridade de seu trabalho é atender aos mais pobres, proporcionando uma maior qualidade nos serviços de saúde. Continue firme, com muita garra. E que você possa ser prefeito desta Capital por mais quatro anos”, concluiu o deputado.

Entre as autoridades que estiveram presentes o governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, o deputado federal e presidente nacional do MDB, Baleia Rossi, o deputado federal Emanuel Pinheiro Neto, o deputado federal Nelson Barbudo, o senador Wellington Fagundes, o senador Jayme Campos, o ex-ministro Blairo Maggi, os ex-governadores de Mato Grosso, Julio Campos, Carlos Bezerra, Pedro Taques e o atual governador, Mauro Mendes. Também marcaram presença vários deputados estaduais e vereadores, secretários municipais, entre outras autoridades.

 

 

 

Comentários Facebook
publicidade

Cidades

Hoje é o último dia para pedir o auxílio emergencial

Publicado

por

Prazo para novos cadastros termina nesta quinta às 23h59

Para quem ainda não se cadastrou a fim de receber o auxílio emergencial de R$ 600, o prazo termina nesta quinta-feira (2), às 23h59, informou a Caixa Econômica Federal. O auxílio emergencial é um benefício financeiro destinado a trabalhadores informais, microempreendedores individuais (MEI), autônomos, desempregados e pessoas de baixa renda e tem por objetivo fornecer proteção emergencial no período de enfrentamento à crise causada pela pandemia do novo coronavírus.

Lançamento do aplicativo CAIXA|Auxílio Emergencial

Inicialmente proposto para vigorar por três meses, com o pagamento de três parcelas de R$ 600, o benefício foi prorrogado por mais dois meses, com o pagamento de mais duas parcelas. Pelas regras, até duas pessoas da mesma família podem receber o auxílio. Para as famílias em que a mulher seja a única responsável pelas despesas da casa, o valor pago mensalmente é de R$ 1.200.

Quem pode se cadastrar?

A Lei 13.982/2020, que instituiu o auxílio emergencial, foi aprovada pelo Congresso Nacional em abril e definiu os critérios para ser incluído no programa. Para ter acesso ao benefício, a pessoa deve cumprir, ao mesmo tempo, os seguintes requisitos:

Leia mais:  Pinheiro envia à Câmara Municipal mensagem que garante a chegada de R$ 100 milhões

– Ser maior de 18 anos de idade ou ser mãe adolescente

– Não ter emprego formal

– Não ser agente público, inclusive temporário, nem exercer mandato eletivo

– Não receber benefício previdenciário ou assistencial, seguro-desemprego ou de outro programa de transferência de renda federal que não seja o Bolsa Família

– Ter renda familiar mensal per capita (por pessoa) de até meio salário mínimo (R$ 522,50) ou renda familiar mensal total de até três salários mínimos (R$ 3.135,00)

– Não ter recebido rendimentos tributáveis, no ano de 2018, acima de R$ 28.559,70

– Estar desempregado ou exercer atividades na condição de microempreendedor individual (MEI), ser contribuinte individual ou facultativo do Regime Geral de Previdência Social (RGPS) ou trabalhador informal inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico).

Como se cadastrar

Quem estava no Cadastro Único até o dia 20 de março e que atende às regras do programa, recebe os pagamentos sem precisar se cadastrar no site da Caixa. Quem tem o Bolsa Família pode receber o auxílio emergencial, desde que ele seja mais vantajoso. Nesse período, o Bolsa Família de quem recebe o auxílio fica suspenso.

Leia mais:  SUGESTÃO DE PAUTA – Prefeito lança texto base da Política Educacional do Município

As pessoas que não estão inscritas no Bolsa Família nem no CadÚnico e preenchem os requisitos do programa podem se cadastrar no site auxilio.caixa.gov.br ou pelo APP CAIXA | Auxílio Emergencial, disponível nas lojas de aplicativos. Depois de fazer o cadastro, a pessoa pode acompanhar se vai receber o auxílio emergencial, consultando no próprio site ou aplicativo.

O Ministério da Cidadania informou, na semana passada, que já recebeu mais de 124 milhões de solicitações do auxílio emergencial, sendo que cerca de 65 milhões foram considerados elegíveis e 41,59 milhões foram apontados como inelegíveis, por não atenderem aos critérios do programa. Existem ainda quase 17 milhões de inscrições classificadas de inconclusivas – quando faltam informações para o processamento integral do pedido. Quem estiver nessa situação deve refazer o cadastro por meio do site ou aplicativo do programa.

Mais informações sobre o auxílio emergencial também podem ser obtidas na página do Ministério da Cidadania na internet.

Por Pedro Rafael Vilela – Repórter da Agência Brasil – Brasília

 

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana