conecte-se conosco


Polícia

Contra operação na PCE, membros do CV gravam “salve” e 3 são presos; Ouça

Publicado

São autênticos os áudios de presos ligados ao Comando Vermelho, em que falam de “salve geral”, ou seja, uma ordem para “tocar o terror”, na Capital, em retaliação à operação em curso dentro da Penitenciária Central do Estado (PCE) de combate ao crime organizado. Três foram presos por incitação à violência.

Em dois áudios, os presos cumprimentam os demais integrantes da facção, falam em oprimir a polícia e juntar armamento. “Essa polícia que está oprimindo os irmão. Soca bala (sic)”.

Um dos autores do salve, cujo primeiro nome é Samuel e as iniciais S.S.V., 30 anos, foi “preso” uma casa em Lucas do Rio Verde (332 km de Cuiabá). Ele estava sendo monitorado e, no momento da prisão, estava em frente à residência com dois usuários de drogas. O suspeito confirmou que mandou os áudios no grupo da “família” do CV no WhatsApp.

Outros dois usuários também foram detidos. Eles foram identificados pelas iniciais P.H.B.S., 18, e L.B.S., 25, também foram presos no mesmo local. Foi encontrado duas porções de pasta base de cocaína na casa e dinheiro que a polícia acredita ser usada para comprar entorpecente.

Leia mais:  Empresário denuncia que facções compram postos em MT para "lavar dinheiro"

Os áudios foram mandados no grupo da e, segundo o boletim da ocorrência, podemos é nítido a incitação ao crime contra a vida dos policiais.

Operação Elisson na PCE, deflagrada na segunda (12). O clima é tenso. Mulheres e familiares de presos protestam do lado de fora. Dentro da unidade, as atividades estão sob sigilo.

 

Ouça o áudio

Por: Rdnews

Comentários Facebook
publicidade

Polícia

Mauro anuncia 3 mil vagas para criminosos em presídios e 4 mil pistolas para policiais

Publicado

por

Em evento comemorativo de 32 anos do Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE) de Mato Grosso, o governador Mauro Mendes (DEM) assegurou a criação de pelo menos 3 mil vagas para criminosos em presídios estaduais, além de novos armamentos para policiais, no denominado programa “Tolerância Zero”, marcado para oficializado a partir de março.

 

A meta do governo é alcançar as 3 mil vagas em presídios estaduais até 2023, último da gestão do democrata.

 

O programa prevê uma série de medidas de enfrentamento à criminalidade do Estado e de reforço às ações na segurança pública, porém não detalhou quais.

“O programa vai se chamar Tolerância Zero porque é assim que nós nos sentimos, já sem tolerância para a criminalidade. E estaremos com a tolerância ainda menor com quem desrespeita a lei e o cidadão de bem desse Estado”, afirmou o governador.

Número de presos

Atualmente, a população carcerária de Mato Grosso está em torno de 12 mil presos, mas a capacidade das unidades prisionais é de 6.669 vagas em 53 estabelecimentos.

Leia mais:  PRF prende mulher pedindo carona com 15kg de droga dentro da mala

Tolerância Zero

“O Tolerância Zero fará investimentos relevantes nos presídios. Iremos abrir novas alas inclusive de segurança máxima para deter os criminosos de alta periculosidade”, acrescentou.

Mendes lembrou que, em 2019, a Sesp fez uma grande força-tarefa de vistoria na Penitenciária Central do Estado (PCE) e retomou o controle da unidade, cortando regalias e irregularidades.

Conforme o governador, ações como essas impedem o avanço das facções e promovem aumento da segurança e bem-estar social.

“O Tolerância Zero será também um grande programa de infraestrutura na Segurança Pública. Já autorizei a compra de quatro mil pistolas Glock, que são as mais modernas disponíveis. Também vamos adquirir viaturas, motocicletas e outras tecnologias, na medida das possibilidades diante da recuperação financeira, de modo a melhorar a eficiência do Estado na Segurança”, destacou.

O secretário de Segurança Pública, Alexandre Bustamante, explicou que o programa trata, principalmente, do endurecimento do Estado quanto ao crime organizado, estabelecendo novos padrões de reaparelhamento das Polícias Civil e Militar. (Com informações da assessoria)

 

Leia mais:  Manual orienta o uso da nova identidade visual da Polícia Civil

Comentários Facebook
Continue lendo

Deixe sua Opinião

Como você define o governo de Mauro Mendes, até agora ?

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana