conecte-se conosco


Esportes

Dois anos após tragédia da Chape, sobrevivente diz que ainda não conseguiu voar

Publicado


Ximena Suarez é uma das seis pessoas que sobreviveram à queda do avião da Chapecoense
Facebook/Reprodução

Ximena Suarez é uma das seis pessoas que sobreviveram à queda do avião da Chapecoense

Neste dia 28 de novembro, há exatos dois anos, o avião da empresa aérea LaMia que levava a delegação da Chapecoense para cidade de Medellín, na Colômbia, caiu com 77 pessoas à bordo, sendo que 71 delas morreram e apenas seis sobreviveram.

Leia também: Polícia Federal investiga ligação entre Chapecoense, Conmebol e LaMia

A Chapecoense faria o primeiro jogo da final da Copa Sul-Americana de 2016 contra o Atlético Nacional, no dia 30 do mesmo mês, mas a decisão foi cancelada e a Conmebol decretou o clube brasileiro como campeão da competição.

Dos seis sobreviventes, três são jogadores (Neto, Alan Ruschel e Jakson Follmamn), um é jornalista (Rafael Henzel) e outros dois eram membros da tripulação ( Ximena Suarez e Erwin Tumiri), ambos de nacionalidade boliviana.

E a comissária de bordo Ximena Suarez contou como tem sido esses dois anos após a tragédia. Em entrevista ao site do “Lance!”, a moça de 29 anos de idade relembrou os momentos após o acidente na Colômbia e contou quais são os próximos passos que deseja seguir na vida.

Leia mais:  Jogadoras da seleção dos EUA processam Federação por discriminação de gênero

Ximena Suarez é uma das seis pessoas que sobreviveram à queda do avião da Chapecoense
Instagram

Ximena Suarez é uma das seis pessoas que sobreviveram à queda do avião da Chapecoense

“Superei algumas coisas, mas não por completo. Ainda quero voltar a fazer viagem de avião trabalhando, como digo no meu livro. Adoro voar, sempre foi minha vocação, mas não consegui ainda”, contou.

O livro citado por Ximena é o “Volver a Los Cielos”, lançado em novembro de 2017, um ano após o acidente com a  LaMia .

A boliviana chegou a fazer alguns trabalhos como modelo em seu país, fazendo fotos para lojas de roupas e também empresas, mas ela voltou a trabalhar em aeroporto. “Mas no meu trabalho não cheguei a subir em um avião ainda. Sou agente de tráfego aéreo em uma companhia na Bolívia, faz alguns meses”, disse.

Leia também: Sobrevivente da tragédia da Chape tatua avião em homenagem às vítimas

Em homenagem aos mortos da Chape, ela fez uma tatuagem. “É um símbolo do que passei. Uma ferida aberta. Ferida que, lamentavelmente, nunca vou curar por completo, sempre vai estar aí. E também uma forma de homenagear cada pessoa que estava neste voo. Afinal, o avião está indo para o céu, que é onde Deus quer que eles estejam”.

Leia mais:  Neymar no Real Madrid? Última palavra sobre a transferência será do jogador

Tatuagem de avião que Ximena Suarez fez em homenagem aos mortos da Chapecoense
Reprodução

Tatuagem de avião que Ximena Suarez fez em homenagem aos mortos da Chapecoense

Sobre o fatídico 28 de novembro de 2016, ela relembrou os momentos dentro da aeronave da LaMia. “Era um ambiente de festa, tão feliz. As pessoas estavam muito eufóricas, com vontade de vencer a partida”.

“Eu estava na parte posterior da cabine. Não chegaram a nos avisar de nada. A gente também não chegou a escutar se havia ou não problemas. Eu esperava uma aterrissagem segura que, infelizmente, não aconteceu. Sentimos em uma fração de segundos apagando os motores, as luzes e veio tudo”, relatou.


Ximena Suarez era comissária de bordo no voo da Chapecoense
El Deber

Ximena Suarez era comissária de bordo no voo da Chapecoense

Leia também: Milhares de pessoas prestam homenagem à Chapecoense em vigília

Para o futuro, Ximena Suarez disse que pretende transmitir sua experiência para ajudar as pessoas, além de seguir com estudos, seguir a vida e o trabalho no aeroporto. “E voltar a ser tripulante”, finalizou ao “Lance!”.

Já Erwin Tumiri, mecânico da aeronave da Chapecoense que também sobreviveu, hoje vive fora dos holofotes. Ele segue na profissão, mas estuda para ser piloto comercial – ele também é piloto particular na Bolívia.

Comentários Facebook
publicidade

Esportes

Assim como o Palmeiras, outros clubes já bateram de frente com a Globo; relembre

Publicado

por

A Globo é a maior emissora do país e goza de grande influência nos bastidores do futebol brasileiro. Com isso os clubes acabam se sujeitando aos desejos dos cariocas, mas houveram algumas exceções.

O caso mais recente é o do Palmeiras , que exige uma valorização da Globo , e até o momento não assinou contrato para a transmissão de suas partidas no Campeonato Brasileiro. Confira abaixo alguns outros casos bastante simbólicos de clubes que bateram de frente com a emissora.

Leia também: Perto de acordo com Globo, Palmeiras volta a passar no SporTV nesta quarta-feira

Vasco 


Vasco estampou o logo do SBT na camisa
Reprodução

Vasco estampou o logo do SBT na camisa para provocar a Globo

Revoltado com a cobertura da Globo sobre a queda do alambrado no estádio São Januário, o ex-presidente do Vasco , Eurico Miranda , decidiu se vingar da emissora e estampou o símbolo do SBT na camisa dos jogadores na final da Copa João Havelange de 2000 , contra o São Caetano. A Globo transmitiu a partida e foi obrigada a fazer uma “propaganda” para sua concorrente.

Athletico-PR


Athletico x Maringá
Reprodução / Maringá

Athletico não mandou gols para a Globo

Na semifinal do Campeonato Paranaense de 2018, o Athletico , que não assinou com a emissora para a transmissão do Estadual, barrou a entrada de equipes de TV na semifinal contra o Maringá e sequer mandou os gols da vitória por 5 a 0 para a Globo, que gostaria de exibi-los no Fantástico. Antes disso, na final do segundo turno contra o Londrina, o clube enviou um compacto para emissora, mas apenas com os “piores momentos” do jogo.

Leia mais:  Obrigado por ser ídolo de todo torcedor palmeirense, grande Dudu

Coritiba


atletico x coritiba no youtube
Reprodução / YouTube

Transmissão do clássico foi feita no Youtube

No ano anterior, em 2017, o Coritiba se juntou ao rival Athletico e não assinou com a Globo para a tranmissão de jogos do Campeonato Paranaense. Por conta disso, a final do Estadual foi transmitida via Youtube e Facebook pelos clubes, e os gols não foram compartilhados com a emissora .

Leia também: Sidão desabafa após receber “prêmio” da TV Globo: “Constrangimento generalizado”

Santos


Torcida do Santos protestou contra a Globo
Reprodução

Torcida do Santos protestou contra a Globo

O Santos foi eliminado pelo Flamengo na Copa do Brasil de 2017 e acusou o repórter Eric Faria de interferência externa na arbitragem em um lance onde o árbitro do jogo, Leandro Pedro Vuaden, anulou um pênalti de Réver em Bruno Henrique. O clube paulista chegou a pedir a anulação da partida, mas depois reconheceu que o jornalista não interferiu.

Cruzeiro


cruzeiro x atlético-mg
Reprodução / Atlético-MG

Cruzeiro bateu de frente com a Globo em 2015

Em 2015, a semifinal do Campeonato Mineiro entre Cruzeiro e Atlético-MG teve uma polêmica sobre a data em que seriam realizados os clássicos. A diretoria cruzeirense queria jogar no sábado, visando um jogo pela Libertadores no meio de semana, mas o Galo não concordou. A Globo então decidiu manter a partida no domingo, decisão que desagradou o Cruzeiro, que entrou na Justiça do Trabalho para alterar a data da final, mas voltou a ter seu desejo negado.

Leia mais:  Bottas supera Hamilton por apenas 0s023 e garante pole position no GP da China

Leia também: Maiores prejudicados, torcedores do Palmeiras apoiam o clube em rixa com a Globo

Palmeiras


Mauricio Galiotte
Divulgação/Palmeiras

Maurício Galiotte, presidente do Palmeiras, se manteve firme contra Globo

Por fim, o caso mais recente de um clube batendo de frente com a Globo . Insatisfeito com a diferença da proposta da emissora em relação aos valores pagos para Corinthians e Flamengo, além da multa imposta por ter assinado com o Esporte Interativo , a diretoria do Verdão não assinou o contrato para a transmissão de suas partidas no Brasileirão . A decisão contou inclusive com o apoio dos torcedores.

Fonte: IG Esportes
Comentários Facebook
Continue lendo

Deixe sua Opinião

Como você define o governo de Mauro Mendes, até agora ?

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana