conecte-se conosco


Política

Deputado Dilmar Dal Bosco homenageia pessoas que fizeram e fazem a história de MT

Publicado


Foto: JLSIQUEIRA / ALMT

A Assembleia Legislativa realiza nesta segunda-feira (22), por iniciativa do deputado estadual Dilmar Dal Bosco (DEM),  a partir das 19 horas, sessão solene para entrega de 24 títulos de cidadania mato-grossense; 16 moções de aplausos e quatro comendas a líderes que fizeram e fazem a história de Mato Grosso.

Entre os agraciados estão o senador Jayme Campos, o ex-governador de Mato Grosso Júlio Campos e o promotor Mauro Zaque.

Também serão homenageados o prefeito de Novo Mundo, Antônio Mafini; a prefeita de Carlinda, Carmelinda Leal Martines Coelho; padre Hélio Duarte de Freitas Júnior, Fernando Marcos Pereira, que é violinista, entre outras personalidades.

As honrarias serão entregues a 44 cidadãos mato-grossenses em reconhecimento aos relevantes serviços prestados à comunidade. O evento acontecerá nesta segunda-feira, dia 22 de novembro, a partir das 19h, no Plenário das Deliberações Rene Barbour, da Assembleia Legislativa de Mato Grosso.

Confira a lista dos homenageados:

Títulos de Cidadão Mato-grossense 

Adriano Mafini Baldino 

Antônio Mafini – Prefeito Novo Mundo

Leia mais:  Fundo de Segurança é sancionado e MT vai receber R$ 71 milhões

Aurélio Lino Teixeira 

Carlos Augusto Zanata 

Carmelinda Leal Martines Coelho – Prefeita de Carlinda

Clodis Antônio Menegaz 

Dari Leobet (Advogado) 

Eduardo Franklin da Silva 

Elifas Rodrigues da Silva 

Fernando Henrique Cesar Leitão 

Fernando Marcos Pereira 

Geane Fátima Boschetti Bueno 

Hélio Duarte de Freitas Júnior 

Jair Kauffman 

João Heidemann 

Joaquim José de Almeida 

Judas Tadeu Feldhaus 

Lilia Marcia de Souza Figueiredo 

Lindomar Correia Rodrigues 

Marcelo Toledo Stenders 

Mauro Zaque de Jesus – Promotor

Moisés Maria de Oliveira 

Vardeci Talharte 

Wanderley Vieira 

Comendas

Dilceu Antônio Dal Bosco – ex-deputado estadual

Jayme Veríssimo de Campos – Senador

Júlio José de Campos – Ex-governador

Mauro Zaque de Jesus – Promotor

Moções de Aplausos

 

Ângela Maria Godóes

Alessandra Aparecida Jorge de Souza 

Espaço Flor Serrana – Helena Maria de Oliveira Nascimento

Grupo de Cururu Tradição Cuiabana do Coxipó – Marcelino de Jesus

Instituto INCA – Inclusão, Cidadania e Ação – Presidente Cybele Bussiki

Patrícia Silva Osório 

Leia mais:  Policiais militares são homenageados pela Assembleia Legislativa de MT

Poliana Queiroz – Produtora Executiva

Quintal do Centro Cultural Nhô Nhô de Manduca – Casa de Bembem – Grupo Ciranda

Quintal da Cerâmica Dona Júlia – Julia Rodrigues da Conceição

Quintal Coração Tradição Franciscano – Françoise Aline Siqueira Dos Anjos

Quintal da Domingas Flor Ribeirinha – Domingas Leonor da Silva

Quintal Dona Cleide – Cleide Rodrigues Moraes Antunes

Quintal Flor do Campo Dona Matilde – Matilde da Silva

Quintal Jorge Baranjak – Ilie Baranjak

Quintal de Siriri Flor de Atalaia – Cristina Zuita de França Dias Ferreira

Quintal Voa Tuiuiú – Osmar Arruda de Lima

Fonte: ALMT

Comentários Facebook
publicidade

Política

CST da Juventude é instalada pela Assembleia

Publicado


Foto: Ronaldo Mazza

A Assembleia Legislativa de Mato Grosso instalou na tarde desta segunda-feira (6) a Câmara Setorial Temática (CST) da Juventude. Participaram da reunião os deputados Lúdio Cabral (PT) e Wilson Santos (PSDB), autores do requerimento de criação da CST, além de membros da nova câmara temática, entre eles representantes de partidos, secretarias de estado, conselhos estaduais e outras organizações.

“O objetivo da CST é discutir, avaliar, acompanhar e fomentar políticas públicas para juventudes do estado de Mato Grosso”, resumiu Lúdio Cabral. A presidência será exercida por Daniel Vitor Pereira de Abreu, que também é presidente do Conselho Estadual da Juventude. “É um momento muito importante para nós. A juventude precisa de espaços institucionais. Queremos ampliar o diálogo e ser um instrumento que chegue a toda a juventude, inclusive a grupos como povos indígenas, ciganos, jovens do interior”, destacou Daniel de Abreu.

“Fazemos parte de um segmento que está sempre lutando por direitos. Historicamente, os jovens fazem a diferença na sociedade brasileira. Para a instalação da Assembleia Constituinte, em 1986 jovens como nós fomos às ruas, mobilizamos caravanas. Em 1992, nós voltamos às ruas pelo impeachment do ex-presidente [Fernando] Collor e ficamos conhecidos mundialmente como caras pintadas”, ressaltou o relator da comissão, Gabriel Guilherme Oliveira Veloso.

Leia mais:  Plenário da Câmara começa a discutir reforma da Previdência

Membros da CST também se manifestaram e introduziram pautas importantes para a juventude, como assistência estudantil, educação no campo e mortalidade de jovens negros. “O fechamento de escolas do campo é um cerceamento do direito à educação”, protestou Amanda Souza, da União Estadual dos Estudantes. “A juventude negra morre mais e também tem dificuldade de acesso à saúde, saneamento básico, internet”, disse Manoel Francisco da Silva Junior, do Centro Nacional da Cidadania Negra. 

O representante da Secretaria Estadual de Saúde, Aparecido Cavalcante, ainda argumentou que o estado precisa realizar novos concursos para dar emprego e renda para os jovens, que podem contribuir para Mato Grosso dentro dos órgãos públicos. O presidente da CST também defendeu a importância da criação de um plano estadual da juventude. “Vários estados vem revolucionando e aprovando seus planos da juventude”, lembra Daniel de Abreu. Ele disse ter como objetivo a elaboração de um plano que contempla jovens de todos os grupos, que possa ser aprovado pela Assembleia Legislativa após muita discussão com diferentes segmentos.

Leia mais:  Projeto de inclusão social qualifica mais de cem mulheres

Já o deputado Wilson Santos falou sobre a necessidade de o estado oferecer educação de qualidade para a juventude de Mato Grosso. O parlamentar lembrou que a educação básica é fundamental para o acesso à universidade. O cronograma de trabalho aprovado durante a reunião de instalação da CST da Juventude prevê a realização de 11 reuniões entre fevereiro e o fim do julho de 2022. A câmara temática tem o prazo de 180 dias para ser concluída e pode ser prorrogada pelo mesmo período.

Fonte: ALMT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana