conecte-se conosco


Polícia

Diretoria Geral busca parcerias com órgãos em atuação direta com a Segurança Pública em Rondonópolis

Publicado

Assessoria | PJC-MT

O delegado geral da Polícia Judiciária Civil, Mario Dermeval Aravechia de Resende, e a diretora de execução estratégica, Daniela Silveira Maidel, participaram na manhã desta quarta-feira (11.09), de uma reunião realizada no Fórum de Rondonópolis (212 km ao Sul) com objetivo de estabelecer parcerias com órgãos em atuação direta com a Segurança Pública.

Entre as autoridades presentes no encontro estavam a juíza, Glenda Moreira Borges, os promotores de justiça, Ari Madeira Costa, Reinaldo Antonio Vessani Filho, e Francisco Gomes de souza Junior, o delegado regional de Rondonópolis, João Paulo de Andrade Farias, a delegada Ludmila Zorzetti Vendramel, e o presidente do Conselho da Comunidade, Jailton de Lucena Dantas.

Durante a reunião, o delegado geral apresentou a proposta para colaboração dos órgãos em atuação direta com a Polícia Civil, expondo as necessidades da instituição e solicitando apoio para melhorias das atividades voltadas a Segurança Pública.

Em continuidade aos fatores apresentados, a diretora de execução estratégica, Daniela Maidel, mencionou os benefícios realizados na comarca de Pontes e Lacerda, que contou pontualmente com apoio da sociedade e os órgãos do Poder Executivo, Legislativo e Judiciário.

Leia mais:  Gefron apreende 44 tabletes de pasta base de cocaína e recupera dois veículos

Comentários Facebook
publicidade

Polícia

Sistema penitenciário possui 91 servidores positivos para Covid-19

Publicado

por

Um novo balanço elaborado em conjunto pela Secretaria de Segurança Pública (Sesp) e a Secretaria Adjunta de Administração Penitenciária aponta que existem 91 servidores do sistema penitenciários de Mato Grosso contaminados com coronavírus.

Os dados, demonstram que houve um aumento de 30% dos casos em apenas quatro dias. Até o momento foi confirmada uma morte.

Um primeiro balanço atualizado até o dia 30 de junho, apontava que o estado tinha 70 servidores acometidos pela doença.

Quatro dias depois, em 4 de julho, a Sesp divulgou um novo levantamento que apontava mais 21 novos casos. Ou seja, o número de infecções chegou a 91.

A unidade que mais apresentou servidores com Covid-19 é a Penitenciária Central do Estado (PCE), localizada em Cuiabá, com 14 casos. Em segundo lugar vem à unidade de Várzea Grande com 13 e, em seguida, a Cadeia Pública de Alta Floresta (800 km de Cuiabá) com sete.

Em relação aos casos suspeitos, até o dia 30 de junho, haviam 127 casos. Quatro dias depois, o número de servidores que apresentaram os sintomas da doença subiu para 136. Isso quer dizer que houve um aumento de pouco mais de 7%.

Leia mais:  Homem é preso com munições de arma de fogo em residência da Capital

Por outro lado, 170 servidores testaram negativo para a doença. Os dados apresentam um aumento de 29% de redução em relação ao levantamento do mês passado. No fim do mês de junho, 131 servidores, que estavam com suspeitas, não tiveram a doença confirmada.

Por outro lado, 30 servidores foram curados pela doença.

Detentos

Em relação aos detentos, o levantamento aponta que Mato Grosso possui 145 presidiários com Covid-19. A unidade que mais apresenta números é a Cadeia Pública de Alta Floresta com 65 casos, seguida pela Cadeia Pública de Diamantino (200 km de Cuiabá) e Cáceres (240 km a Oeste) com 13.

Ao todo, duas mortes foram registradas. O número de mortes se mostrou inalterado em relação ao último levantamento.

por: Hipernoticia

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana