conecte-se conosco


Cidades

Criminosos exploram ingenuidade de usuários para aplicar golpes no pix

Publicado

O Pix, ferramenta de pagamentos instantânea criada pelo Banco Central, entra efetivamente em vigor nesta segunda-feira (16). A partir desta data, os usuários que se cadastrarem poderão realizar transferências 24 horas por dia, todos os dias da semana, inclusive feriados, em questão de segundos.

 

Segundo o engenheiro de software e CEO da BigHunt, a primeira plataforma de Big Bounty do Brasil, Caio Telles, o sistema é protegido pelas mesmas soluções de segurança do Sistema Financeiro Nacional utilizadas atualmente, que também servem para TEDs e DOCs, além de contar com as camadas de segurança para autenticação oferecidas pelos próprios bancos, como biometria e reconhecimento facial.

Apesar disso, o especialista alerta que ainda é possível haver fraudes e golpes usando o Pix como isca. “A tendência é que ocorram tentativas de golpes e fraudes explorando as pessoas, e, por ser um serviço novo para todos, existe um risco direto associado.”

 

O head de cibersegurança da Compugraf, provedora de soluções de segurança da informação e privacidade de dados, Denis Rivello, explica que, em uma técnica chamada phishing, os cibercriminosos tentam atrair os usuários por meio de e-mails fraudulentos.

Leia mais:  SUGESTÃO DE PAUTA – Prefeito entrega premiação da Nota Cuiabana edição dos 300 anos

 

“Muito se falou sobre golpes na fase de pré-cadastro do Pix, que se encerra nesta segunda-feira, mas é preciso lembrar que podem ocorrer tentativas de golpes também quando o sistema já estiver em operação. O usuário pode receber um e-mail de um suposto banco, por exemplo, pedindo para que ele confirme suas credenciais”, afirma Rivello.

 

A partir daí, o fraudador consegue ter acesso não só dados pessoais da vítima, como também de logins salvos em seu computador, e pode usar destas informações para aplicar golpes utilizando uma técnica chamada engenharia social. “Se você usar a mesma senha para diversos provedores, por exemplo, ele pode utilizá-la para tentar entrar na sua conta bancária, por exemplo”, explica.

 

Outro golpe possível, de acordo com Rivello, é o envio de e-mails fraudulentos com QR codes. “O usuário pode receber um e-mail de uma pessoa se passando pelo Governo Federal, por exemplo, alegando que ela não pagou uma conta, e pedindo para que ele escaneie o QR code para quitar o pagamento.”

Leia mais:  Analfabetismo cai, mas Brasil ainda tem 11 milhões sem ler e escrever

 

“Apesar de ser mais difícil alguém cair em um golpe como este, pois antes de a transição ser validada, o aplicativo da instituição financeira exibe o nome do destinatário, ainda é uma coisa que acontece. É preciso, portanto, ter muita atenção”, alerta.

 

Para não ser vítima deste tipo de golpe, Rivello orienta ainda que as pessoas instalem soluções de segurança em seus computadores, e sobretudo, se informem. “Os bancos vivem alertando para o fato de que não mandam e-mail, então se você receber algum e-mail de uma suposta instituição financeira, pode ter certeza de que se trata de uma armadilha.”

Comentários Facebook
publicidade

Cidades

Prefeitura publica calendário de pagamento do IPTU; veja datas

Publicado

A Prefeitura de Cuiabá estabeleceu a programação para pagamento do IPTU em 2021, que deve começar a partir de 1º de março. O Decreto nº 8.285, que determina o cronograma, foi publicado na Gazeta Municipal.

 

Assim como em outras edições, o pagamento poderá ser feito em cota única ou em até oito parcelas. O valor mínimo de cada parcela será de R$ 57,26.

 

Aqueles que não tiverem débitos de anos anteriores e optarem por quitar o IPTU em cota única até o dia 14 de abril, terão desconto de 10%. Os carnês serão enviados para todos os contribuintes que contam no Cadastro Imobiliário do Município.

 

Já as guias do IPTU de imóveis territoriais deverão ser retiradas nos postos de atendimentos do Município ou por meio do site.

 

A retirada presencial poderá ser feita no Centro Integrado de Atendimento ao Contribuinte (CIAC), nas Lojas de Atendimento ao Contribuinte (LAC-Norte e LAC-SUL), e em outros postos de atendimento que serão indicados pela Prefeitura de Cuiabá.

Leia mais:  Prefeitura informa adiamento da inauguração do CEIC Mariana Fernandes Macedo

 

Outra informação que o munícipe deverá ficar atento é em relação ao pedido de isenção do pagamento, que neste ano poderá ser feito no período de 1º de junho a 30 de julho, com validade até 2024.

 

Caso a solicitação seja indeferida, será concedido um prazo de 30 dias, a partir da ciência do contribuinte quanto à decisão, para que o valor seja pago sem desconto e sem a incidência de juros e multa.

 

“De acordo com os termos do art. 5º da Lei nº 5.355/2010, alterado pela Lei nº 5.797/2014, estão isentos do Imposto Predial e Territorial Urbano os imóveis residenciais com valor venal atualizado igual ou inferior a R$ 33.921, excluindo-se os imóveis territoriais, comerciais, unidades autônomas desdobradas com cadastro individualizado para fins tributários, chácaras de recreio e garagens de edifícios”, explica o decreto municipal.

 

Veja calendário de pagamento: 

 

Primeira parcela e cota única: 14 de abril

 

Segunda parcela: 14 de maio

 

Terceira parcela: 14 de junho

Leia mais:  De 11 da comunicação, só uma se elege em Cuiabá

 

Quarta parcela: 14 de julho

 

Quinta parcela: 13 de agosto

 

Sexta parcela: 14 de setembro

 

Sétima parcela: 14 de outubro

 

Última parcela: 12 de novembro

 

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana