conecte-se conosco


Entretenimento

Com o fim de “Segundo Sol” próximo, elenco curte clima de adeus com fotos fofas

Publicado

Com o fim de “Segundo Sol” se aproximando (marcado para o dia 09 de novembro, com reprise do último capítulo no sábado dia 10), o elenco
da trama escrita por João Emanuel Carneiro está deixando em evidência o clima de despedida e nostalgia.

Leia também: Não vão deixar saudades! Veja quem são os piores personagens de “Segundo Sol”


Melhores publicações sobre o fim de
Reprodução

Melhores publicações sobre o fim de “Segundo Sol”

No Twitter
e Intagram as publicações sobre o fim de “Segundo Sol”
estão aparecendo com frequência no feed dos artistas da novela das 21h, e claro, estão contagiando o público. Pensando nisso, o iG Gente
separou as melhores postagens da equipe; veja:

Leia também: Cena de “Segundo Sol” sobre candomblé revolta internautas

Giovanna Antonelli


Melhores publicações sobre o fim de
Reprodução

Melhores publicações sobre o fim de “Segundo Sol”

Desde a última semana Giovanna Antonelli está dando adeus a Luzia, sua personagem na trama. No Instagram, por exemplo, ela já compartilhou duas publicações sobre o final na novela. Na primeira publicação Gio aparece junto aos colegas de elenco em uma foto diferentona, que ela fez questão de legendar: “Quase fim… Clima de despedida!”. 

Já na segunda publicação a atriz fez questão de brincar com sua personagem. Em um vídeo descontraído ela aparece caracterizada de Luzia, usando roupa de penitenciária, questionando Beto (Emílio Dantas) sobre quantas vezes ele já a visitou na prisão.

Deborah Secco


Melhores publicações sobre o fim de
Reprodução

Melhores publicações sobre o fim de “Segundo Sol”

Deborah Secco também tem compartilhado os últimos momentos na pele de Karola. Além de emocionar a todos no capítulo em que aparece cortando seu próprio cabelo, a atriz também emocionou os seguidores ao mostrar os bastidores da cena e fez questão de mostrar o carinho pela personagem em um rápido texto.

Leia mais:  Andréa Beltrão fala de preparação para viver Hebe nos cinemas

“Karola é intensa e nos encontramos nessa característica. Esse corpo, que é meu e também dela, vive os efeitos dessa intensidade. Use nosso corpo, Karola. Obrigada por viver comigo e por permitir esse desmonte, que normalmente precede as histórias, acontecer na frente do público. Nunca estive tão realizada. E tão louca”, escreveu ela em um dos trechos da legenda.


Melhores publicações sobre o fim de
Reprodução

Melhores publicações sobre o fim de “Segundo Sol”

Também recentemente, ela publicou duas imagens com a equipe por trás das câmeras e demonstrou gratidão a eles na seguinte legenda: “Cercada de amor, com a equipe por trás das câmeras que tornou ‘Segundo Sol’ possível. Quem está ao seu lado importa”.

Letícia Colin


Melhores publicações sobre o fim de
Reprodução

Melhores publicações sobre o fim de “Segundo Sol”

Nesta resta final da novela Letícia Colin tem feito questão de compartilhar uma série de momentos sobre sua personagem Rosa. No Twitter ela já postou três vídeos de cenas emocionantes, em que aparece grávida, com a tag #ASorteDosEncontros. 


Melhores publicações sobre o fim de
Reprodução

Melhores publicações sobre o fim de “Segundo Sol”

Em outro post ela brincou dizendo estar com desejos de grávida mostrando os bastidores com bolos de mentira. Ela também aproveitou para fazer graça usando peruca e fazendo careta sobre as gravações do fim de “Segundo Sol”, “A serenidade do olhar de quem está terminando uma novela”, brincou.

Leia mais:  Lucas Salles sobre integrar “A Fazenda” após “Power Couple”: “Levei um choque”

Giovanna Lancellotti


Melhores publicações sobre o fim de
Reprodução

Melhores publicações sobre o fim de “Segundo Sol”

Após gravar a cena sobre o assalto na mansão da família, Giovanna Lancellotti, que dá vida a Rochelle, compartilhou uma foto divertida com os colegas de trabalho e mostrou certa tristeza pelos últimos capítulos da trama: “Hoje tem assalto na mansão dos Athaydes!!! Confusão , gritaria.. mas a gente se divertiu taaaanto nessas gravações, que valeu a pena! Reta final de #SegundoSol coração já batendo apertado”, escreveu.

Caco Ciocler


Melhores publicações sobre o fim de
Reprodução

Melhores publicações sobre o fim de “Segundo Sol”

Recentemente Caco Ciocler, o Edgar na trama, publicou um momento fofinho com sua família de elenco e escreveu: “Família Athayde se amando”. Logo, a imagem ganhou inúmeros comentários de fãs dizendo que sentirão saudades deles.

Maria Luísa Mendonça


Melhores publicações sobre o fim de
Reprodução

Melhores publicações sobre o fim de “Segundo Sol”

Os Athaydes realmente vão fazer falta, não só para o público, mas para quem deu vida a eles. Maria Luísa Mendonça também aproveitou o clima de despedida da sua personagem Karen para postar uma foto com a equipe que contracena e ressaltar o carinho por eles: “Com os queridos no último dia do nosso cenário… vida que segue… com a dignidade dos que trabalham… é o que desejo para todos… amor… educação trabalho… liberdade de expressão”.

Leia também: Personagens que estão cansando a nossa paciência em “Segundo Sol”

Odilon Wagner


Melhores publicações sobre o fim de
Reprodução

Melhores publicações sobre o fim de “Segundo Sol”

Odilon Wagner também é um dos Athaydes e faz o papel de Severo, e claro, se rendeu as redes sociais para posar com os amigos de cenas e falar sobre o fim de “Segundo Sol”
. “Os Athayde em seus últimos dias de gravações. Essa família vai deixar saudade”, garantiu ele. 

Comentários Facebook
publicidade

Entretenimento

A Voz do Brasil faz 85 anos

Publicado

O programa de rádio A Voz do Brasil completa 85 anos nesta quarta-feira (22). Idade avançada para pessoas e para instituições no Brasil. Uma frase atribuída a Leonardo da Vinci, que morreu idoso para o seu tempo (aos 67 anos), sentencia que “a vida bem preenchida torna-se longa”.

Em oito décadas e meia, A Voz do Brasil preencheu a vida dos ouvintes com notícias sobre 23 presidentes, em mandatos longínquos ou breves. Cobriu 12 eleições presidenciais, e manteve-se no ar durante a vigência de cinco constituições (1934, 1937, 1946, 1967 e 1988).

programa cobriu a deposição dos presidentes Getúlio Vargas (1945) e João Goulart (1964), o suicídio de Vargas (1954), a redemocratização do país em dois momentos (1946 e 1985), o impeachment e renúncia de Fernando Collor (1992) e o impeachment de Dilma Rousseff (2016).

Além de notícias dos palácios do governo federal, A Voz do Brasil levou aos ouvintes informações sobre a Segunda Guerra Mundial (1939-1945). O programa narrou as conquistas do país em cinco Copas do Mundo e a derrota em duas – a mais traumática em 1950. A Voz registrou a inauguração de Brasília (1960) e cobriu a morte de ídolos como Carmen Miranda (1955) e Ayrton Senna (1994).

Pelo rádio, e pela A Voz do Brasil, muitos brasileiros souberam da invenção da pílula anticoncepcional (1960), da descida do homem na Lua (1969), dos primeiros passos da telefonia móvel (1973), da queda do Muro de Berlim (1989) e da clonagem da ovelha Dolly (1998).

Leia mais:  Marina Ruy Barbosa: “Não guardo rancor, mas guardo mágoas”

Vida longa

A longevidade do programa A Voz do Brasil é assunto de interesse de historiadores e pesquisadores da mídia de massa no país. “É curioso como um programa de rádio se torna uma constância em um país de inconstância institucional, jurídica e legislativa”, observa Luiz Artur Ferrareto, autor de dois dos principais livros de radiojornalismo editados no Brasil.

Para Sonia Virginia Moreira, professora do Programa de Pós-graduação em Comunicação da Universidade do Estado do Rio de Janeiro, a longa duração do programa “tem muito a ver com a própria longevidade do rádio como meio de comunicação. A morte do rádio foi anunciada várias vezes e ele segue como um veículo muito importante no Brasil.”

“Nenhum governo abriu mão dessa ferramenta fantástica. A longevidade vem da percepção que os diferentes governos tiveram que manter essa ferramenta era algo que trazia uma vantagem enorme para o governo do ponto de vista das suas estratégias e para seus objetivos”, acrescenta Henrique Moreira, professor de jornalismo e especialista em história da mídia no Brasil.

Curiosidades sobre A Voz do Brasil 

 A Voz Brasil nem sempre teve como trilha sonora de abertura trecho da ópera O Guarani (1870), de Carlos Gomes. O Hino da Independência (1822), composto por Dom Pedro I, e Aquarela do Brasil (1939), de Ary Barroso, também serviram para marcar o início do programa.

Inauguração da transmissão do programa A Voz do Brasil, Brasília, DF.
Inauguração da transmissão do programa A Voz do Brasil, Brasília, DF. – Arquivo Nacional

A longevidade do programa A Voz do Brasil é assunto de interesse de historiadores e pesquisadores da mídia de massa no país. “É curioso como um programa de rádio se torna uma constância em um país de inconstância institucional, jurídica e legislativa”, observa Luiz Artur Ferrareto, autor de dois dos principais livros de radiojornalismo editados no Brasil.

Leia mais:  Marina Ruy Barbosa fala sobre casamento: “Hoje a lista daria menos trabalho”

Para Sonia Virginia Moreira, professora do Programa de Pós-graduação em Comunicação da Universidade do Estado do Rio de Janeiro, a longa duração do programa “tem muito a ver com a própria longevidade do rádio como meio de comunicação. A morte do rádio foi anunciada várias vezes e ele segue como um veículo muito importante no Brasil.”

“Nenhum governo abriu mão dessa ferramenta fantástica. A longevidade vem da percepção que os diferentes governos tiveram que manter essa ferramenta era algo que trazia uma vantagem enorme para o governo do ponto de vista das suas estratégias e para seus objetivos”, acrescenta Henrique Moreira, professor de jornalismo e especialista em história da mídia no Brasil.

Curiosidades sobre A Voz do Brasil 

 A Voz Brasil nem sempre teve como trilha sonora de abertura trecho da ópera O Guarani (1870), de Carlos Gomes. O Hino da Independência (1822), composto por Dom Pedro I, e Aquarela do Brasil (1939), de Ary Barroso, também serviram para marcar o início do programa.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana