conecte-se conosco


Política

Doutor Leonardo muda de posição e vota para manter Daniel Silveira preso

Publicado

Jacques Gosch/rdnews

A Câmara dos Deputados decidiu manter a prisão em flagrante e sem fiança do deputado federal  Daniel Silveira (PSL-RJ), detido desde a última terça (16) no âmbito de inquérito do Supremo Tribunal Federal (STF) que investiga notícias falsas (fake news), calúnias, ameaças e infrações contra o Tribunal e seus membros. A decisão foi transformada em resolução promulgada na própria sessão realizada nesta sexta (19).

O coordenador da bancada de Mato Grosso, Doutor Leonador (Solidariedade), que havia anunciado voto pela soltura de Daniel Silveira, mudou de posicionamento e votou pela manutenção da prisão do parlamentar. Alegou que mantém o posicionamento pessoal contrário ao flagrante imposto pelo STF, mas que seguiu orientação partidária.

“A fala de Daniel Silveira sobre o STF foi chula, mas a  mensagem passada com a prisão é que todo cidadão que criticar o STF estará passível de punição”, defendeu.

Veja votos

Reprodução

Tabela vota��o - pris�o - deputado federal Daniel Silveira (PSL-RJ)

Os outros membros da bancada mantiveram os posicionamentos que anunciaram ao longo da semana. Com isso, os bolsonaristas José Medeiros (Podemos) e Nelson Barbudo (PSL) e Emanuelzinho (PTB) votaram pela soltura do parlamentarJá Rosa Neide (PT), Neri Geller (PP) votaram pela manutenção da prisão. Mesmo posicionamento tiveram  os  deputados federais emedebistas Carlos Bezerra e Juarez Costa.

Leia mais:  Teatro do Cerrado Zulmira Canavarros é espaço importante para cultura local

Foram 364 votos a favor do parecer da relatora pela Comissão de Constituição e Justiça, deputada Magda Mofatto (PL-GO), que recomendou a manutenção da prisão considerando “gravíssimas” as acusações imputadas ao parlamentar. Foram 130 votos contra e 3 abstenções.

Daniel Silveira gravou e divulgou vídeo em que faz ameaças  aos ministros do Supremo, defende o Ato Institucional nº 5 (AI-5) e a substituição imediata de seus integrantes.

Após a prisão determinada pelo ministro Alexandre de Moraes e referendada pelo Supremo, coube à Câmara decidir se ele continua preso ou não, conforme determina a Constituição. (Com informações da Agência Câmara de Notícias)

Comentários Facebook
publicidade

Política

De na Folha de SP; Secretário de saúde pede ‘socorro’ a outros estados e tem pedido negado

Publicado

O secretário de Estado de Saúde, Gilberto Figueiredo, pediu socorro a lideranças de outros estados para que atendam aos pacientes com covid-19 que estão na fila de espera por Unidades de Terapia Intensiva (UTIs). Contudo, apesar da demanda, o pedido foi negado.

A assessoria da Secretaria de Estado de Saúde confirmou a solicitação e emitiu nota sobre o caso. Confira o comunicado na íntegra abaixo:

“A Secretaria Estadual de Saúde de Mato Grosso (SES-MT) informa que solicitou o auxílio dos demais estados da federação para a possível transferência de pacientes com a Covid-19. Até o momento, não houve confirmação oficial por parte dos estados.

Atualmente, Mato Grosso registra 59 pacientes com Covid-19 à espera de um leito de Terapia Intensiva. É importante frisar que, considerando a universalidade do Sistema Único de Saúde (SUS), o estado de Mato Grosso prestou assistência aos pacientes de Rondônia em janeiro deste ano e cedeu UTIs para o tratamento de pessoas que esperavam por uma vaga.”

 

Comentários Facebook
Leia mais:  Mega-Sena, concurso 2.241: ninguém acerta as seis dezenas e prêmio vai a R$ 4,5 milhões
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana