conecte-se conosco


Cidades

Coronavírus; Prefeitura de Diamantino fecha comércio, impõe toque de recolher.

Publicado

O prefeito Eduardo Capistrano (PDT) determinou o fechamento do comércio, em Diamantino, a 208 km de Cuiabá a partir de segunda-feira (23 de março) até o dia 5 de abril de 2020. As medidas temporárias foram estabelecidas como forma de prevenção contra o coronavírus.

O prefeito explica que a restrição atinge apenas os atendimentos presenciais do comércio. No entanto,, as lojas poderão continuar vendendo seus produtos através do telefone, das vendas online e através de entregas delivery.

Continuarão funcionando os supermercados, mercados, mercearias, açougue, padarias, sendo vedado, em qualquer caso, o consumo dentro do estabelecimento. Também será permito funcionar os postos de combustível, respeitando o horário, além de farmácias.

Toque de recolher

Está determinado o toque de recolher das 20h às 5h do dia seguinte para confinamento domiciliar obrigatório em todo território do município de Diamantino, ficando terminantemente proibida a circulação de pessoas, exceto em caráter excepcional e inadiável e diante de comprovação da necessidade ou urgência.

Leia mais:  Governo paga salário aos 105 mil servidores de MT; folha liquida soma R$ 464,9 milhões

Para serviço de entrega (delivery) o toque de recolher será das 22h às 5h do dia seguinte.

Comentários Facebook
publicidade

Cidades

Turistas voltam serem atacados por piranhas no Lago do Manso, em MT

Publicado

Banhistas que frequentam o Lago do Manso, no município de Chapada dos Guimarães (64 Km de Cuiabá), continuam relatando ataques de piranhas e fazendo alertas para outras pessoas que não conhecem o local ou não sabem sobre a existência dessa espécie de peixe no lago. Um dos alertas mais recentes partiu de uma servidora pública que esteve no lago neste fim de semana juntamente com familiares.

Eles pararam em uma Prainha chamada Bora Bora e num determinado momento a mulher sentiu algumas mordidas nos pés. Apavorada, ela saiu da água e constatou os ferimentos causados pelas mordidas dos peixes.

Somente depois do episódio é que receberam alertas de moradores da região sobre a existência de piranhas no lago. Somente a mulher foi atacada.

Ela, além de alertar outros banhistas, também se disse aliviada pelo fato do ataque não ter sido contra o filho dela ou outras crianças que também estavam na água. No dia 7 deste mês, em um grupo de moradores de Várzea Grande, uma participante compartilhou um áudio e uma foto mostrando o pé de um homem com um ferimento do dedão e alguns pontos de sutura.

Leia mais:  General Carneiro pode ter mutirão oftalmológico e entrega de óculos em escolas estaduais

Ela relatou no áudio que foi em decorrência de um  ataque de piranhas. “Meu filho foi ontem lá no Manso tomar banho e olha o que a piranha fez no dedo dele. Estou divulgando para vocês ficarem em alerta, quem gosta de estar indo pro Manso”.

ATAQUES FREQUENTES

Alertas de banhistas sobre mordidas nos pés causadas por piranhas não são uma novidade no Lago do Manso. Em 22 de fevereiro de 2015, a promotora de Justiça Lindinalva Rodrigues foi vítima de um ataque de piranha no local. À época, ela relatou que teve um pedaço de pele arrancado de um dedo do pé direito ao ser mordida por um único peixe.

Em setembro de 2017, cinco ataques de piranhas foram registrados no local por banhistas que aproveitavam o feriado do dia da Independência da república.

Em janeiro deste ano, um publicitário que estava hospedado numa pousada na região de Manso também relatou que tomava banho no lago quando sofreu um ataque de piranhas. Ele disse na época que os ataques eram frequentes, mas segundo ele, muitas pessoas desistem de falar sobre o caso para evitar um prejuízo aos estabelecimentos no local.

Leia mais:  Ex-governadores Rosinha e Garotinho são soltos no Rio

Por:folhamax

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana