conecte-se conosco


Polícia

Diretores da PJC e Sesp participam de reunião com empresas de Defensivos Agrícolas

Publicado

Assessoria | PJC-MT

Diretores da Polícia Judiciária Civil junto a Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp) participaram de uma reunião, na manhã de quarta-feira (13.03) com fabricantes e empresas do seguimento de transporte e logística de defensivos agrícolas. O encontro visou o estreitamento do relacionamento entre as instituições no combate ao roubo, furto e falsificação dos produtos.

Na reunião, o delegado geral da Polícia Civil, Mario Dermeval Aravechia de Resende, o diretor de Atividades Especiais, Fernando Vasco Spinelli Pigozzi, o diretor de Inteligência, Juliano Silva de Carvalho, o secretário adjunto de inteligência Wylton Massao Ohara e o superintendente de inteligência, Diogo Santana Souza, receberam representantes das empresas FMC Agrícola, Basf Agro, Agro Bayer, Bravo, Luft Agro e Syngeta.

O objetivo principal do encontro foi a proposição de um acordo de cooperação técnica que será celebrado entre o Sindicato Nacional da Indústria de Produtos para Defesa Vegetal (Sindiveg) e a SESP/MT, buscando o aprimoramento dos trabalhos de combate a roubos, furtos e falsificação de defensivos.

“Foi um encontro com grandes empresas responsáveis pela fabricação, distribuição e comercialização de defensivos que tiveram oportunidade de pleitear algumas situações e propor a cooperação ao trabalho desevolvido pela Segurança Pública”, afirmou o Mario Dermeval.

Leia mais:  Diretor promove mudanças na titularidade de delegacias da Metropolitana

Segundo o superintendente de inteligência, Diogo Santana, entre as pautas abordadas estavam, o treinamento e a capacitação de policiais para o enfrentamento dos crimes de roubo, furto e falsificação de defensivos agrícolas, bem como o fornecimento de mecanismos que otimizem os trabalhos que são realizados na repressão a estas modalidades criminosas.

“Atualmente já existe uma parceria estabelecida entre a Gerencia de Combate ao Crime Organizado (GCCO) e as empresas relacionadas com defensivos agrícolas, que resultou em grandes apreensões e prisões de suspeitos em todo o Estado. Portanto, buscamos com a formalização do acordo de cooperação técnica o fortalecimento e a ampliação deste trabalho integrado já existente”, destacou Diogo

 

 

 

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
publicidade

Polícia

Polícia Civil prende suspeitos manipulando entorpecentes que seriam comercializados em Várzea Grande

Publicado

por

Assessoria | PJC-MT

 

Em mais uma ação de combate ao tráfico de drogas, a Polícia Civil, por meio da Delegacia Especializada de Repressão a Entorpecentes (DRE), prendeu quatro pessoas que atuavam com o comércio de entorpecentes em Várzea Grande. Além da prisão dos suspeitos, a ação resultou na apreensão de porções de maconha e pasta base de cocaína e também de apetrechos relacionados ao tráfico.

A jovem Karina Letícia dos Santos, 19 e os suspeitos, Thiago da Silva Cruz,19, Altivan Calvario de Barros, 28, e Rafael Venicius Cruz Leite, 26, foram autuados em flagrante pelos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico.

As diligências iniciaram logo que os policiais da DRE receberam informações sobre uma residência no bairro Princesa do Sol, em Várzea Grande, em que pessoas estariam manipulando entorpecentes. Em monitoramento do endereço, os policiais constataram a veracidade da denúncia, sendo visualizado os quatro suspeitos na área dos fundos da casa.

Diante das evidências, os investigadores entraram na casa, onde foram apreendidas várias porções de pasta base de cocaína que eram manipuladas pelos suspeitos, além de diversos materiais para preparo do entorpecente, como ácido bórico, uma panela com farelos da substância, e talheres com resquícios da droga.

Leia mais:  Delegacia da Mulher e Polícia Comunitária realizam atividades pelo fim da violência de gênero

Na área da casa, também foi encontrado balança de precisão e envelopes plásticos utilizados para embalar o entorpecente, sendo dado voz de prisão aos quatro suspeitos que estavam no local. Em continuidade as diligências, os policiais seguiram para outros endereços indicados pelos suspeitos, em que estariam guardadas outras porções de drogas.

Em uma distribuidora, no bairro Santa Luzia, de propriedade de Altivan, foi apreendido mais um pedaço de pasta base de cocaína, dinheiro e envelopes plásticos para embalar a droga e na residência de Rafael, no bairro Jardim Alá, Várzea Grande, foi realizada a apreensão de uma porção de maconha.

No final dos trabalhos, os suspeitos foram conduzidos a DRE, onde após serem interrogados pelo delegado Vitor Hugo Bruzulato Teixeira, foram autuados em flagrante pelos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico.

 

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Deixe sua Opinião

Como você define o governo de Mauro Mendes, até agora ?

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana