conecte-se conosco


Cidades

Emanuel anuncia troca de secretários para ‘oxigenar’ gestão

Publicado

O prefeito reeleito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), afirmou que irá trocar a maioria de seus secretários para “oxigenar” a gestão. Em entrevista no domingo (29), o gestor disse que é hora de renovar as secretarias e desconversou sobre uma possível candidatura para o governo do Estado em 2022.

Indagado sobre mudança de secretariado, se haverá manutenção e quem será escolhido, o prefeito ressaltou que ainda não fez escolhas, mas defende que a oxigenação é importante. Só o líder não pode mudar, mas os chefes das pastas, sim.


“Pode ser que um ou outro secretário fique na minha gestão, mas na mesma pasta não fica, com exceção da equipe econômica. O correto é oxigenar, a força de representação do secretariado, estou decidido a dar novos nomes para gestão.”, explicou.

 

Ele ainda defendeu que mesmo com um bom trabalho, “ninguém pode se eternizar no cargo” e que para melhores resultados é preciso fazer mudanças.

 

“Temos uma equipe acimada média, mas é preciso mudar. O que não pode mudar é o cabeça. O perfil técnico tem que prevalecer. Tem que haver equilíbrio entre técnica e política”, argumentou.

Leia mais:  Bolsonaro sanciona lei que abre crédito de R$ 100 mil com juro de 5% ao ano

 

Emanuel também falou sobre as polêmicas durante a campanha, que teve uma disputa acirrada entre ele e o vereador Abílio Júnior (Pode).

 

“Essa foi confronto da verdade contra a fakenews. Quem se vendeu como antissistema, não aguentou um estalar de dedos e se entrego para o sistema e se rendeu como candidato chapa branca do governo estadual. Começou a política do toma lá da cá que constrangeu a todo mundo, ofendeu as mulheres, ofendeu as minorias. Isso tudo pegou muito mal e caiu a máscara. A realidade dessa disputa foi o candidato da verdade contra o candidato das fakenews. O candidato mais bem preparado e o candidato inexperiente”, avaliou.

 

Outro assunto que o prefeito foi questionado foi sobre a possibilidade de concorrer ao cargo de governador em 2022. Ele desconversou sobre o tema, mas seu “não” foi dado sem muita convicção.

“Vou cumprir os 4 anos. Só se Deus tiver alguma coisa diferente para minha vida. Eu, como cristão, sigo os designíos de Deus. Como falei em 2016 e repito agora, sou candidato a prefeito. Amo ser prefeito de Cuiabá e trabalho 24 horas por dia, 7 dias por semana. Se for eleito, serei prefeito por 4 anos, salvo uma vontade maior lá de cima”, comentou.

Leia mais:  Fazemos questão de ter o MPE inserido nesse processo, afirma Pinheiro

Comentários Facebook
publicidade

Cidades

Prefeitura publica calendário de pagamento do IPTU; veja datas

Publicado

A Prefeitura de Cuiabá estabeleceu a programação para pagamento do IPTU em 2021, que deve começar a partir de 1º de março. O Decreto nº 8.285, que determina o cronograma, foi publicado na Gazeta Municipal.

 

Assim como em outras edições, o pagamento poderá ser feito em cota única ou em até oito parcelas. O valor mínimo de cada parcela será de R$ 57,26.

 

Aqueles que não tiverem débitos de anos anteriores e optarem por quitar o IPTU em cota única até o dia 14 de abril, terão desconto de 10%. Os carnês serão enviados para todos os contribuintes que contam no Cadastro Imobiliário do Município.

 

Já as guias do IPTU de imóveis territoriais deverão ser retiradas nos postos de atendimentos do Município ou por meio do site.

 

A retirada presencial poderá ser feita no Centro Integrado de Atendimento ao Contribuinte (CIAC), nas Lojas de Atendimento ao Contribuinte (LAC-Norte e LAC-SUL), e em outros postos de atendimento que serão indicados pela Prefeitura de Cuiabá.

Leia mais:  Emanuel consolida parcerias e reforça compromisso em prol do turismo

 

Outra informação que o munícipe deverá ficar atento é em relação ao pedido de isenção do pagamento, que neste ano poderá ser feito no período de 1º de junho a 30 de julho, com validade até 2024.

 

Caso a solicitação seja indeferida, será concedido um prazo de 30 dias, a partir da ciência do contribuinte quanto à decisão, para que o valor seja pago sem desconto e sem a incidência de juros e multa.

 

“De acordo com os termos do art. 5º da Lei nº 5.355/2010, alterado pela Lei nº 5.797/2014, estão isentos do Imposto Predial e Territorial Urbano os imóveis residenciais com valor venal atualizado igual ou inferior a R$ 33.921, excluindo-se os imóveis territoriais, comerciais, unidades autônomas desdobradas com cadastro individualizado para fins tributários, chácaras de recreio e garagens de edifícios”, explica o decreto municipal.

 

Veja calendário de pagamento: 

 

Primeira parcela e cota única: 14 de abril

 

Segunda parcela: 14 de maio

 

Terceira parcela: 14 de junho

Leia mais:  Emanuel Pinheiro entrega última etapa do Hospital Municipal de Cuiabá

 

Quarta parcela: 14 de julho

 

Quinta parcela: 13 de agosto

 

Sexta parcela: 14 de setembro

 

Sétima parcela: 14 de outubro

 

Última parcela: 12 de novembro

 

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana