conecte-se conosco


Tecnologia

Conheça o BM10: um mini celular do tamanho de um pendrive

Publicado

source

Olhar Digital

celular em cor vermelha ao lado de caixa airpod e isqueiro. todos apresentam mesmo tamanho arrow-options
Divulgação

Do tamanho de um isqueiro, design é principal diferencial do aparelho

Além dos tradicionais e populares smartphones, existe também muitos aparelhos diferentes e curiosos em funcionamento no Brasil. Apesar de virem da China, são comercializados livremente por aqui. Um deles, por exemplo, fica por conta dos mini telefones celulares, que acabam sendo tão pequenos quanto um chaveiro ou um isqueiro, por exemplo.

O Olhar Digital recebeu de brinde um destes aparelhos e nossa equipe achou o minúsculo aparelho tão curioso que decidimos compartilhar com vocês.

Importante!

O aparelho a seguir não é homologado pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) e pode deixar de funcionar ou ser bloqueado sem qualquer aviso prévio a qualquer momento. O Olhar Digital também não incentiva a sua comercialização ou compra, já que ele não segue uma série de normas exigidas aqui no Brasil.

Design e acabamento

O fato de se tratar de um aparelho mini é justamente o grande diferencial de seu design. O telefone tem mais ou menos o mesmo tamanho de um isqueiro ou das caixinhas dos Airpods, o fone de ouvido sem fio da Apple.

A aparência lembra bastante os celulares do início dos anos 2000, mas com o seu tamanho diminuído. A tela monocromática tem apenas de 0,66 polegadas.

O acabamento do aparelho é todo feito em plástico. Não há entradas para fone de ouvido, apenas uma porta micro USB utilizada para o seu carregamento.

Leia mais:  Yellow e Grin anunciam fusão; Grow compartilhará patinetes e bicicletas

Reprodução

Diferente da maioria dos aparelhos atuais, este telefone possui bateria removível, onde ficam localizadas as portas SIM do aparelho.

Os recursos e sistema do aparelho

Como você já deve ter notado pela descrição acima, o celular BM10 não utiliza o Android ou qualquer outro sistema operacional conhecido para funcionar. Ele roda um sistema próprio, bem simples, similar aquele em Java, que foi amplamente utilizados nos celulares dos anos 2000.

Mas apesar de seu pouco tamanho, o BM10 impressiona pela quantidade de recursos que oferece. Por exemplo, o aparelho não tem entrada para fone de ouvidos, mas traz um player de música, que podem ser armazenadas em um cartão microSD e até ser conectado a um smartphone para fazer a execução de seu som. O som que sai do alto falante é bem baixo; na verdade, é quase impossível de ser escutado sem colocar o aparelho diretamente no ouvido.

Outro recurso interessante do aparelho fica para função chamada “Magic sound”, que fica traduzida no português para “Voz mágica”. Com ela, durante as ligações, o aparelho consegue alterar em tempo real a sua voz para a de um homem, mulher ou de uma criança.

As demais funções encontradas no aparelho é o que já se espera de qualquer feature phone, ou seja, ele traz as clássicas funções de agenda, alarme, mensagens SMS, ligações etc. Apesar do sistema ser bem simples, o fato de ter as teclas tão pequenas e um direcional que só vai para cima ou para baixo, acaba dificultando bastante a navegação.

Leia mais:  Robô jogador de basquete acerta 2 mil arremessos seguidos e entra no Guinness

Interssante é que apesar de se tratar de um produto chinês, o sistema do aparelho está disponível em português e tem uma tradução bem feita.

Duração da bateria e qualidade das chamadas

Por se tratar de um aparelho bem pequeno, a sua bateria, é claro, também precisou ser sacrificada. Aqui, o BM10 tem uma bateria de apenas 350 mAh, que a princípio imaginamos que duraria bastante devido ao celular ter poucos recursos e uma tela monocromática, mas ela durou pouco mais de 3 horas apenas.

Se por um lado o BM10 decepciona em seus altos falantes, o mesmo não pode ser dito na questão da chamada. Todas as ligações feitas com o aparelho foram bem claras, tanto para quem estava com ele para quem estava do outro lado da linha. Inclusive, até o sinal da operadora no aparelho não oscilava, algo que surpreendeu bastante.

Preço e disponibilidade

Assim como foi dito no começo do texto, este aparelho não está a venda de forma oficial no Brasil e ele não é homologado pela Anatel.

Conclusão

É realmente impressionante um aparelho com um tamanho pequeno funcionar tão bem como o BM10, mas é claro, ele não pode substituir e nem deve ser usado como seu telefone principal.

Leia também: 7 coisas que seu smartphone pode fazer e você não sabia

Fonte: IG Tecnologia
Comentários Facebook
publicidade

Tecnologia

Novos produtos da Huawei vazam antes de serem apresentados; confira

Publicado

por

source

Olhar Digital

huawei arrow-options
shutterstock

Confira os novos produtos da Huawei.


A Huawei realizará amanhã (19) um evento em Berlim para apresentar vários novos produtos, mas não precisamos esperar até lá para conhecê-los. Todos os produtos que serão anunciados vazaram , cortesia do site Android Headlines, um dia antes do lançamento.

A estrela do evento serão, sem dúvida, os novos smartphones da família Mate , o Mate 30 e Mate 30 Pro. Este terá um novo tipo de tela, apelidado de “cascata”, que se curva e cobre as laterais do smartphone, resultando em bordas muito finas. Com tecnologia OLED , ela tem 6,7” e um notch considerável no topo, que abriga um conjunto de sensores para um novo sistema de reconhecimento facial desenvolvido pela Huawei .

Leia também: Huawei anuncia demissão em massa em escritório nos EUA

O aparelho terá sete câmeras : quatro atrás, arranjadas dentro de um círculo (que lembra o Nokia Lumia 920), e três na frente. Duas das câmeras traseiras (wide e ultrawide) terão sensores de 40 MP. Uma terceira (com zoom óptico de 3x) tem sensor de 8 MP e a quarta câmera é um sensor ToF para detecção de profundidade.

Leia mais:  Confira 24 aplicativos e jogos para Android de graça por tempo limitado

O Mate 30 Pro será compatível com 5G e baseado no processador Kirin 990, que tem um modem 5G integrado. Quanto à memória, haverá versões com 6 GB de RAM e 128 GB de memória interna e 8 GB de RAM e 256 ou 512 GB de memória interna.

Leia também: Huawei busca expandir tecnologia 5G, mas diz que Brasil está atrasado

Smartwatches e Smartbands

A Huawei também irá apostar nos smartwatches . Serão apresentados 4 modelos do Huawei Watch GT2, dois com caixa de 42 mm e tela AMOLED circular de 1.2 polegadas e dois com caixa de 46 mm (como o modelo atual), com tela AMOLED também circular de 1,39 polegadas.

De acordo com os rumores, o modelo menor (42 mm) não tem microfone, o que indica que também não tem suporte a LTE para conexões de dados ou chamadas telefônicas. Ambos os modelos serão baseados em um processador da própria Huawei , o A1. Os relógios tem certificação de resistência a àgua a uma profundidade de até 50 metros. Assim como no Watch GT original, os novos smartwatches devem rodar um sistema operacional próprio, e não o Wear OS da Google.

Leia mais:  Robô jogador de basquete acerta 2 mil arremessos seguidos e entra no Guinness

Leia também: Lançamento: Huawei e Xiaomi retornam ao Brasil com novos modelos

A empresa também tem uma pulseira fitness , que por enquanto é conhecida apenas pelo codinome Andes. Com uma face retangular e tela OLED colorida, ela lembra a Mi Band 4 da Xiaomi . Na traseira, o acessório também tem um sensor de batimentos cardíacos e um oxímetro, capaz de medir o consumo de oxigênio e, com isso, a queima de calorias.

Além destes produtos, a empresa também deve lançar uma TV com o sistema operacional Harmony OS e um tablet , que pode ser uma versão global do MediaPad M6, que já foi apresentado na China em Junho.

A grande curiosidade é sobre como alguns dos novos produtos (Mate 30 e 30 Pro, MediaPad) serão afetados pelas sanções impostas pelo governo americano, que restringem o acesso da Huawei ao sistema operacional Android e serviços do Google .

Fonte: IG Tecnologia
Comentários Facebook
Continue lendo

Deixe sua Opinião

Como você define o governo de Mauro Mendes, até agora ?

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana