conecte-se conosco


Mato Grosso

Detran esclarece mudanças no trâmite do pagamento do Seguro DPVAT

Publicado

O Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso (Detran-MT) esclarece que devido ao rompimento do contrato entre o Banco do Brasil e a empresa de tecnologia que envia informações para a compensação de pagamentos, junto à Seguradora Líder, responsável pela administração do Seguro DPVAT, o prazo para a liberação do comprovante de pagamento pode levar de 24 a 72 horas.

Somente após a compensação do Seguro DPVAT, além das taxas de IPVA e licenciamento, o Detran pode liberar o Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV) anual aos proprietários de veículos automotores.

O Detran esclarece não ter sido informado previamente da decisão, tomada pelo Banco do Brasil, cuja sede está localizada em Brasília (DF). Antes do rompimento de contrato, a empresa de tecnologia informava a compensação de pagamentos do DPVAT a cada quinze minutos.

A autarquia pede desculpas aos usuários pelo transtorno e informa estar trabalhando para que a situação seja resolvida o mais breve possível.

Os pagamentos do DPVAT podem ser feitos em qualquer agência bancária, porém com tempo de compensação de até 72h. Os proprietários de veículos que tiverem pressa para resolver a demanda podem procurar as agências bancárias Sicoob e Sicredi, que ainda mantém a compensação do pagamento em 15 minutos.

Leia mais:  Vinte pessoas foram presas por tráfico de drogas em várias cidades

O DPVAT é um imposto com arrecadação destinada ao Governo Federal. O seguro oferece cobertura abrangente para todas as vítimas de acidentes de trânsito registrados em território nacional.

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
publicidade

Mato Grosso

Militares concluem o estágio sobre emergências com produtos perigosos

Publicado

por

O Corpo de Bombeiros Militar de Mato Grosso realizou nesta sexta-feira (24.05) o encerramento do 3º Estágio de Primeira Resposta a Emergências com Produtos Perigosos. A cerimônia aconteceu no auditório da Polícia Rodoviária Federal, em Cuiabá. Concluíram o estágio 17 militares do Corpo de Bombeiros e dos Batalhões de Transito da PM e da Polícia Militar Ambiental. 

O estágio visa capacitar os militares de forma atualizada para, diante de uma ocorrência, promover o isolamento, colher informações sobre o produto perigoso e atender possíveis vítimas. Foram 40 horas de atividade que começaram no dia 13 de maio, contendo aulas teóricas e práticas. “É de grande importância termos profissionais capacitados para atuarem nesse tipo de ocorrência”, disse o Tenente Saboia, da Companhia de Atendimento a Emergências com Produtos Perigosos, do BEA e coordenador do Estágio.

O Coronel Silvio Bernardes, Diretor de Ensino, Instrução e Pesquisa (DEIP) do CBM afirmou que “cada vida salva vale o investimento em ensino dentro do CBM”. A diretoria é responsável pelo planejamento e realização de todos os cursos e estágios ocorridos no Corpo de Bombeiros. O Comandante geral do CBMMT, Coronel BM Alessandro Borges, destacou que esse estágio “é uma atividade integrada entre o Corpo de Bombeiros e a Polícia Militar, duas instituições imprescindíveis à sociedade”. 

Leia mais:  Deputado conhece Junta Digital e propõe apoio na integração com os municípios

Participaram do encerramento os comandantes dos sete Comandos Regionais do CBM distribuídos pelo estado. A Companhia de Emergências com Produtos Perigosos é integrante do Batalhão de Emergências Ambientais do CBMMT. 

Fonte: GOV MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Deixe sua Opinião

Como você define o governo de Mauro Mendes, até agora ?

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana