conecte-se conosco


Saúde

Constelação familiar, como ela pode lhe ajudar

Publicado

Costumo dizer que a constelação  familiar é uma tomada de consciência do tudo no todo. Bert Helling, o criador das constelações, relata que “a terapia familiar sistêmica, trata-se de averiguar se no sistema familiar ampliado existe alguém que esteja emaranhado nos destinos de membros anteriores dessa família”.

Quando estes emaranhamentos são trazidos a tona em uma Constelação em grupo, ou mesmo em uma constelação individual utilizando bonecos ou âncoras, a pessoa tem a possibilidade de visualizar melhor o seu problema e assim se libertar mais facilmente.

Este emaranhamento se materializa quando alguém da família revive ou retoma de forma inconsciente o destino ou o mesmo padrão de um familiar que viveu antes dele, pois estamos todos ligados. Já parou para pensar quantas pessoas vieram antes de você?

Pais, avós, bisavós, trisavós, tataravôs, uma imensidão de pessoas que viveram seus conflitos, dores, passaram por situações de exclusões, suicídios, assassinatos e muitas outras situações que nem ao menos sabemos.

Estes excluídos clamam por uma inclusão! Enquanto não for incluído ele ficará a procura de alguém que o honre e faça as mesmas coisas que fazia para ser visto. Quando honrado ele olha afetuosamente para os descendentes e, assim, uma força nasce para viver a vida da forma que ela se apresenta.

Leia mais:  Novo Pronto Socorro de Cuiabá terá o primeiro heliponto para deslocamento imediato de pacientes

Autor: Giovana Balth

Giovana Balth é Fisioterapeuta e Consteladora Sistêmica. Crefito: 259992-F. (65) 99955-0169  

Comentários Facebook
publicidade

Saúde

Servidores são dispensados por suspeita de coronavírus

Publicado

por

Servidores do setor administrativo e da diretoria do Hospital Municipal de Cuiabá foram dispensados após uma das técnicas apresentar sintomas do novo coronavírus. Por meio de nota, a Empresa Cuiabana de Saúde Pública esclarece que, nesta quinta (12), alguns servidores do referido setor estiveram em palestra com técnicos do Sírio Libanês, em São Paulo.

 

Na manhã de hoje, uma das técnicas informou à diretoria que apresentava sintomas característicos/suspeitos de coronavírus e, quando ainda estava em São Paulo, buscou o serviços de Saúde para realizar os exames para descartar ou não a doença.

 

“Dessa forma, seguindo o protocolo de segurança e precaução do Ministério da Saúde, os servidores foram dispensados. O resultado do exame para Corona sai na próxima segunda-feira (16), quando, sendo negativo, os servidores devem retornar aos seus postos de trabalho. Cabe ressaltar que a medida é de mera segurança já que os sintomas do vírus são os mesmos de uma gripe/resfriado – o que pode ter acometido a técnica do Sírio”, informa a nota emitida pela Prefeitura de Cuiabá.

Leia mais:  Dia Nacional de Prevenção da Morte súbita é celebrada no dia 12 de novembro

 

Recomendações

As ações diárias para ajudar a prevenir a propagação de vírus respiratórios incluem lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool. Além disso, evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas. Evitar contato próximo com pessoas doentes.

 

Além disso, ficar em casa quando estiver doente. Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo. Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

Comentários Facebook
Continue lendo

Deixe sua Opinião

Como você define o governo de Mauro Mendes, até agora ?

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana