conecte-se conosco


Mato Grosso

Detran esclarece mudanças no trâmite do pagamento do Seguro DPVAT

Publicado

O Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso (Detran-MT) esclarece que devido ao rompimento do contrato entre o Banco do Brasil e a empresa de tecnologia que envia informações para a compensação de pagamentos, junto à Seguradora Líder, responsável pela administração do Seguro DPVAT, o prazo para a liberação do comprovante de pagamento pode levar de 24 a 72 horas.

Somente após a compensação do Seguro DPVAT, além das taxas de IPVA e licenciamento, o Detran pode liberar o Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV) anual aos proprietários de veículos automotores.

O Detran esclarece não ter sido informado previamente da decisão, tomada pelo Banco do Brasil, cuja sede está localizada em Brasília (DF). Antes do rompimento de contrato, a empresa de tecnologia informava a compensação de pagamentos do DPVAT a cada quinze minutos.

A autarquia pede desculpas aos usuários pelo transtorno e informa estar trabalhando para que a situação seja resolvida o mais breve possível.

Os pagamentos do DPVAT podem ser feitos em qualquer agência bancária, porém com tempo de compensação de até 72h. Os proprietários de veículos que tiverem pressa para resolver a demanda podem procurar as agências bancárias Sicoob e Sicredi, que ainda mantém a compensação do pagamento em 15 minutos.

Leia mais:  SAMU recebeu mais de 3 mil trotes em apenas dois meses

O DPVAT é um imposto com arrecadação destinada ao Governo Federal. O seguro oferece cobertura abrangente para todas as vítimas de acidentes de trânsito registrados em território nacional.

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
publicidade

Mato Grosso

Operação conjunta apreende 432 kg de drogas e prende traficante procurado pela PF

Publicado

por

Uma operação conjunta entre Polícia Federal, Grupo Especial de Fronteira (Gefron) e Polícia Militar de Comodoro resultou na apreensão de 432,8 quilos de cocaína transportados em 10 fardos em duas caminhonetes S-10. Quatro pessoas foram presas e armas também foram apreendidas na manhã de terça-feira (19.03), em local de difícil acesso na zona rural do município.

A investigação da Polícia Federal era de que um avião pousaria com o carregamento no município de Comodoro (677 a Oeste de Cuiabá), às margens do Rio Guaporé. Entre os presos está Valter Antônio Sisconeto. Ele é investigado pela PF como um traficante da região, que usava rios e estradas vicinais para o transporte das drogas. O local onde foi feita a prisão fica a cerca de quatro horas da sede do município de Comodoro.

Foi necessário trator para tirar uma das caminhonetes apreendida

Além dele, também foram presos Gilmar Duarte da Silva, Alexandre Aparecido da Silva e Osmar. Com exceção de Alexandre, todos os outros três presos já haviam sido presos pela Polícia Federal em 2013 com um carregamento de 200 quilos de entorpecentes.

Leia mais:  PM prende dois por tentativas de homicídios em Cáceres e Pontes e Lacerda

Além da droga, foram encontradas duas carabinas, um revólver, uma pistola .45 e várias munições. Em um sítio que o suspeito Valter Sisconeto (foto) utilizava como base foram encontradas mais armas e munições.

Os quatro foram levados para a sede da Polícia Federal em Cáceres e serão encaminhados para presídio do município.

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana