conecte-se conosco


Política

Deputados visitam Comando Geral do Corpo de Bombeiros de MT

Publicado

Foto: MAURICIO BARBANT / ALMT

Acompanhado dos deputados Dilmar Dal Bosco (DEM) e Wilson Santos (PSDB), o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Eduardo Botelho (DEM) visitou, nesta terça-feira (08), a sede do Comando Geral do Corpo de Bombeiros Militar de Mato Grosso – CBMMT. O convite para o almoço partiu do comandante geral Alessandro Borges, momento em que oportunizou o diálogo sobre as demandas do setor, bem como a aproximação entre as instituições.

Os deputados conheceram o Memorial Histórico do CBMMT e a Galeria dos Comandantes. Ao agradecer a receptividade, Botelho destacou o exímio trabalho desenvolvido pela corporação e também sobre procedimentos à fiscalização.

Comandante Alessandro Borges também agradeceu a visita. “É uma honra muito grande receber o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Botelho e toda comitiva. A Assembleia representa os mato-grossenses, toda demanda dela é importante à sociedade. O bombeiro trabalha para zelar pela segurança de toda sociedade e recebe muito bem toda essa demanda e vamos estudar para dar feedback importante para todos”, disse o comandante.

Explicou que a fiscalização começa com o trabalho preventivo. “Começa na prancheta quando analisamos o projeto, a construção da edificação e, depois, a sua execução é muito importante porque vai dar segurança à população que vai estar ali habitando ou transitando. Queremos sempre preservar vidas e patrimônios. Agora, demandamos a nossa legislação à Assembleia justamente para atualizar, modernizar e desburocratizar nossa atividade técnica”, esclareceu Borges.   

Leia mais:  Mato Grosso prioriza execução do Plano Estratégico de Enfrentamento à Hanseníase

Além de conhecerem a estrutura, Botelho destacou a visita como oportunidade para debater projetos futuros. “É importante conhecermos os projetos que têm para melhorar ainda mais o atendimento a todo povo de Mato Grosso. Também discutimos algumas reclamações sobre fiscalização e nos disseram que estão analisando, algumas já foram até sanadas. Essa é uma visita de cortesia, para a relação ser mais próxima”, destacou o parlamentar.

O deputado Wilson Santos, que em 1981 deu aula no mesmo prédio, época em que funcionava a Escola Eurico Gaspar Dutra, disse que se emocionou durante a visita. 

“Botelho está de parabéns quando procura essa aproximação com uma instituição querida. Mas sempre tem um prefeito que reclama do excesso de exigências, uma câmara municipal que cobra a liberação de um evento e nem sempre o projeto aprovado coincide com a execução dele. Às vezes é executado com antecedência, cumpre todas as exigências técnicas, mas a empresa que vai implantar a cerca, o tablado, o palco, deixa pra última hora. Isso coloca às vezes em risco a segurança do cidadão. E o Corpo de Bombeiros está muito bem, evoluiu muito nos últimos anos e pra mim foi motivo de emoção porque retorno num ambiente em que comecei a minha vida profissional”, destacou.

Leia mais:  Audiência vai debater aumento de alíquota previdenciária dos servidores de MT

Para o deputado Dilmar Dal Bosco, a ALMT tem a preocupação em procedimentos, em leis, que possam garantir a continuidade da corporação, a qualidade no atendimento e bem-estar da sociedade. “Estamos prontos para debater a nova legislação que vai para a Assembleia, que seja menos burocracia, com procedimento simplificado e adequados ao nosso estado”, disse.  

Também participaram os coroneis Bonato; Rainho; Metello; Pereira; Ricardo; TC Lael (1º Comando Regional); TC Queiroz (1º Batalhão BM) e Major Faro (2º BBM).
 

Fonte: ALMT
Comentários Facebook
publicidade

Política

Bolsonaro vê dificuldades na aprovação de reforma tributária no Brasil

Publicado

por

O presidente Jair Bolsonaro vê dificuldades na aprovação de uma reforma tributária no Brasil. Em viagem oficial à Índia, ele conversou com jornalistas sobre o tema e disse que sua experiência como parlamentar mostra que nenhum ente federativo aceita perder arrecadação e que isso inviabiliza a reforma.

“Passei 28 anos na Câmara e nunca chegou até o final uma reforma tributária porque não atende estado, município e União. E não atendendo um dos três, e ninguém quer perder nada, acaba todo mundo perdendo muito e o Brasil continua nesse cipoal tributário que dificulta você produzir, empregar.”

Brasileiros deportados 

Questionado se poderia aproveitar a boa relação com Donald Trump para pedir tratamento diferenciado aos brasileiros deportados dos Estados Unidos, Bolsonaro afirmou que não vai interferir nas leis norte-americanas.

“Você acha que eu vou pedir para ele descumprir a lei dele? Tenha santa paciência. A lei americana diz isso. É só você não ir para os Estados Unidos de forma ilegal”. Ontem (25), um avião com 50 brasileiros deportados chegou ao aeroporto de Confins, em Belo Horizonte, vindo do estado americano do Texas.

Leia mais:  Vereadores pedem ajuda do Ministério Público para garantir licitação do transporte coletivo

Saiba mais

Edição: Aline Leal

Fonte: EBC Política
Comentários Facebook
Continue lendo

Deixe sua Opinião

Como você define o governo de Mauro Mendes, até agora ?

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana