conecte-se conosco


Cidades

Com 42°C, Cuiabá registra dia mais quente do ano nesta quinta-feira

Publicado

Cuiabá registrou a tarde mais quente de 2020, nesta quinta-feira (10). De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), o novo recorde foi registrado às 14h, no horário local, quando os termômetros marcaram 42,2°C.

O recorde anterior de maior temperatura do ano era de 41,8°C, registrada na quarta-feira (9) e no dia 30 de agosto. A maior temperatura em 2019 ocorreu também em setembro e foi de 42,5°C.

Segundo o Inmet, a umidade relativa do ar na capital chegou a 9%, índice considerado crítico. A Organização Mundial Saúde estabelece que um índice de umidade relativa do ar inferior a 60% não é adequado para a saúde humana.

De acordo com a classificação, entre 21% e 30% a cidade está em estado de atenção. Entre 12% e 20%, o nível é estado de alerta e quando fica abaixo de 12%, o nível é crítico e o estado é de emergência.

As temperaturas altas e a ausência de chuva tem colaborado para a queda da umidade relativa do ar nas horas mais quentes do dia.

Leia mais:  Prefeitura continua entrega de kits de uniformes escolares

Um dos principais fatores das temperaturas mais altas neste ano é o anticiclone, uma região de pressão que o ar quente e seco chega de cima.

O Segundo o professor de climatologia da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), Rodrigo Marques, Cuiabá não terá chuva pelos próximos dias por duas condições: o anticiclone atuando no centro de Mato Grosso e a falta do corredor de umidade que deveria sair da Amazônia para o estado.

O anticiclone está há muito tempo centrado em Mato Grosso e o ar que já estava muito seco quando chega de cima para baixo, aquece mais.

Segundo o 9° Distrito de Meteorologia, a última chuva em Cuiabá foi no dia 22 de maio. Ou seja, já são mais de 110 dias sem chuva.

Comentários Facebook
publicidade

Cidades

Prefeitura publica calendário de pagamento do IPTU; veja datas

Publicado

A Prefeitura de Cuiabá estabeleceu a programação para pagamento do IPTU em 2021, que deve começar a partir de 1º de março. O Decreto nº 8.285, que determina o cronograma, foi publicado na Gazeta Municipal.

 

Assim como em outras edições, o pagamento poderá ser feito em cota única ou em até oito parcelas. O valor mínimo de cada parcela será de R$ 57,26.

 

Aqueles que não tiverem débitos de anos anteriores e optarem por quitar o IPTU em cota única até o dia 14 de abril, terão desconto de 10%. Os carnês serão enviados para todos os contribuintes que contam no Cadastro Imobiliário do Município.

 

Já as guias do IPTU de imóveis territoriais deverão ser retiradas nos postos de atendimentos do Município ou por meio do site.

 

A retirada presencial poderá ser feita no Centro Integrado de Atendimento ao Contribuinte (CIAC), nas Lojas de Atendimento ao Contribuinte (LAC-Norte e LAC-SUL), e em outros postos de atendimento que serão indicados pela Prefeitura de Cuiabá.

Leia mais:  Pinheiro recebe visita do governador do Estado no novo Pronto Socorro

 

Outra informação que o munícipe deverá ficar atento é em relação ao pedido de isenção do pagamento, que neste ano poderá ser feito no período de 1º de junho a 30 de julho, com validade até 2024.

 

Caso a solicitação seja indeferida, será concedido um prazo de 30 dias, a partir da ciência do contribuinte quanto à decisão, para que o valor seja pago sem desconto e sem a incidência de juros e multa.

 

“De acordo com os termos do art. 5º da Lei nº 5.355/2010, alterado pela Lei nº 5.797/2014, estão isentos do Imposto Predial e Territorial Urbano os imóveis residenciais com valor venal atualizado igual ou inferior a R$ 33.921, excluindo-se os imóveis territoriais, comerciais, unidades autônomas desdobradas com cadastro individualizado para fins tributários, chácaras de recreio e garagens de edifícios”, explica o decreto municipal.

 

Veja calendário de pagamento: 

 

Primeira parcela e cota única: 14 de abril

 

Segunda parcela: 14 de maio

 

Terceira parcela: 14 de junho

Leia mais:  SUGESTÃO DE PAUTA – Prefeitura entrega títulos definitivos de posse na região Norte

 

Quarta parcela: 14 de julho

 

Quinta parcela: 13 de agosto

 

Sexta parcela: 14 de setembro

 

Sétima parcela: 14 de outubro

 

Última parcela: 12 de novembro

 

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana