conecte-se conosco


Política

Coligação de Emanuel lidera com eleitos na Câmara Municipal

Publicado

O prefeito Emanuel Pinheiro (MDB), que busca a reeleição no Palácio da Alencastro, é o candidato com mais vereadores eleitos dentro da Câmara Municipal, a partir de sua coligação “A Mudança Merece Continuar”. Ao todo, o chefe do Executivo municipal conta com 12 parlamentares correligionários, representando 48% da Casa das Leis.

Emanuel conta com a maior coligação entre os adversários, tendo como base o PMB/PTC/Solidariedade/PV/Republicanos/PL/PSDB/MDB/PTB/PP/PCdoB. Por isso, conseguiu ampliar o número de vereadores.

Em seguida, a coligação de Abílio Júnior (Podemos), “Cuiabá para Pessoas”, conquistou cinco vagas na Câmara Municipal, assim como o ex-prefeito Roberto França (Patri). O vereador enfrenta Emanuel nas urnas no 2º turno, marcada para o dia 29 de novembro.

A ex-superintendente do Procon, Gisela Simona (PROS), ficou em terceiro lugar nas eleições e também no número de candidatos eleitos vereadores que fazem parte de sua coligação “Mãos Limpas por Cuiabá”. Dois parlamentares dos partidos Pros e PDT agora agregam a câmara.

Aécio Rodrigues (PSL), com a coligação “Cuiabá Precisa de Mais”, e Julier Sebastião (PT), cujo partido ficou isolado, também conseguiram colocar um vereador na câmara, cada. Gilberto Lopes (Psol) e Paulo Grando (Novo) ficaram de fora do primeiro turno e também da Casa das Leis.

Leia mais:  Em visita ao Comando Geral, vereadores reforçam solicitação de parcerias

 

O único candidato que não faz parte de nenhuma coligação e conseguiu se eleger foi Didimo Vovô, do PSB.

Veja a lista de vereadores eleitos por coligação

Emanuel Pinheiro – coligação A Mudança Merece Continuar (PMB/PTC/Solidariedade/PV/Republicanos/PL/PSDB/MDB/PTB/PP/PCdoB):
Marcus Brito (PV) – 3.194 votos
Mário Nadaf (PV) – 2.434 votos
Paulo Henrique (PV) – 1.884
Eduardo Magalhães (Republicanos) – 2.996 votos
Dr. Luiz Fernando (Republicanos) – 2.060 votos.
Chico 2000 (PL) – 1.281
Renivaldo Nascimento (PSDB) – 2.606 votos
Juca do Guaraná Filho (MDB) – 2.021 votos
Adevair Cabral (PTB) – 3.622 votos
Marcrean Santos (PP) – 3.729 votos
Demilson Nogueira (PP) – 3.270 votos

Sargento Joelson (SD) – 2.199 votos

 

Abílio Júnior – coligação Cuiabá para Pessoas (PSC/Cidadania/Podemos):
Diego Guimarães (Cidadania) – 4.179 votos
Coronel Paccola (Cidadania) – 2.009 votos
Rodrigo Arruda e Sá (Cidadania) – 2 mil votos

Dilemário Alencar (Pode)  3.052 votos

Wilson Jero Kero (Pode) – 1.794

 

Roberto França – coligação Todos por Cuiabá (DEM/Patriota/PSD):
Michele Alencar (DEM) – 2.841

Leia mais:  Bazar da Sala da Mulher oferece roupas, calçados e acessórios novos e usados por até R$ 60

Kassio Coelho (Patriota) – 1.488 votos
Pastor Jefferson (PSD) – 2.045 votos

 

Gisela Simona coligação Mãos Limpas e Unidas por Cuiabá (Pros/PDT/Rede/Avante):
Sargento Vidal (Pros) – 1.424 votos
Lilo Pinheiro (PDT) – 1.757 votos

 

Aécio Rodrigues – O candidato da coligação Precisa de Mais (PRTB/PSL):
Cezinha Nascimento (PSL) – 1.648 votos

Julier Sebastião da Silva –  PT

Edna Sampaio (PT) – 2.902, eleita por média

Comentários Facebook
publicidade

Política

TSE alerta sobre mensagens falsas de anulação das eleições

Publicado

Tribunal Superior Eleitoral (TSE) informou hoje (20) que circulam nas redes sociais mensagens falsas sobre a anulação das eleições em alguns municípios por suspeita de fraude na urna eletrônica.

Segundo o TSE, desde a implantação da votação por meio eletrônico, em 1996, nunca houve constatação de fraude no sistema de votação.

Em nota, o tribunal reafirmou que o dispositivo tem 30 camadas de segurança para dificultar fraudes, os dados são transmitidos por uma rede privada, sem conexão à internet ou bluetooth, e lacres de segurança alertam sobre qualquer tentativa de violação dos dados.

Centro de Divulgação das Eleições (CDE) 2020

Além disso, o resultado da votação pode ser conferido pelos partidos políticos por meio dos boletins de urna, o relatório impresso que indica os votos dados pelo eleitor para cada candidato. O documento é fixado na porta da seção eleitoral ao final do dia de votação.

O segundo turno das eleições será realizado em 29 de novembro. O pleito ocorrerá em 57 cidades espalhadas pelo país, das quais 18 são capitais.

Leia mais:  Governo federal anuncia aumento do piso dos professores

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana