conecte-se conosco


Polícia

Dois criminosos envolvidos em roubo têm prisão cumprida em Jaciara

Publicado

Assessoria | PJC-MT

Dois procurados pela Justiça por envolvimento em crime de roubo foram presos pela Delegacia de Polícia Judiciária Civil de Jaciara (144 km ao Sul), na segunda-feira (22.10). Jheimison Batista de Siqueira, 26, e Greidson Dias de Souza, 33, estavam com os mandados de prisão preventiva em aberto, decretados pela Comarca do município. 

Considerados criminosos de alta periculosidade, eles tiveram as ordens judicias de prisão decretadas, depois de identificados como autores de um roubo, ocorrido na zona rural de Jaciara, no ano de 2016. 

Na ocasião, a vítima conduzia seu veículo Fiat Strada por uma estrada, quando avistou um carro Gol com capô aberto. Ao parar para oferecer auxílio, a vítima foi rendida por dois homens armados, que a amarraram e a levaram até um canavial, onde foi deixada.

Os suspeitos fugiram levando o veículo Fiat Strada, dinheiro, entre outros pertences da vítima. Na época, a picape roubada foi localizada no Estado de Mato Grosso do Sul (MS).

O delegado de Jaciara, João Paulo Praisner, parabenizou o comprometimento dos policiais civis em dar cumprimento aos mandados de prisão, em razão dos acusados estarem serem contumazes na prática de crimes.

Leia mais:  Profissionais de Segurança participam de curso de Identificação e Adulteração Veícular em Mirassol D’Oeste

Jheimison Batista de Siqueira possui condenações pelos crimes de roubo majorado e porte ilegal de arma de fogo de uso restrito. Já o segundo envolvido, Greidson Dias de Souza, possui condenação por homicídio qualificado, porte ilegal de arma de fogo, tráfico de drogas e associação para o tráfico.

 

Comentários Facebook
publicidade

Polícia

Delegados de Mato Grosso ganham o maior salário do Brasil

Publicado

Um levantamento realizado pelo Sindicato dos Delegados de Polícia do Estado de São Paulo (Sindpesp) mostrou que os delegados de Mato Grosso são os que ganham o maior salário da categoria no país. O salário mensal de um delegado da Polícia Civil no estado é de R$ 24,5 mil.

Enquanto o salário dos delegados de Mato Grosso é o maior do país, o vencimento de escrivães e investigadores – as outras carreiras da Polícia Civil-, está bem longe do primeiro lugar.

Para os escrivães, profissionais responsáveis pelo registro de ocorrências e pela documentação das investigações, o salário é de R$ 5,5 mil, o 11º no ranking brasileiro.

Já para os investigadores, policiais que coletam provas sobre os crimes, localizam e interrogam suspeitos e mantém a segurança dos locais de investigação, o vencimento inicial é de R$ 5,5 mil, o 9º maior na comparação com o mesmo cargo em outros estados.

Dados da Polícia Civil mostram que no quarto trimestre de 2020 havia 400 cargos para delegados, porém, 158 estavam vagos. Já para escrivão de polícia, são 1,2 mil vagas, mas só 2.056 ocupados. E para investigador são 4 mil vagas, com 1.944 cargos vagos.

Leia mais:  Polícia Civil prende suspeitos e recupera dezenas de baterias automotivas furtadas de empresa da Capital

Por ser uma carreira típica de Estado, ou seja, que não podem ser substituída por profissional contratado, os cargos da Polícia Civil só podem ser ocupados através de concurso público. No entanto, para conseguir benefícios com o governo federal durante a crise, o Estado se comprometeu a não criar novos gastos até 2022, o que incluem os concursos.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana