conecte-se conosco


Cidades

Com mais de 98% de satisfação dos pacientes, Hospital São Benedito projeta avanços

Publicado

Focada na ampliação dos serviços e na manutenção do elevado índice de satisfação entre pacientes, que supera os 98%, a diretoria da Empresa Cuiabana de Saúde Pública (ECSP) vem imprimindo um novo ritmo de trabalho no Hospital Municipal São Benedito.

As reuniões semanais, têm sido um dos exemplos de mudanças implantadas na atual gestão da ECSP para humanizar ainda mais os serviços e estruturar os avanços previstos no ‘Plano de Ação’ para o São Benedito em 2019.

“O prefeito Emanuel Pinheiro está virando a página na Saúde Pública em Cuiabá. E nossa contribuição para essa virada na qual estamos 100% inseridos, uma vez que o São Benedito atua como principal fonte ‘desafogadora’ do atual Pronto Socorro, é trabalharmos em regime de força-tarefa. Nessa linha, a diretoria passou a se reunir com a equipe multidisciplinar estratégica para colhermos informações sobre o andamento de todos os novos projetos de 2019 no Plano de Ação”, salientou o diretor geral, Alexandre Beloto.

Leia mais:  Prefeito anuncia prorrogação do Mutirão de Conciliação Fiscal 2019

Ainda segundo o diretor, os encontros pontuais já trouxeram melhorias significativas. Dentre elas a melhora na gestão de processos, da recepção à alta médico/hospitalar. Ele também pontuou que as projeções para novos procedimentos clínicos – dentre os quais a endoscopia e a hemodinâmica para o exame de angiografia cerebral, que serão implantamos nos próximos meses, receberam contribuições significativas nas reuniões de alinhamento.

“Trouxemos um modelo de gestão inovador, mas sem uma equipe engajada é impossível implantar qualquer ação. E o que temos recebido de contribuição e de comprometimento nessas reuniões tem nos mostrado que este é apenas o início de uma página ainda mais humanizada que com o apoio do prefeito Emanuel estamos escrevendo aqui no São Benedito. E a abertura dos procedimentos de endoscopia e hemodinâmica são as provas do engajamento dessa nova equipe de trabalho”, pontuou.

Oseas Machado, diretor administrativo da ECSP reforça que os encontros rotineiros também têm culminado em respostas rápidas para possíveis problemas. “Com esses encontros semanais também temos conseguido debater com mais precisão e ofertar respostas mais céleres sobre determinados problemas. Por exemplo, na última semana recebemos a visita do Cofem – Conselho Federal de Farmácia e os apenas dois apontamentos que recebemos, são eles; a reconstrução e execução do POP – Procedimento Operacional Padrão e o redimensionamento de profissionais já estão sendo encaminhados e serão solucionados nos próximos dias. Isso demonstra que o compromisso de humanização do prefeito Emanuel tem sido levado à sério por todos que compõe sua equipe”, finalizou.

Leia mais:  Estado de transformação; MT 322 abandonada no Araguaia

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Comentários Facebook
publicidade

Cidades

Criança é internada na UTI após médico dizer que falta de ar e tosse era virose

Publicado

por

Prefeitura admitiu o erro médico e informou que a criança teve infecção no ouvido que se agravou para pneumonia

Uma menina de 5 anos, moradora de Várzea Grande, teve o quadro de pneumonia agravado após não ter recebido o diagnóstico correto quando foi levada à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Cristo Rei na última semana.O pai da criança

conta que na sexta-feira (20), levou a criança à UPA para realizar uma consulta após tossir muito e sentir falta de ar. No entanto, o médico constatou, após consulta, que era ‘virose’ e receitou alguns medicamentos.

No entanto, o pai conta que durante o final de semana a menina continuou tossindo muito e, por isso, decidiu retornar ao médico. Ele comenta que sua filha só passou pela triagem e que não foi encaminhada ao atendimento médico por do atendimento de casos suspeitos de coronavírus.

Uma funcionária da unidade de saúde recomendou ao pai da menina que levasse ela na terça-feira para um postinho ou em uma Policlínica. Ele conta que levou a criança em duas Policlínicas, mas não conseguiu que fosse atendida porque não tinha médicos.

Leia mais:  Mulheres vítimas de violência ganham dia de Beleza

Então, ele decidiu retornar para UPA do Cristo Rei e conversou com uma funcionária da área de triagem que pediu que ele levasse a menina na unidade. Desta vez, ele relata que a criança conseguiu atendimento e o médico pediu que ela fosse internada.

O pai conta que mais tarde a criança foi encaminhada para o Pronto Socorro com água no pulmão.

“Porque na sexta-feira o médico não fez um exame de sangue. Agora, minha guria esta intubada na UTI do Pronto Socorro de Várzea Grande”.

A Secretaria de Comunicação da prefeitura disse que houve um erro por parte da equipe da enfermagem durante a triagem na UPA do Cristo Rei e, por isso, uma investigação será feita para descobrir quem cometeu a falha.

A pasta ressaltou que a criança esta intenada na UTI do Pronto Socorro após uma infecção no ouvido ter avançado e provocado uma pneumonia.

Por: RepórterMT

Comentários Facebook
Continue lendo

Deixe sua Opinião

Como você define o governo de Mauro Mendes, até agora ?

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana