conecte-se conosco


Mato Grosso

Cinco pessoas são presas tentando entrar com material ilícito em unidades prisionais de MT

Publicado

Cinco pessoas foram presas neste final de semana tentando entrar com droga, celular, fone de ouvido, carregador de celular e dinheiro em unidades prisionais de Mato Grosso. 
 
A primeira apreensão foi neste sábado (24.11) na penitenciária Dr. Osvaldo Florentino Ferreira, em Sinop. Aronilda Maria de Souza, 46 anos, foi presa com aproximadamente 114 gramas de substância análoga à maconha que estava camuflada nas partes íntimas. A droga foi encontrada durante revista realizada no horário de visita na unidade prisional.
 
No domingo (25.11), também no horário de visita, quatro pessoas foram presas em flagrante após tentarem entrar na penitenciária Major Eldo de Sá Corrêa, em Rondonópolis, com nove aparelhos de celular, R$ 200 em dinheiro, dois carregadores de celular e dois fones de ouvido.  
 
Os materiais ilícitos estavam escondidos em chinelos de borracha, tênis, e no brinquedo do filho de uma visitante. Todos foram encontrados durante revista realizada pelos agentes penitenciários, que desconfiaram do peso dos calçados durante a revista e ao passar no raio X foram detectados oscelulares escondido dentro  das solas.
 
Foram encaminhadas para a delegacia da cidade: Surama Araújo de Silva; Eva Rosa da Silvia Vieira; Cristiano Rosa Somorovtiz e Hosana Ferraz de Araújo Silveirio Benites., que ficarão à disposição da justiça.
Comentários Facebook
Leia mais:  Publicada portaria com critérios para professor articulador da aprendizagem
publicidade

Mato Grosso

Servidor é preso por roubar pneus novos utilizados em caminhões e retroescavadeiras

Publicado

Foram desviados pelo menos 12 pneus novos utilizados em caminhões e retroescavadeiras, causando um prejuízo de aproximadamente R$ 35 mil.

Um servidor público suspeito de desviar pneus de veículos da prefeitura de Barra do Garças, a 516 km de Cuiabá, prestou esclarecimentos na delegacia do município. Segundo a Polícia Civil, ele deve responder pelo crime de peculato.

As investigações começaram no dia 22 de março, quando o prefeito Adilson Gonçalves de Macedo registrou um boletim de ocorrência denunciando o suposto desvio.

O delegado Wilyney Santana Borges disse que várias buscas foram realizadas, até que o suspeito acabou confessando o crime. Em depoimento, ele contou que os pneus foram repassados para um comerciante como parte do pagamento na aquisição de um carro dele de luxo.

Os pneus desviados eram de veículos da Secretaria Municipal de Urbanismo.

De acordo com a polícia, nas investigações, foi apurado que pneus adquiridos para serem utilizados nas automóveis da secretaria foram desviados nos meses de novembro e dezembro de 2020, por um servidor  que exercia funções no setor de frotas da Secretaria Municipal do Meio Ambiente.

Leia mais:  Governo recebe primeira proposta para pavimentação de rodovias por meio de PPPs sociais

Segundo o delegado, os indícios apontados no inquérito indicam que foi possível constatar o desvio de pelo menos 12 pneus novos utilizados em caminhões e retroescavadeiras, causando um prejuízo de aproximadamente R$ 35 mil.

A Polícia Civil informou que o investigado pela venda dos pneus deverá responder ação penal pelo crime de peculato, vez que na época dos desvios, exercia o cargo de funcionário público. Já o comerciante que recebeu os pneus desviados, em troca de pagamento, responderá pelo crime de receptação.

A delegacia de Barra do Garças continua as investigações para saber se havia a conivência ou participação de outros servidores municipais, envolvidos no caso dos pneus desviados.

Por G1 MT

Comentários Facebook
Continue lendo

Polícia

Mato Grosso

Entretenimento

Esportes

Mais Lidas da Semana