conecte-se conosco


Polícia

Deddica prende homem soropositivo por estuprar, contaminar e engravidar garota de 14 anos

Publicado

Assessoria | PJC-MT

A Delegacia Especializada de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente (Deddica) prendeu nesta quinta-feira (20) o padrasto de uma adolescente de 14  anos, por estupro e engravidar a vítima que está no sétimo mês de gestação.  

O suspeito (E.C.S, 43 anos) foi preso no bairro Alvorada, no local de trabalho, após ter a prisão preventiva decretada pela Justiça. Ele é soropositivo e acabou contaminando a vítima, que era abusada desde os 12 anos de idade.

A comunicação do fato foi feita no dia 14 de dezembro, após a mãe desconfiar da gravidez da filha. Mas ela achava que era de um namorado da menina que ela teria no bairro.

A mãe levou a adolescente para exames na Policlínica, onde a enfermeira observou  uma alteração nos resultados. Um dos exames constatou que a menina era portadora do vírus HIV. A mãe chamou a menina para conversar e ela acabou confessando que mantinha relação com o padrasto  desde os 12 anos e que o filho que esperava era dele.

Leia mais:  PRF prende motorista e ajudante levando contrabando

Nem a mãe e a adolescente sabiam que o suspeito era soropositivo, o qual acabou confessando que era portador do vírus e que tinha encerrado o tratamento. Há mais de 1 ano ele vinha mantendo relação sexual com a filha da companheira.

A garota contou que a primeira vez que ocorreu o estupro foi em maio de 2017, momento que estava sozinho em casa com as irmãs. A garota revelou que desde que os abusos iniciaram o suspeito nunca usou preservativo.

A vítima de 14 anos tem duas  irmãs de 11 e 12 anos que serão submetidas a exame de corpo delito para

Comentários Facebook
publicidade

Polícia

PRF apreende 500 comprimidos de procedência ilícita

Publicado

por

Esse tipo de medicamento é usado para tratamento de úlceras, mas se ingerido em desacordo com as recomendações médicas pode se transformar em substância abortiva

A Polícia Rodoviária Federal (PRF), nesta terça-feira (16), em Rondonópolis/MT, apreendeu 500 comprimidos de procedência estrangeira. A abordagem se deu no Km 211 da BR 364, onde a equipe da PRF de ordem de parada a um ônibus de itinerário Cascavel/PR com destino à Sinop/MT.

Em uma fiscalização minuciosa para combate ao transporte de ilícitos, os policiais localizaram na lixeira do banheiro uma sacola preta e em seu interior verificou-se que havia 50 cartelas do medicamento, contendo 10 pílulas em cada, totalizando 500 comprimidos de procedência estrangeira. Esse tipo de medicamento é usado para tratamento de úlceras, mas se ingerido em desacordo com as recomendações médicas pode se transformar em substância abortiva, motivo que levam criminosos a transportarem esse tipo de material de forma irregular, sem nota fiscal.

Apesar de terem sido entrevistados os 39 passageiros que seguiam no veículo, não foi possível identificar o proprietário do medicamento. O ônibus foi liberado e o produto apresentado à Polícia Federal de Rondonópolis.

Fonte: PRF MT
Comentários Facebook
Leia mais:  Suspeitos de matar homem em Sorriso são presos no Pará com carro da vítima
Continue lendo

Deixe sua Opinião

Como você define o governo de Mauro Mendes, até agora ?

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana