conecte-se conosco


Esportes

Cristiane faz três e Brasil vence a Jamaica na estreia da Copa feminina

Publicado

Lance

Cristiane
Divulgação/Fifa

Estreia do Brasil na Copa do Mundo feminina diante da Jamaica teve show da atacante Cristiane

O Brasil estreou na Copa do Mundo feminina carregando o fardo de nove derrotas consecutivas na preparação e sem Marta. Mas isso foi deixado para trás. Principalmente por conta dos talentos individuais e do enorme talento de Cristiane, a Seleção Brasileira venceu a Jamaica por 3 a 0 no Stade des Alpes, em Grenoble, na França. Andressa Alves, com duas assistências, também se destacou.

Leia também: Em busca do título! Relembre as campanhas da seleção feminina nas Copas do Mundo

Na próxima rodada, o Brasil encara a difícil Austrália. Com uma rivalidade recente, as australianas chegam com a necessidade de vitória nesta partida  após a derrota para a Itália na estreia. A partida será na próxima quinta-feira, às 13h (de Brasília).

ABAFA INICIAL

A Seleção adotou a pressão desde os primeiros minutos da partida e deixou a Jamaica encurralada na defesa. Apesar das boas articulações, as brasileiras se mostraram nervosas na hora da finalização e demoraram a se encaixar. Debinha foi a que mais desperdiçou chances.

A insistência deu resultado. Ditando o ritmo no meio-campo sem a presença de Marta, Andressa Alves foi a autora da assistência para abrir o placar. Aos 15 minutos, a camisa 7 deu belo cruzamento na cabeça de Cristiane, que com ótimo posicionamento marcou para o Brasil.

Leia mais:  Adriano Imperador recebe proposta de time brasileiro para voltar ao futebol

NERVOSISMO E ERROS

O Brasil pecou na hora de definir e deixou explícita a ansiedade nas finalizações. Com uma ótima atuação da goleira jamaicana Sydney Schneider, as brasileiras tiveram dificuldades para acertar o último passe, com erros de Debinha e Cristiane. A melhor chance de ampliar foi em um pênalti aos 36 minutos, mas Andressa Alves bateu mal.

CRISTIANE DECIDE

O Brasil voltou do intervalo com uma postura mais recuada e isso se intensificou após o segundo gol de Cristiane na partida. Logo aos quatro minutos, Formiga escorou no meio e a sobra caiu nos pés de Debinha. A camisa 9 abriu para Andressa Alves, que foi à linha de fundo e cruzou. A bola passou por duas jogadoras e sobrou para a camisa 11, livre, escorar para o gol. De falta, a atacante ainda deixou o terceiro antes de ser substituída.

Com o jogo mais tranquilo, a Seleção Brasileira adotou mais cautela, mas viu a Jamaica chegar com perigo pelos espaços defensivos. Com boas defesas de Bárbara e erros na pontaria das adversárias, o time de Vadão tomou sustos durante o segundo tempo, mas conseguiu segurar o resultado.

PODIA TER MAIS

Foi uma partida confortável do Brasil no geral. A equipe, inclusive, poderia ter aproveitado para aumentar o saldo de gols, que pode ser importante no futuro. Se não fosse a goleira Schneider e os erros de finalização, a vantagem poderia ser maior.

Leia mais:  CBF vai bancar o VAR no Brasileirão e anuncia a volta da Supercopa do Brasil

RECORDES

A partida de estreia da Seleção Brasileira marcou dois recordes importantes. Incansável, a meio-campista Formiga se tornou a primeira jogadora entre homens e mulheres na história a disputar sete Copas do Mundo. Além disso, aos 41 anos, ela é a mais velha a entrar em campo no Mundial feminino.

Já Cristiane, com os gols, se tornou a segunda maior goleadora brasileira em mundiais com 10 gols, ultrapassando Sissi, com sete. Marta tem 15 e pode se tornar a artilheira das Copas entre homens e mulheres se marcar nos próximos jogos. O alemão Klose tem 16.

FICHA TÉCNICA:

BRASIL 3X0 JAMAICA
Data/Hora:
09/06/2019, às 10h30
Local : Stade des Alpes, Grenoble (FRA)
Árbitra: Riem Hussein (ALE)
Auxiliares : Kylie Cockburn (ESC) e Mihaela Tepusa (ROM)
VAR: Bastian Dankert (ALE)
Público: 17.668 presentes

Cartões amarelos: Formiga, Daiane (BRA), Plummer (JAM)
Cartões vermelhos :  Não teve
Gols: Cristiane (15’/1ºT, 4’/2ºT e 18’/2ºT)

BRASIL (Técnico: Vadão)
Bárbara; Letícia Santos, Kathellen (Daiane – 30’/2ºT), Mônica e Tamires; Formiga e Thaísa; Andressa Alves, Cristiane (Ludmilla – 19’/2ºT), Bia Zaneratto (Geyse – 19’/2ºT) e Debinha.

JAMAICA (Técnico: Hue Menzies)
Schneider; Bond-Flasza, Swaby, Plummer, Blackwood; Matthews (Brown – 17’/2ºT), Solaun (Asher – 23/2ºT), Chantelle Swaby; Sweatman, Carter (Cameron – 34’/2ºT) e Shaw

Comentários Facebook
publicidade

Esportes

Apresentado, Rogério Ceni cita Zico e promete Flamengo ofensivo

Publicado

Apresentado à torcida e à imprensa como técnico do Flamengo, Rogério Ceni prometeu um time agressivo, “com o máximo de atacantes possível”. Na entrevista coletiva que concedeu nesta terça-feira (10) à tarde, pouco antes de comandar a primeira atividade no Ninho do Urubu, o treinador enalteceu o elenco que terá à disposição para trabalhar.

“O que importa é que os atletas se sintam à vontade. A longo prazo, temos que seguir o estilo do Flamengo, que é de um time ofensivo, que marca à frente e gosta da posse de bola. Se tenho bons jogadores em uma mesma posição, tenho de encontrar um jeito de colocá-los para jogar. O problema é que aqui tem muitos bons em várias posições, então alguém acaba ficando fora. Você pode usar o [Giorgian De] Arrascaeta e o Everton [Ribeiro] pelos lados. Pode usar Bruno [Henrique], Gabriel [Barbosa, o Gabigol] na frente. Ainda tem Vitinho, Pedro, Pedro Rocha, Michael. Essa [ataque] é a área que mais gosto de mexer, pois libera a criatividade. Além de um meio-campo que tem Gerson, [Thiago] Maia, [William] Arão e outros tantos jovens da base”, descreveu Ceni.

O técnico Rogério Ceni visita as instalações do Ninho do Urubu, Centro de Treinamento do Flamengo.

Se no ataque sobram opções, a defesa tem sido uma dor de cabeça no Flamengo. O time carioca sofreu 29 gols em 20 partidas pela Série A do Campeonato Brasileiro – oito apenas nas duas últimas partidas do torneio, nas derrotas por 4 a 1 para o São Paulo e 4 a 0 para o Atlético-MG. Somente o Goiás, que é o último colocado, foi mais vazado que o Rubro-Negro, que ocupa o terceiro lugar.

Leia mais:  Grêmio derrota Bahia por 1 a 0 na Copa do Brasil e garante vaga nas semifinais

“Só amanhã [quarta-feira, dia 11] é que vamos poder responder, mas acho que erro defensivo é fruto de [erros de] sistema de jogo. A crítica existe a um determinado jogador ou outro, principalmente zagueiros, goleiros, enfim. Quando se tem um número elevado de gols sofridos, temos que tentar ajustar, com a colaboração de todos. Aqui a gente vem para gerar ideias e colocar situações para os atletas. São eles que vão resolver dentro de campo”, avaliou o técnico, já projetando a possível estreia no comando do Rubro-Negro, diante do São Paulo, às 21h30 (horário de Brasília), no Maracanã, pelas quartas de final da Copa do Brasil.

Ceni é o substituto do catalão Domènec Torrent, demitido após a goleada sofrida para o Atlético-MG no último domingo (8). O ex-goleiro deixou o comando do Fortaleza após cerca de três temporadas no clube – com uma rápida passagem pelo Cruzeiro no período. Pelo Leão do Pici, foi bicampeão cearense e conquistou os títulos da Copa do Nordeste e da Série B do Brasileirão, com 60% de aproveitamento em 153 jogos.

Leia mais:  Vídeo: Kron Gracie coloca “barriga nas costas” e surpreende em evento do UFC

“Primeiro, sou muito agradecido ao Fortaleza. Eu sei que o torcedor fica triste e eu, logicamente, deixo parte do meu coração em Fortaleza. Mas acho que ele compreende o tamanho do desafio. Um convite do Flamengo, no momento que o Flamengo vive, é difícil de recusar”, disse o treinador, que revelou ter contatado o ex-jogador Zico, maior ídolo rubro-negro, antes de assumir o cargo.

“Esse é meu 30º ano trabalhando com futebol. Já enfrentei muitas vezes o Flamengo. Vi Maracanã com casa cheia, vi Zico, Júnior, e tantos craques da história do Flamengo. Até mandei uma mensagem ao Zico antes de chegar aqui, se ele me permitia a entrada. É um cara por quem tenho um fanatismo grande, talvez pela relação com as faltas. É um ícone do futebol brasileiro, um cara único. Ele me respondeu do Japão. Então, eu me sinto com permissão de sentar nessa cadeira”, declarou Ceni, que assinou contrato até dezembro do ano que vem.

Confira a classificação da Série A do Campeonato Brasileiro aqui.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana