conecte-se conosco


Economia

Cresce o número de postos de trabalho com carteira assinada em MT, segundo Caged

Publicado

Por G1 MT

Em Mato Grosso, 33.046 pessoas conseguiram empregos com carteira de trabalho assinada em maio deste ano. Porém, 31.291 pessoas foram demitidas, gerando saldo positivo de 1.755 postos de trabalho formais.

As informações são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged).

O setor do comércio foi o que mais contratou em maio deste ano, com a criação de 472 vagas, seguido pela indústria de transformação, que contratou 465 trabalhadores.

A construção civil teve saldo positivo de 387 vagas, enquanto serviços foi responsável por 376 contratações.

Os setores de administração pública e agropecuária tiveram retração no número de empregos formais.

No caso da administração pública, 5 pessoas foram contratadas e 6 foram demitidas em maio.

Já em relação à agropecuária, foram 6.104 contratações e 6.114 demissões.

Leia mais:  Ulysses Moraes destaca degradação no trecho da MT-100

No caso da agropecuária, os intervalos entre uma safra e outra proporcionam maior oscilação entre contratações e demissões, uma vez que, são gerados muitos postos de trabalho temporário.

Comentários Facebook
publicidade

Economia

Imposto de Renda 2020: consultas ao 1º lote de restituição começam nesta sexta

Publicado

por

A Receita Federal abre, a partir das 9h desta sexta-feira (22), as consultas ao primeiro lote de restituição do Imposto de Renda de Pessoa Física (IRPF) 2020, relativo a 2019. As consultas podem ser realizadas no site da Receita, em aplicativos do órgão para tablets e smartphones ou pelo telefone 146.

A expectativa é que 901.077 contribuintes recebam restituições no primeiro lote, que deve somar cerca de R$ 2 bilhões e ser depositado em 29 de maio.

O primeiro lote contempla aqueles contribuintes com prioridade legal, que são: idosos acima de 80 anos, contribuintes entre 60 e 79 anos e contribuintes portadores de alguma deficiência física ou mental ou moléstia grave.

Segundo o cronograma disponível no site da Receita, os próximos pagamentos serão realizados em 30 de junho (segundo lote), 31 de julho (3º lote), 31 de agosto (4º lote) e 30 de setembro (5º lote). As consultas são abertas alguns dias antes.

O prazo de entrega das declarações começou em 2 de março e vai até as 23h59min59s de 30 de junho. Inicialmente, o prazo acabaria no fim de abril, mas a data foi prorrogado por dois meses por causa da pandemia de coronavírus.

Leia mais:  Dr. João protocola no TRT liberação de repasse de R$ 3,5 milhões para Santa Casa

Menos da metade dos contribuintes entregou declaração

Em balanço divulgado na quarta-feira, a Receita Federal informou que, após três meses de entrega da declaração do IRPF, menos da metade dos contribuintes havia acertado as contas com o Leão. Na data, 14.786.867 de pessoas haviam enviado o documento à Receita Federal.

O total enviado equivale a 46,2% dos 32 milhões de declarações esperadas para este ano.

Comentários Facebook
Continue lendo

Deixe sua Opinião

Como você define o governo de Mauro Mendes, até agora ?

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana