conecte-se conosco


Agricultura

Cooperativa usa drones para pulverização de lavouras

Publicado

Ao participar nesta quinta-feira (1º) do Fórum de Modelos Financeiros para o Agronegócio, em Bebedouro (SP), promovido pela Coopercitrus Cooperativa de Produtores Rurais, a ministra Tereza Cristina (Agricultura, Pecuária e Abastecimento) conheceu um programa digital da cooperativa que envolve o uso de drones.

De acordo com o serviço oferecido pela cooperativa, as lavouras são mapeadas via drones, satélites e outras tecnologias, o que permite ao produtor identificar falhas em locais de difícil de acesso da plantação. Por meio do mapeamento, é possível verificar áreas atingidas por pragas e ervas daninhas, por exemplo.

Neste caso, os drones passam a ser usados para pulverizar as propriedades. Com um plano de voo delimitado, o aparelho solta gotas de defensivos somente nas plantas afetadas e mapeadas, com aplicação do produto de forma pontual e sem contato humano.

Drone de pulverização da Coopercitrus

Segundo a cooperativa, a técnica reduz o custo da produção, diminui o uso de insumos e defensivos agrícolas e aumenta a produtividade. A pulverização por meio de drones já foi aplicada em mais de mil hectares de plantação de cana-de-açúcar, conforme a cooperativa.

Leia mais:  Ministério da Agricultura tem estande com atividades na Green Rio 2019

Após conhecer a técnica, a ministra informou que pretende apresentar o projeto em audiência pública na Câmara dos Deputados sobre defensivos agrícolas. “Isso [drones] não é apenas para grande produtor. Vocês estão usando com seus cooperados, que não são produtores enormes, latifundiários. Quero mostrar o drone passando exatamente no local onde é necessário”, disse Tereza Cristina.

>> Leia mais: Produtores usam bioinsumos para reduzir custo de produção 

Com mais de 35 mil associados, a Coopercitrus é uma das maiores cooperativas do país na comercialização de insumos, máquinas e implementos agrícolas. São 60 filiais distribuídas por municípios de São Paulo, Minas Gerais e Goiás.

Mais informações à imprensa:Coordenação-geral de Comunicação Social
[email protected]

Comentários Facebook
publicidade

Agricultura

Sobe lista de produtos com o desconto de agricultura familiar

Publicado

por

A lista com os bônus do Programa de Garantia de Preços para a Agricultura Familiar (PGPAF) deste mês elegeu apenas oito produtos com direito ao valor de desconto nas operações e parcelas de crédito rural. O cálculo dos valores é feito pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) e tem validade até o dia 9 de maio. Nesta edição, os produtos que entraram na lista de bônus foram o maracujá, dos estados de Minas Gerais e Ceará, e a raiz de mandioca, de Pernambuco.


Entre os demais produtos, os que mais permitirão aos agricultores o recebimento da ajuda do governo federal são a cebola produzida no Rio Grande do Sul (45,21%), assim como o mel de abelha do Paraná (38,30%), a mandioca de Alagoas (33,45%) e a castanha-de-caju do Piauí (24,26%).

 

De maneira geral, houve uma elevação nos preços de mercado pagos aos produtores em todo o Brasil, o que reduziu a necessidade de uma lista maior de contemplados com o auxílio do PGPAF. Desta forma, recebem o bônus apenas os itens que seguem com dificuldades na comercialização, como a cebola gaúcha, que pela segunda vez este ano recebe o maior percentual.

Leia mais:  Produção de grãos do país crescerá 27% na próxima década, prevê estudo do Ministério

Os demais integrantes são banana, de Alagoas, o feijão caupi, do Pará, e a manga, da Bahia. Ficaram de fora da lista nesta edição a banana, da Paraíba, a castanha-de-caju, do Maranhão, o feijão caupi, do Tocantins e Maranhão, a manga, do Rio de Janeiro, o mel de abelha, do Rio Grande do Norte, a pimenta do reino, da Bahia, e a raiz de mandioca, do Pará.

O bônus do PGPAF é concedido quando o valor de mercado de algum dos produtos do programa fica abaixo do preço de referência, permitindo ao produtor utilizar o valor como desconto no pagamento ou amortização nas parcelas de financiamento no Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf).

Para saber detalhes, clique aqui e acesse a lista completa na portaria publicada no Diário Oficial.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana