conecte-se conosco


Polícia

Contra operação na PCE, membros do CV gravam “salve” e 3 são presos; Ouça

Publicado

São autênticos os áudios de presos ligados ao Comando Vermelho, em que falam de “salve geral”, ou seja, uma ordem para “tocar o terror”, na Capital, em retaliação à operação em curso dentro da Penitenciária Central do Estado (PCE) de combate ao crime organizado. Três foram presos por incitação à violência.

Em dois áudios, os presos cumprimentam os demais integrantes da facção, falam em oprimir a polícia e juntar armamento. “Essa polícia que está oprimindo os irmão. Soca bala (sic)”.

Um dos autores do salve, cujo primeiro nome é Samuel e as iniciais S.S.V., 30 anos, foi “preso” uma casa em Lucas do Rio Verde (332 km de Cuiabá). Ele estava sendo monitorado e, no momento da prisão, estava em frente à residência com dois usuários de drogas. O suspeito confirmou que mandou os áudios no grupo da “família” do CV no WhatsApp.

Outros dois usuários também foram detidos. Eles foram identificados pelas iniciais P.H.B.S., 18, e L.B.S., 25, também foram presos no mesmo local. Foi encontrado duas porções de pasta base de cocaína na casa e dinheiro que a polícia acredita ser usada para comprar entorpecente.

Leia mais:  Forças de segurança inspiram estudantes em projeto Bairro Integrado

Os áudios foram mandados no grupo da e, segundo o boletim da ocorrência, podemos é nítido a incitação ao crime contra a vida dos policiais.

Operação Elisson na PCE, deflagrada na segunda (12). O clima é tenso. Mulheres e familiares de presos protestam do lado de fora. Dentro da unidade, as atividades estão sob sigilo.

Ouça o áudio

Por: Rdnews

Comentários Facebook
publicidade

Polícia

Polícia Civil apreende carga com defensivos agrícolas

Publicado

por

Assessoria | PJC-MT

Denúncia sobre um carregamento de drogas, apurada pela Polícia Civil,  por meio da Delegacia Especializada de Repressão a Entorpecentes (DRE),  levou a apreensão, nesta quinta-feira (19.09), de uma grande quantidade de defensivos agrícolas, contrabandeados do Paraguai. Os produtos estavam distriruídos entre sacos e galões. 

Dois homens um de 41 anos e outro de 26 anos foram presos em flagrante pelos crimes de sonegação fiscal, crime ambiental e pelo transporte ou comércio de produtos agrotóxicos em descumprimento da legislação.

Equipes da Delegacia passaram a fazer diligências na região do Distrito Industrial, e encontraram a carreta estacionada no pátio de um posto de combustível. Durante buscas, ao invés de entorpecentes foram encontrados defensivos contrabandeados do Paraguai.

“Estavam transportando esse defensivo para distribuir possivelmente para interior do Estado. Vamos autuar pelo crime ambiental, crime de sonegação fiscal, contrabando e artigo 15 da Lei de Agrotóxico”, disse o delegado Vitor Hugo Bruzulato Teixeira.

Os dois foram encaminhados a audiência de custódia. O procedimento, por envolver delito de contrabando vindo de outro País, será encaminhado a Polícia Federal. A Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCCO) também foi informada sobre a ocorrência.

Leia mais:  Investigações da Polícia Civil resultam na apreensão de armas, dinheiro e cartões do Bolsa Família

O caminhão semireboque, a carga de defensivos e mais de R$ 10 mil foram apreendidos. Os produtos serão contabilizados por uma empresa com equipamentos de segurança para sua contagem, em razão de tratar-se de mercadoria nociva à saúde.

Fonte: PJC MT
Comentários Facebook
Continue lendo

Deixe sua Opinião

Como você define o governo de Mauro Mendes, até agora ?

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana