conecte-se conosco


Cidades

Duas mulheres e 7 crianças são resgatadas após fogo se aproximar de casa no Pantanal em MT

Publicado

Logo depois, os militares e os brigadistas voltaram ao local para tentar conter o fogo, que já se aproximava da casa da família.

Equipes do Corpo de Bombeiros e brigadistas do Ibama conseguiram retirar sete crianças e duas mulheres que estavam ilhadas em uma região do Parque Estadual Encontro das Águas, no Pantanal mato-grossense. O parque conta com 108 mil hectares, localizado entre Poconé e Barão de Melgaço.

A família foi retirada do local de barco.

Logo depois, os militares e os brigadistas voltaram ao local para tentar conter o fogo, que já se aproximava da casa da família.

Os militares realizam aceiros no local, que são faixas de limpeza que ajudam no combate aos incêndios.

Os incêndios que atingem a região do Pantanal mato-grossense há cerca de dois meses foram provocados por pessoas, segundo apontam perícias feitas pelo Centro Integrado Multiagências de Coordenação Operacional (Ciman-MT).

As perícias identificaram queima de pasto, fogo em raízes de árvore para retirar mel de abelha e incêndios em máquina agrícola e em veículo.

Leia mais:  Mulher tem 70% do corpo queimado após panela de pressão explodir em MT

De acordo com dados da Secretaria Estadual de Meio Ambiente (Sema), entres os meses de janeiro a setembro de 2020, mais de 5 mil focos de calor foram localizados em propriedades privadas, cerca de 3 mil em terras indígenas e 890 em unidades de conservação. Mais de R$ 107 milhões em multas já foram aplicados por uso irregular do fogo. No total, o Estado aplicou R$ 805 milhões em multas por crimes ambientais, como queimadas e desmatamento ilegal.

Segundo a Sema, mais de 2,5 mil pessoas estão envolvidas no combate aos incêndios florestais no estado. As equipes contam com apoio de 40 viaturas e 50 aeronaves.

Comentários Facebook
publicidade

Cidades

Vacina contra Covid-19 em Cuiabá: veja quem pode ser vacinado hoje e o que fazer

Publicado

A vacinação contra a Covid-19 começou no dia 20 de janeiro em Cuiabá. Atualmente, a vacina contempla apenas trabalhadores de unidades de saúde públicas e privadas do município.

A prefeitura informou que até o recebimento de novas doses pelo Ministério da Saúde, deixarão de ser vacinados os servidores administrativos que não prestem assistência direta aos casos de Covid-19, aqueles que se encontram em afastamento ou inativos, e ainda os profissionais de saúde autônomos dos consultórios e similares.

Já os grupos indígenas são vacinados pelo estado desde o dia 19 de janeiro. Elidia Takiro Peruare, de 64 anos, foi a primeira índia vacinada contra a Covid-19 em Mato Grosso, na Casa de Saúde Indígena (Casai) de Cuiabá.

 

Quem pode ser vacinado no município

Equipe volante responsável pela vacinação;
Profissionais dos hospitais, pronto atendimento, laboratórios e centro de diagnóstico por Imagem que fazem exames para Covid-19, unidades de saúde da Atenção Primária e Secundária e Vigilância em Saúde

O que fazer se você está nos grupos acima

Os imunizantes são aplicados por equipes de saúde da Prefeitura de Cuiabá. A vacinação de todos os grupos citados acima acontece no Centro de Eventos do Pantanal.

Leia mais:  Mulher tem 70% do corpo queimado após panela de pressão explodir em MT

A prefeitura informou que a capital já possui doses suficientes para imunizar 75,7% dos trabalhadores da saúde da rede pública e privada da cidade, inclusos no grupo 1 do plano nacional de imunização contra a Covid-19, definido pelo Ministério da Saúde. No grupo 1, estão inseridos 23.371 trabalhadores da saúde.

 

 

 

 

 

G1

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana