conecte-se conosco


Mato Grosso

Curso Superior de Polícia (CSP) é ministrado com vistas ao posto de coronel da PMMT

Publicado

Quarenta e nove militares, dos quais 33 são da PMMT, 8 do Corpo de Bombeiro e quatro delegados da Polícia Judiciária Civil de Mato Grosso e quatro oficiais do Corpo de Bombeiros de Sergipe iniciaram nesta quarta-feira (31.10) o Curso Superior de Polícia (CSP), uma especialização Latu Sensu em Política Estratégica e Desenvolvimento Regional Aplicado à Segurança Pública.

A capacitação, que está na 8ª edição, é requisito para galgar o mais alto posto das instituições militares, de coronel. Ou seja, com a conclusão do curso estarão aptos para serem promovidos. Os participantes foram convocados por antiguidade. Com carga horária de 390h/aula, o curso ocorrerá na Academia de Polícia Militar Costa Verde, com encerramento previsto para abril do ano que vem. Conta com o corpo docente formado por 12 profissionais extremamente capacitados, entre eles, 7 doutores, que foram selecionados por meio de edital de credenciamento, considerando o currículo de cada um.  

“Além da importância institucional a capacitação desses profissionais é de suma importância para a sociedade mato-grossense. Vai trazer novos conhecimentos, aperfeiçoar, especializar, melhor capacitar esses profissionais de segurança pública especificamente para a gestão estratégica das instituições”, explicou o comandante da Academia de Polícia Costa Verde, tenente coronel James Jacio Ferreira.

Leia mais:  Matrículas na rede estadual iniciam na próxima segunda (07)

O secretário de Segurança Pública de Mato Grosso, Gustavo Garcia, ressaltou a produção de conhecimento. “Vejo aqui com satisfação pessoas que tem colaborado com a sociedade e estão buscando mais conhecimento para aplicar no dia a dia. Este curso possibilitará voos mais altos”, frisou ele.

Para o procurador Geral de Justiça, Mauro Benedito Pouso Curvo,  o curso começou muito bem, tendo já na aula inaugural a participação do professor doutor Antônio Sérgio Cordeiro Piedade, que abordou o tema “Criminalidade Organizada e Política Criminal Contemporânea”.

“Para uma instituição avançar precisa de pessoas capacitadas e motivadas. Não adianta capacitar se não motivar, tem que agregar os dois fatores. O caminho da integração é outro fator importante, e vemos aqui essa condução”, pontuou o magistrado.

Segundo o comandante Geral da PMMT, coronel Marcos Vieira da Cunha, as forças de segurança avançaram muito, com capacitações possibilitando que o serviço de qualidade chegue na ponta, no cidadão de bem. “O combustível é a motivação, e disso depende a capacitação que leva a promoção. O militar está sempre pronto a dar o seu melhor, mas não temos dúvidas de que profissionais promovidos resultam em um efetivo mais disposto, mais empenhado em suas tarefas”, destacou, ao defender também que a integração é irreversível, ou seja, não tem como atuar nas esferas da segurança pública sem integração das instituições.

Leia mais:  Corpo de Bombeiros orienta sobre cuidados ao frequentar rios, lagos e cachoeiras

Representantes de várias instituições de segurança prestigiaram a aula inaugural que ocorreu nesta quarta-feira (31/10), no auditório da Procuradoria Geral de Justiça, em Cuiabá.

Referência

A Academia de Polícia Costa Verde passou a conduzir as últimas quatro edições do curso, depois de adquirir norral e as qualificações necessárias. Trata-se de um curso reconhecido nacionalmente, sendo um dos fatores o corpo docente, formado essencialmente por doutores e mestres, ou seja, com especialização stricto senso, o que é considerado importante para o reconhecimento do curso. Essa especialização segue matriz curricular nacional da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp), e as disciplinas abordam temas atuais regionais e nacionais (polícia, social, direito, ética e cidadania, entre outros). As primeiras edições foram em parcerias com a UFMT e Unemat.

Comentários Facebook
publicidade

Mato Grosso

Novo gestor de Chapada troca todos os secretários e traz ex-prefeito na equipe

Publicado

O novo prefeito de Chapada dos Guimarães (67 km ao norte de Cuiabá), Osmar Froner (MDB) anunciou a equipe de secretários que irá compor sua gestão, com a troca de todos os nomes do primeiro escalão. Entre os nomes anunciados está o ex-prefeito do município, Gilberto Mello.

Gilberto até chegou a apresentar a candidatura para a prefeitura, mas precisou ser substituído após ser barrado pela Lei da Ficha Limpa. Ele assume a Secretaria Municipal de Governo, um dos cargos mais importantes do secretariado.

Na Secretaria de Administração, o comando será do biólogo e bacharel em direito Marcos Soares Souza. Já a Secretaria de Planejamento e Orçamento é de responsabilidade do bacharel em história e pós-graduado em Gestão de Cidades, Aislan Sebastião Cunha Galvão.

A Secretaria de Finanças foi assumida pelo ex-vereador e técnico em contabilidade Dagoberto Garcia Belufi. A Educação será comandada pelo professor Benedito Antônio de Oliveira Lechner.

A pasta de Esporte e Lazer será gerida pelo empresário e líder comunitário Mauro José Conceição de Paula. A Secretaria de Saúde terá como gestora a enfermeira e ex-vereadora, Rosa Maria Blanco Manzano.

Leia mais:  Ouvidoria do Estado atende 74 mil demandas em quatro anos

Para a Assistência Social, o prefeito escolheu a bacharel em direito e ex-conselheira tutelar Fernanda Ferreira da Silva. Já a Secretaria de Turismo, Cultura e Meio Ambiente tem como titular o publicitário e empresário Alexandre Parreira Severino.

 

Luis Carlos de Freitas, que é geólogo, economista e ex-prefeito de Chapada dos Guimarães, assumiu a Secretaria de Agricultura. E a Procuradoria Geral do Município fica a cargo da bacharel em direito Rosana Costa Itacaramby. (Com informações da assessoria)

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana