conecte-se conosco


Política

Emanuel não descarta disputar governo em 2022 e critica Mendes: “Não vou administrar para poucos”

Publicado

O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), não descartou a possibilidade de concorrer às eleições para o governo do Estado em 2022. Durante entrevista na manhã desta segunda-feira (15), o emedebista disse que o projeto político está entregue nas “mãos de Deus”. Na oportunidade, ele ainda fez duras críticas ao governador Mauro Mendes (DEM), o qual afirmou que governa “para poucos”.

“Se for um plano de Deus na minha vida de ser candidato para mudar esse modelo injusto que administra para poucos, que não ouve a população, que persegue os servidores e enfraquece os serviços públicos (…). O atual governo não disse ainda para o que veio e nós vamos defender essa bandeira”, afirmou em entrevista à rádio Nazareno.

De acordo com Emanuel, o grupo político deve construir um plano alternativo para conquistar os servidores públicos ativos e inativos, segmento da sociedade civil organizada e o setor produtivo para o desenvolvimento econômico e social para Mato Grosso com novas lideranças políticas.

“Eu defendo esse novo modelo de gestão para o nosso estado muito semelhante ao que está sendo feito em Cuiabá hoje. Temos que ter uma proposta alternativa a esse governo frustrante, se for Emanuel ou outro nome, vamos dialogar com a população e a sociedade, servidores públicos ativos e inativos e o setor privado”.

Leia mais:  Projeto institui o Dia de Orientação da Síndrome do Túnel do Carpo

Sem apoio da “parceira”

Por outro lado, conforme noticiado pelo Hipernotícias, a vice-presidente da Assembleia Legislativa, deputada estadual Janaina Riva (MDB), descartou qualquer apoio político a Emanuel em 2022. A parlamentar destacou que o partido está alinhado em apoiar Mendes na campanha à reeleição.

“Hoje os projetos políticos dele não fazem parte dos projetos políticos do MDB. Isso é jogar limpo, é jogar aberto, então a gente não pode fomentar uma coisa que nós já temos uma convicção partidária acerca do tema que é trabalhar na reeleição do governador, a não ser que ele não saia”, disse.

Comentários Facebook
publicidade

Política

Governo de MT usa publicidade institucional para atacar Prefeitura de Cuiabá

Publicado

briga entre o governador Mauro Mendes (DEM) e o prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) parece não ter fim.

O mais recente episódio é a produção de uma faixa com a logomarca do Governo do Estado e do Sistema Único de Saúde (SUS) atacando a “deficiência da Prefeitura” para justificar a existência do Centro de Triagem, na Arena Pantanal, em Cuiabá.

Mesmo sem a citação, fica clara que a mensagem se refere à Prefeitura de Cuiabá, cidade onde está instalado o Centro de Triagem.

Segundo um advogado ouvido pelo Isso É Notícia, o Governo pode ter cometido crimes como abuso de poder e improbidade administrativa.

“Propaganda institucional deve ter caráter educativo, de orientação social de cunho informativo e não pode ser utilizado para promoção nem para ataques a outras instituições”, comentou.

Por: Alexandre Aprá/ Isso É Notícia

Comentários Facebook
Leia mais:  Senado aprova mudanças para endurecer Lei Maria da Penha
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana