conecte-se conosco


Esportes

Colômbia põe pressão no Chile, mas amistoso termina em empate sem gols

Publicado

Lance

Jogadores adversário do Chile e da Colômbia em disputa de bola arrow-options
Reprodução/Twitter

Equipes empatarem em jogo sem gols

Em amistoso disputado na Espanha , a Colômbia foi superior, mas faltou qualidade nas finalizações e empatou sem gols com a seleção do Chile , que apresentou um baixo poder ofensivo.

As duas seleções voltam a campo na terça-feira (15). Enquanto a Colômbia encara a Argélia, o Chile mede forças com a Guiné.

O duelo

A etapa inicial teve o domínio da Colômbia. Presente no campo de ataque, o selecionado Cafetero impôs o seu ritmo e chegou com freqüência ao gol defendido por Claudio Bravo. Apesar do volume, a chance mais clara veio na cabeçada de Morelos, que foi defendido pelo arqueiro.

Tímido quando tinha a posse de bola, o Chile não apresentava praticamente nada no campo ofensivo e pouco deu trabalho aos zagueiros adversários.

Leia também: Colômbia, Peru e Equador devem apresentar candidatura tripla pela Copa de 2030

A segunda etapa teve o jogo mais truncado e muita polêmica, característica da América do Sul. Logo aos 4 minutos, Cuadrado foi derrubado na área e pediu pênalti. A arbitragem não marcou e o banco colombiano ficou revoltado. O resultado disso foi o técnico Carlos Queiroz expulso.

Leia mais:  Chapecoense e Bahia abrem o domingo de Brasileirão com empate sem gols

Mesmo com toda a tensão dentro de campo, a Colômbia não conseguia atacar o arco chileno, que por sua vez continuava com claras dificuldades de incomodar os cafeteros.

Comentários Facebook
publicidade

Esportes

Martine Grael e Kahena Kunze estarão em Tóquio 2020

Publicado

por

As campeãs olímpicas Martine Grael e Kahena Kunze garantiram, no último final de semana, a participação na próxima edição dos Jogos Olímpicos. A vaga, em Tóquio, na disputa da classe 49er FX de vela, foi garantida no mundial realizado em Geelong (Austrália).

As brasileiras, que ficaram com o ouro nos Jogos do Rio (2016), carimbaram o passaporte para Tóquio ao terminarem o mundial na 12ª posição.

Além de Martine e Kahena, o final de semana também foi de classificação olímpica para Marco Grael e Gabriel Portilho. Eles defenderão o Brasil na classe 49er ao encerrarem o Mundial de Geelong na 13ª posição.

Edição: Fábio Lisboa

Comentários Facebook
Leia mais:  “Não sei se o Barcelona fez tudo para trazer Neymar”, diz Messi
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana