conecte-se conosco


Polícia

Em Poconé, suspeito de roubar fazenda e estelionatário são presos

Publicado

Assessoria | PJC-MT

Investigadores da Delegacia da Polícia Civil de Poconé prenderam dois homens na sexta-feira (11), sendo em cumprimento de mandado de prisão por crime de roubo e outro em flagrante pela prática de estelionato de venda de um veículo pela internet.

O suspeito, Jean Carlos Gonçalves Neto, teve o mandado de prisão temporária cumprido por roubo em fazenda, na zona rural do município. Ele também responde por corrupção de menores, por empregar menores no crime ocorrido em novembro de 2018. Após ser notificado da ordem de prisão, o suspeito encontra-se sob responsabilidade do Sistema Prisional para ser apresentado em audiência de custódia.

O segundo preso trata-se de Weverton Marques de Souza, 29 anos, conhecido por Pituca. Ele foi preso por estelionato.  A prisão ocorreu dentro da agência bancária, quando o suspeito tentava sacar dinheiro proveniente de uma golpe.

Funcionários do banco acionaram a Polícia Civil, após a vitima moradora do estado da Bahia ver um anúncio de venda de um veículo em um site da OLX. A vítima, depois de negociar a compra, depositou o dinheiro na conta informada pelo anunciante, mas quando foi buscar o carro, constatou que havia caído no golpe.

Leia mais:  Polícia Civil cumpre mandados e prende três por crimes contra ordem tributária em Juína

Imediatamente, a vítima registrou boletim de ocorrência e informou o banco sobre o depósito  R$ 19.485.00, na conta de Weverton Marques, que foi preso no momento que tentou sacar uma segunda parte do dinheiro. No dia anterior, quinta-feira (10), conseguiu tirar R$ 10 mil.

Já na segunda tentativa a conta estava bloqueada devido a comunicação da vítima. Ele foi conduzido para Delegacia e autuado em flagrante delito. O  preso será encaminhado para audiência de custódia.

Comentários Facebook
publicidade

Polícia

Polícia Civil prende dois por roubo à condomínio na Capital

Publicado

por

Assessoria PJC|MT

Três pessoas, entre elas uma adolescente, foram presas na sexta-feira (14.06), durante investigação da Polícia Judiciária Civil, por meio da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Cuiabá (Derf) para apurar um roubo. As prisões e apreensão ocorreram pouco tempo após o crime.
 
Os suspeitos, Eduardo Silva do Espírito Santo e Fábio de Souza Campos, foram autuados em flagrante pelo crime roubo. A adolescente, N.A.S.F. responderá Boletim Circunstanciado de Ocorrência pelo crime análogo a uso de documento falso.

Os policiais civis da Derf-Cuiabá foram acionados para apurar um roubo cometido em um condomínio residencial. Na ocasião, três indivíduos renderam o segurança e subtraíram diversos objetos de funcionários e moradores. No momento do assalto, os suspeitos foram bastante violentos, bem como agrediram fortemente uma das vítimas, além de utilizarem de grave ameaça com emprego de arma de fogo.

Ato contínuo, os investigadores iniciaram diligências para apurar o roubo. Na manhã de sexta-feira (14), lograram êxito em identificar e localizar  Lucas Eduardo Silva do Espírito Santo e Fábio de Souza Campos, no bairro Osmar Cabral, em Cuiabá. Ao serem detidos ambos confessaram o crime. Os policiais civis também recuperaram alguns objetos das vítimas que estavam na residência dos suspeitos.

Leia mais:  Polícia Civil fecha desmanche de motocicletas e prende suspeito na Capital

Quando os investigadores chegaram a casa de Lucas, abordaram a menor N.A.S.F. no endereço, a qual apresentou documento de identificação falso. Diante dos fatos, ela também foi conduzida à Derf de Cuiabá.

Os envolvidos foram interrogados e autuados em flagrante. Posteriormente foram colocados à disposição da Justiça.

As investigações continuam para identificar outros possíveis delitos cometidos pela dupla.

 

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Deixe sua Opinião

Como você define o governo de Mauro Mendes, até agora ?

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana