conecte-se conosco


Política

Com indefinição sobre VLT ou BRT, Emanuel autoriza ônibus com portas dos dois lados

Publicado

Defensor incansável do VLT, o prefeito Emanuel Pinheiro (MDB) já autorizou os empresários que detêm a concessão do transporte coletivo em Cuiabá a adquirir novos ônibus com portas do lado direito e também esquerdo. A medida é necessária por conta da indefinição quanto a qual modal irá ser implementado no município.

A celeuma sobre as portas surgiu após o Governo estadual anunciar decisão de retornar o projeto de conclusão do BRT, que irá rodar nos canteiros centrais das vias. Para a integração do modal com o transporte coletivo, os ônibus que também irão circular na faixa do BRT precisam ter portas à esquerda.

“Nesta quarta, me reuni com a AMTU. Os empresários foram estabelecer uma preocupação sobre o VLT ou BRT. Vão encomendar na segunda-feira (8) mais de 100 ônibus 0 Km e se a gente colocar as portas à direita e der BRT, a porta tem que ser à esquerda. Olha o prejuízo para o sistema. Disseram que alternativa é fazer as portas dos dois lados. O sistema que for decidido, os ônibus já estarão prontos. E eu autorizei fazer. A fabrica já está avisada. Estou defendendo o VLT, mas se não for escolhido, não terá problema”, disse, momentos antes da audiência pública da Assembleia Legislativa (ALMT) sobre a troca do VLT.

Leia mais:  Paulo Araújo toma posse e compõe a Mesa Diretora da ALMT

Emanuel garantiu que a implantação de portas nos dois lados dos veículos não trará impacto para a tarifa, já que é um investimentos dos empresários.

A renovação da frota chegou a ser tema de uma recomendação do Palácio Paiaguás à Prefeitura de Cuiabá, no sentido de que o município suspendesse a chegada de novos ônibus, enquanto o projeto de integração do BRT com o transporte coletivo não ficasse pronto. Emanuel ignorou o documento e reforçou a meta de ter novos carros com ar-condicionado nas ruas de Cuiabá.

A meta do emedebista é até 31 de maio contar com 111 novos carros e mais 90 com ar condicionado. Com isso, Cuiabá se tornará uma das primeiras capitais brasileiras a ter 50% dos ônibus em circulação totalmente climatizados.

Atualmente, a Capital conta com 382 ônibus atendendo os bairros das quatro regiões da cidade. Com o processo de modernização iniciado, 291 veículos deverão ser climatizados, neste curto prazo. Ainda segundo explicado pelo prefeito, o planejamento é de que, em 2022, esse número suba para 75% e, nos anos seguintes, 100% da frota seja alcançada. Além disso, a idade média dos veículos também será reduzida para 4,5 anos.

Leia mais:  Bolsonaro determina criação de conselho para ações na Amazônia

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Olhar Direto

Comentários Facebook
publicidade

Política

Após denúncia de falsa aplicação, MPMT quer que municípios guardem frascos vazios de vacina

Publicado

Para evitar possíveis desvios de estoque de vacinas contra a Covid-19, o Ministério Público do Estado de Mato Grosso (MPMT) recomendou aos municípios de Cuiabá e Rondonópolis que adotem o controle de frascos após o esvaziamento das doses e confiram a quantidade de unidades antes do descarte

No documento, os promotores de Justiça destacam a importância da adoção de medidas para evitar irregularidades não só na organização do estoque, mas também em relação à aplicação dos frascos da vacina.

“A sugestão apresentada é para que sejam definidos protocolos de transparência na aplicação das vacinas contra a Covid-19, nos quais o usuário possa verificar a entrada e saída do imunizante, com a dose em seu interior antes da aplicação e vazia após sua inserção”, destacou o MPMT.

Na terça-feira (23), uma família de Cuiabá, denunciou que o idoso Benedito Barros Santiago, 88 anos, não teria sido realmente vacinado. O momento da imunização foi gravado e compartilhado nas redes sociais. Entretanto, conforme os familiares quando a agulha é retirada do braço do idoso, o líquido ou parte dele continuou na seringa.

Leia mais:  CFAEO reprova contas do ex-governador Pedro Taques

De acordo com a fotógrafa Jakeline Zaiden, parente de Benedito, ele teria sido vacinado em 12 de fevereiro no Centro de Eventos do Pantanal.

“Duas amigas me disseram para olhar novamente o vídeo alertando que ele não teria sido vacinado. Enquanto eu aguardava os 15 minutos para ver se não tinha contrarreação, eu vi que foi algo bem rápido e não foi completo. Eu falei com outros profissionais de saúde e me disseram que não foi aplicado”, disse a mulher em entrevista à TV Centro América.

Jakeline ressaltou que devido às dúvidas, a família decidiu procurar o MPMT.

Por meio de nota, a Prefeitura de Cuiabá informou que as imagens foram encaminhadas às autoridades policiais competentes para análise e perícia. Conforme a pasta, a decisão foi tomada para que não haja o risco de se cometer uma injustiça com os profissionais de Saúde envolvidos.

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana