conecte-se conosco


Política

Deputado participa de ação social para crianças feita por bombeiros militares

Publicado


Foto: Marcos Lopes

O deputado estadual Faissal Calil (PV) participou, no fim de semana (16 e 17), da segunda edição da campanha “Faça uma criança mais feliz”, realizada pela 7ª Companhia Independente do Corpo de Bombeiros de Alta Floresta. O projeto busca proporcionar ás crianças do município, em situação de vulnerabilidade social, um dia de lazer juntamente com suas famílias.

Foram ofertados brinquedos, oriundos de doações, além de diversas atividades atrações e atividades recreativas, realizadas na Escola Dom Pedro II. Além da diversão, as crianças também ganharam picolé, cachorro quente, pipoca, algodão doce e refrigerante. O deputado destacou a importância de participar e valorizar este tipo de ação, promovida pelos militares do Corpo de Bombeiros de Alta Floresta.

“Campanhas como essas merecem ser amplamente divulgadas e valorizadas pelo poder público e pela sociedade em geral. Estas crianças levarão para o resto de suas vidas a lembrança deste dia. O governo, independente de qual esfera, precisa olhar mais para estas famílias, em situação de vulnerabilidade social, promovendo políticas públicas para que elas tenham mais qualidade de vida e um futuro melhor”, afirmou.

Leia mais:  Bolsonaro critica decisão do Senado de sustar decreto de armas

Foram atendidas cerca de 500 crianças, que foram selecionadas pela Prefeitura através do Centro de Referrência e Assistência Social (CRAS) do município. Uma delas ganhou, inclusive, uma farda do Corpo de Bombeiros. Além de Faissal, também estiveram presentes o prefeito de Alta Floresta, Valdemar Gamba (PSDB), além de vereadores e secretários municipais.

Fonte: ALMT

Comentários Facebook
publicidade

Política

CST da Juventude é instalada pela Assembleia

Publicado


Foto: Ronaldo Mazza

A Assembleia Legislativa de Mato Grosso instalou na tarde desta segunda-feira (6) a Câmara Setorial Temática (CST) da Juventude. Participaram da reunião os deputados Lúdio Cabral (PT) e Wilson Santos (PSDB), autores do requerimento de criação da CST, além de membros da nova câmara temática, entre eles representantes de partidos, secretarias de estado, conselhos estaduais e outras organizações.

“O objetivo da CST é discutir, avaliar, acompanhar e fomentar políticas públicas para juventudes do estado de Mato Grosso”, resumiu Lúdio Cabral. A presidência será exercida por Daniel Vitor Pereira de Abreu, que também é presidente do Conselho Estadual da Juventude. “É um momento muito importante para nós. A juventude precisa de espaços institucionais. Queremos ampliar o diálogo e ser um instrumento que chegue a toda a juventude, inclusive a grupos como povos indígenas, ciganos, jovens do interior”, destacou Daniel de Abreu.

“Fazemos parte de um segmento que está sempre lutando por direitos. Historicamente, os jovens fazem a diferença na sociedade brasileira. Para a instalação da Assembleia Constituinte, em 1986 jovens como nós fomos às ruas, mobilizamos caravanas. Em 1992, nós voltamos às ruas pelo impeachment do ex-presidente [Fernando] Collor e ficamos conhecidos mundialmente como caras pintadas”, ressaltou o relator da comissão, Gabriel Guilherme Oliveira Veloso.

Leia mais:  Governo diz que remanejamento não afeta beneficiários do Bolsa Família

Membros da CST também se manifestaram e introduziram pautas importantes para a juventude, como assistência estudantil, educação no campo e mortalidade de jovens negros. “O fechamento de escolas do campo é um cerceamento do direito à educação”, protestou Amanda Souza, da União Estadual dos Estudantes. “A juventude negra morre mais e também tem dificuldade de acesso à saúde, saneamento básico, internet”, disse Manoel Francisco da Silva Junior, do Centro Nacional da Cidadania Negra. 

O representante da Secretaria Estadual de Saúde, Aparecido Cavalcante, ainda argumentou que o estado precisa realizar novos concursos para dar emprego e renda para os jovens, que podem contribuir para Mato Grosso dentro dos órgãos públicos. O presidente da CST também defendeu a importância da criação de um plano estadual da juventude. “Vários estados vem revolucionando e aprovando seus planos da juventude”, lembra Daniel de Abreu. Ele disse ter como objetivo a elaboração de um plano que contempla jovens de todos os grupos, que possa ser aprovado pela Assembleia Legislativa após muita discussão com diferentes segmentos.

Leia mais:  Caixa firma acordo com Comitê Paralímpico para atender deficientes

Já o deputado Wilson Santos falou sobre a necessidade de o estado oferecer educação de qualidade para a juventude de Mato Grosso. O parlamentar lembrou que a educação básica é fundamental para o acesso à universidade. O cronograma de trabalho aprovado durante a reunião de instalação da CST da Juventude prevê a realização de 11 reuniões entre fevereiro e o fim do julho de 2022. A câmara temática tem o prazo de 180 dias para ser concluída e pode ser prorrogada pelo mesmo período.

Fonte: ALMT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana