conecte-se conosco


Saúde

Covid-19: ANS retira obrigatoriedade de cobertura do teste sorológico por planos

Publicado

A partir desta sexta-feira (17), os exames sorológicos para detecção da Covid-19 não fazem mais parte da lista de procedimentos obrigatórios dos planos de saúde. Com isso, os consumidores terão de pagar o exame do próprio bolso.

A decisão foi tomada em reunião da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), por unanimidade, e publicada no Diário Oficial de hoje. Na última terça-feira, a agência já havia derrubado na Justiça a liminar que obrigava convênios a cobrirem o teste que identifica se a pessoa desenvolveu anticorpos após exposição ao novo coronavírus.

O diretor-presidente substituto da ANS, Rogério Sacarabel, disse na reunião que não há segurança sobre os benefícios da inclusão do exame e que a ação pode não ser benéfica para o consumidor. Segundo ele, a questão científica ainda está em análise, e a incorporação impacta diretamente nos custos assistenciais do sistema, que também são repassados aos usuários.

Sacarabel também lembrou que o teste RT-PCR para diagnóstico da Covid-19 continua no rol de procedimentos básicos dos planos de saúde. A diretoria decidiu ainda, que a incorporação do exame sorológico voltará a ser debatida em audiência pública virtual na próxima sexta-feira (24)

Leia mais:  Governo lança Campanha Nacional de Multivacinação

Comentários Facebook
publicidade

Saúde

Cidade de MT tem 10 pacientes com Covid na fila por vaga em UTI

Publicado

Dez pacientes diagnosticados com Covid-19 esperam por vaga em leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) em Rondonópolis, a 218 km de Cuiabá, após aumento no número de casos da doença e superlotação nos hospitais.

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, nos últimos 30 dias, o município registrou 2.435 novos casos. Atualmente, Rondonópolis tem 33 leitos de UTI para atender casos da Covid.

Segundo o boletim divulgado nesse domingo (13) pela secretaria, 21 leitos são UTIs da rede privada e 12 na rede pública de saúde.

A situação preocupa porque resta apenas um leito disponível na rede pública. Já na rede particular há superlotação.

Na enfermaria, segundo o município, tem 78 leitos livres entre rede pública e particular. Há também 10 leitos semi-intensivos livres na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Rondonópolis.

Outras cidades do sudeste do estado também dependem da estrutura de Rondonópolis para atender casos da doença.

Dados da Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT) apontam que Mato Grosso, até esse domingo (13), registrava 166.974 casos confirmados da Covid-19 e 4.259 óbitos em decorrência do coronavírus.

Leia mais:  Estado ativa Centro de Operações de Emergência para contenção do Coronavírus

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana