conecte-se conosco


Cidades

Comércio deverá divulgar medidas de prevenção à Covid-19

Publicado

Mato Grosso implantou mais uma importante ação para o combate ao novo coronavírus. Está em vigor a Lei 11.173/20, que obriga o comércio a afixar cartazes informativos, conforme orientação dos órgãos competentes como Ministério da Saúde ou Secretaria de Estado de Saúde, sobre as medidas de combate à pandemia da Covid-19.

Publicada no Diário Oficial (DO) do último dia 14, a lei determina que a informação deverá ser colocada em local visível e de fácil acesso ao público. Autor da nova lei, o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Eduardo Botelho (DEM), defende a importância de divulgar as práticas preventivas recomendadas pelos especialistas à prevenção e combate à Covid-19, doença que avança assustadoramente em Mato Grosso.

“Diante do avanço da doença, se faz necessária uma ampla divulgação das informações indispensáveis ao combate da Covid-19, além de uma padronização na forma como as informações são passadas”, alerta o autor.

Comentários Facebook
Leia mais:  Gestores municipais participam do lançamento do 13ª Congresso Brasileiro de Educação Física
publicidade

Cidades

Lotação das UTIs de hospitais particulares chega a 86% em MT

Publicado

Os hospitais particulares de Mato Grosso também estão próximos de não terem mais vagas de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para os pacientes com covid-19. A taxa de ocupação chegou a 86,5%, bem maior dos que os 70% de ocupação das UTIs públicas.

 

Em nota, o Sindicato dos Estabelecimentos de Serviços de Saúde do Estado de Mato Grosso (Sindessmat) afirmou que o número de pacientes internados em hospitais particulares por causa do novo coronavírus tem aumentado.

Em 8 de janeiro 80% dos leitos de UTI exclusivos para covid-19 estavam ocupados. Uma semana depois, em 15 de janeiro, essa taxa já era e 86,5%. Já a ocupação geral de leitos para covid-19 (enfermaria e UTI) está em 73%.

 

A situação é de alerta no estado, não só nos hospitais particulares como no Sistema Único de Saúde (SUS). Segundo secretário estadual de Saúde, Gilberto Figueiredo, apesar das UTIs públicas estarem com 70% de ocupação, o momento é de preocupação, pois na primeira onda da pandemia em 15 dias a taxa de ocupação saiu de 70% para 100%.

Leia mais:  SUS completa 30 anos com conquistas e desafios

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana